13 de março de 1940

13 de março de 1940


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

13 de março de 1940

Março de 1940

1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
> Abril

Guerra no mar

Submarino alemão U-44 afundado com todas as mãos após atingir uma mina em Terschelling

Guerra de inverno

Tratado de Moscou termina a Guerra de Inverno entre a Finlândia e a União Soviética



Escotismo, Volume 28, Número 3, março de 1940

Publicação mensal do Boy Scouts of America, escrito para líderes, oficiais e outros escoteiros interessados ​​no trabalho dos escoteiros. Inclui artigos sobre eventos e atividades, atualizações da sede nacional, colunas e ensaios temáticos e notícias de vários capítulos em todo o país. Um índice aparece na página 34.

Descrição física

Informação de Criação

Contexto

Esse periódico faz parte da coleção intitulada: Revista de Escotismo e foi fornecida pelo Museu Nacional do Escotismo dos Escoteiros da América para o Portal para a História do Texas, um repositório digital hospedado pelas Bibliotecas da UNT. Já foi visto 115 vezes. Mais informações sobre este assunto podem ser vistas abaixo.

Pessoas e organizações associadas à criação deste periódico ou ao seu conteúdo.

Autor

Editor

Fornecido por

Museu Nacional de Escotismo dos Escoteiros da América

O National Scouting Museum mantém uma coleção que narra a história coletiva dos Boy Scouts of America e documenta organizações relacionadas em todo o mundo. Variando em escopo de belas artes a distintivos de mérito, as coleções do Museu são usadas para exposições, pesquisas e educação.

Entre em contato conosco

Informações descritivas para ajudar a identificar este periódico. Siga os links abaixo para encontrar itens semelhantes no Portal.

Títulos

  • Título principal: Escotismo, Volume 28, Número 3, março de 1940
  • Título de série:Escotismo

Descrição

Publicação mensal dos escoteiros da América, escrita para líderes, oficiais e outros escoteiros interessados ​​no trabalho dos escoteiros. Inclui artigos sobre eventos e atividades, atualizações da sede nacional, colunas e ensaios temáticos e notícias de vários capítulos em todo o país. Um índice aparece na página 34.

Descrição física

Notas

Texto do masthead: & quotUma revista de ideias e informações para todos os scouters. & Quot

Texto do fólio: & quotPublicado mensalmente, exceto em agosto, pelos Boy Scouts of America. & Quot


13ª armadura

As origens da 13ª Armadura remontam a 2 de fevereiro de 1901, quando o regimento foi constituído no Exército Regular como 13ª Cavalaria. O 13º foi mais tarde ativado em 1º de maio de 1901 em Fort Meade, Dakota do Sul. Depois de servir brevemente no oeste dos Estados Unidos, o 13º realizou duas viagens nas Filipinas, primeiro de 1903 a 1905, depois de 1909 ao final de 1910. Depois de retornar das Filipinas para os Estados Unidos, o 13º serviu ao longo dos EUA. Fronteira com o México de 1911 a 1921. Durante os primeiros anos da história da 13ª cavalaria, o regimento também ganhou a designação de 13º Cavalo.

Quatro tropas do regimento e do pelotão de metralhadoras foram postados no acampamento Furlongnear Columbus, Novo México, quando o bandido mexicano Pancho Villa e seus homens invadiram a cidade nas primeiras horas de 9 de março de 1916. Pegos de surpresa, os 13º soldados de cavalaria, sob o comando do COL Herbert J. Slocum, rapidamente se reuniu e levou os atacantes de volta à fronteira, matando mais de 100 invasores no processo. Oito soldados morreram no ataque, junto com nove civis. O MAJ Frank Tompkins organizou uma força de perseguição com homens de duas tropas e perseguiu os invasores quinze milhas em território mexicano até que a falta de munição e água os obrigou a voltar.

O presidente Woodrow Wilson ordenou retaliação imediata pela invasão de Villa e dirigiu BG John J. “Black Jack” Pershing para liderar o que ficou conhecido como a expedição punitiva. Em 16 de março, unidades americanas, incluindo quatro regimentos de cavalaria, dois regimentos de infantaria e duas baterias de artilharia de campanha, cruzaram para o México em um esforço para capturar Pancho Villa. Liderando a expedição pela fronteira estava a 13ª Cavalaria, com MAJ Tompkins no ponto. Durante a expedição, os soldados do 13º realizaram patrulhas ao sul até San Antonio, no México, o avanço mais ao sul dos soldados americanos durante as operações ao sul da fronteira. Durante a retirada do México em 5 de fevereiro de 1917, a 13ª Cavalaria serviu como retaguarda da força expedicionária, tornando-se a primeira e última unidade americana no México.

Após a declaração de guerra americana contra a Alemanha em abril de 1917, a 13ª Cavalaria permaneceu nos Estados Unidos, servindo brevemente no Kansas e em vários postos ao longo da fronteira do Texas com o México. De 1920 a 1935, o regimento serviu principalmente no Kansas, com sede em Fort Riley. Em 1 de março de 1933, o regimento foi designado para a 2ª Divisão de Cavalaria sendo retirado da 2ª Divisão de Cavalaria em 18 de agosto de 1936. Em 1936, o 13º, agora sob o comando do COL Charles I. Scott, passou a fazer parte da 7ª Brigada de Cavalaria ( Mecanizada), que serviu de pioneira para a futura força blindada do Exército.

Em 15 de julho de 1940, a 13ª Cavalaria foi redesignada como 13º Regimento Blindado (Luz) e atribuída à recém-formada 1ª Divisão Blindada em Fort Knox, Kentucky. Depois de participar das manobras de Arkansas, Louisiana e Carolina no verão e outono de 1941, o 13º retornou a Fort Knox com o resto da 1ª Divisão Blindada em dezembro de 1941. Em 7 de dezembro, o regimento foi redesignado como 13º Regimento Blindado .

Após treinamento adicional em Fort Knox, a 13ª Divisão Blindada, sob o comando do COL Paul Robinett, mudou-se com o resto da 1ª Divisão Blindada para Fort Dix, New Jersey, chegando em 10 de abril de 1942. A 13ª encenou em Fort Dix até partir para a Europa a partir do Porto de Nova York em 13 de maio de 1942. O regimento chegou à Irlanda do Norte em 11 de junho de 1942 e recebeu treinamento adicional em seus tanques M3 Stuart leves e M3 Grant médios.

Em 8 de novembro de 1942, o 1º Batalhão e o 2º Batalhão, 13º Blindado, servindo no Comando de Combate B (CCB) da 1ª Divisão Blindada, participaram da Operação Tocha, os desembarques Aliados no Norte da África. O CCB, parte da Força Tarefa do Centro da Força-Tarefa Verde, desembarcou a oeste de Oran, na Argélia, contra a resistência leve das forças francesas de Vichy e entrou na cidade dois dias depois. O restante do 13º não chegou ao Norte da África até 21 de dezembro.

Após a campanha Argélia-Marrocos francês, o 13º Blindado, agora sob o comando do COL Clarence C. Benson, avançou para o leste na Tunísia, onde encontrou as forças alemãs pela primeira vez. Enquanto os Aliados finalmente derrotaram as forças do Eixo, que se renderam na Tunísia em 13 de maio de 1943, o 13º Blindado sofreu pesadas perdas durante os combates em Sbeitla, Passagem Kasserine e outros locais como tanques leves e médios do regimento (incluindo tanques leves M5 Stuart melhorados recentemente (médiuns M4 Sherman) eram inferiores aos tanques alemães Mk IV e Mk VI, mais fortemente armados e blindados.

Após um período de descanso, reequipamento e treinamento no Norte da África, elementos do 13º Blindado desembarcaram em Salerno, Itália, em 9 de setembro de 1943, com o restante do regimento chegando no final de outubro. Quando a marcha do Quinto Exército para o norte até Roma parou no final do outono e inverno de 1943, o LTG Mark Clark ordenou que o VI Corpo de exército conduzisse pousos anfíbios em Anzio em janeiro de 1944, a fim de contornar a Linha Gustav alemã. O CCA da 1ª Divisão Blindada participou dos desembarques iniciais O CCB, que incluiu a 13ª Blindada, permaneceu com o II Corpo e os combates em torno de Cassino.

O 13º Blindado foi posteriormente enviado a Anzio em maio de 1944 para participar da fuga dos Aliados da cabeça de praia que começou em 23 de maio. Durante combates pesados, o regimento sofreu perdas significativas em tanques de minas e armas inimigas. Logo após a fuga, no entanto, as forças aliadas avançaram rapidamente sobre Roma. As empresas A e H do 13º Blindado estavam entre as primeiras unidades aliadas a entrar em Roma quando caiu em 4 de junho. Após a queda de Roma, a 13ª Divisão Blindada continuou a atacar ao norte com a 1ª Divisão Blindada até chegar ao Lago Bracciano.

Em julho de 1944, a 1ª Divisão Blindada foi para a Quinta Reserva do Exército e passou por uma ampla reorganização. Como resultado, o 13º Regimento Blindado foi desmembrado em 20 de julho, com a Sede do regimento, a Companhia de Serviços e as Companhias D, E, F redesignadas como 13º Batalhão de Tanques, 3º Batalhão e Companhia de Manutenção como 4º Batalhão de Tanques e 13º. Companhia de Reconhecimento como Tropa D, 81º Esquadrão de Reconhecimento de Cavalaria, Mecanizado. As unidades restantes das unidades do regimento foram dissolvidas.

Enquanto a atenção dos Aliados se voltava para a Europa Ocidental com a invasão da Normandia em 6 de junho de 1944, a guerra continuou na Itália, enquanto as forças Aliadas avançavam para o norte contra a forte resistência alemã. Os defensores alemães usaram habilmente as acidentadas montanhas italianas a seu favor. Além disso, a topografia italiana, combinada com a má rede de estradas, dificultou o uso efetivo da armadura e nunca permitiu que os Aliados explorassem plenamente sua vantagem em mobilidade. No entanto, as unidades do antigo 13º Regimento Blindado avançaram lentamente para o norte, capturando uma posição mantida após a outra. Quando as forças alemãs se renderam na Itália em 2 de maio de 1945, o 13º Batalhão de Tanques havia quase alcançado a fronteira com a Suíça. Durante a Segunda Guerra Mundial, o 4º e 13º Batalhões de Tanques e a Tropa D, 81º Esquadrão de Reconhecimento, participaram de sete campanhas: Argélia-Marrocos Francês (com ponta de flecha), Tunísia, Nápoles-Foggia, Anzio, Roma-Arno, Apeninos do Norte e Pó Vale.

Após a Segunda Guerra Mundial, o 4º e o 13º Batalhões de Tanques foram convertidos nos 72º e 13º Esquadrões de Polícia, respectivamente, em 1 de maio de 1946, enquanto a Tropa D, 81º Esquadrão de Reconhecimento, se tornou o 81º Esquadrão de Polícia na mesma data. Depois de servir como forças de ocupação na Alemanha, todas as três unidades foram desativadas em 20 de setembro de 1947.

Após vários períodos de ativação, reorganização e inativação na década de 1950, as unidades da antiga 13ª Blindada foram consolidadas, reorganizadas e redesignadas como a 13ª Cavalaria, um regimento pai sob o Sistema Regimental de Armas de Combate. Em 3 de fevereiro de 1962, a 13ª Cavalaria foi redesignada como 13ª Armadura, com os 1º e 2º Batalhões, 13ª Armadura, atribuídos à 1ª Divisão Blindada em Fort Hood, Texas.

Em 1971, o 1º e 2º Batalhões, 13ª Armadura, foram dispensados ​​da 1ª Divisão Blindada e designados para a 1ª Divisão de Cavalaria, que havia recentemente retornado do Vietnã para o Forte Hood e havia sido reorganizada de assalto aéreo para blindagem pesada. Em 24 de abril de 1973, o 2º Batalhão, 13ª Armadura, foi desativado. Em junho de 1974, o 1º Batalhão foi dispensado da 1ª Divisão de Cavalaria e voltou para a 1ª Divisão Blindada. O 1º Batalhão, 13º Blindado, serviu na 1ª Divisão Blindada até 16 de abril de 1988, quando foi desativado e dispensado da 1ª Blindada. Em março de 1987, o 2º e o 4º Batalhões, 13ª Armadura, foram ativados e atribuídos ao Comando de Treinamento e Doutrina do Exército dos EUA, onde serviram como unidades de treinamento na Escola e Centro de Armadura do Exército dos EUA em Fort Knox, Kentucky.

Após a inativação do 2º e 4º Batalhões no início de 1996, o 1º Batalhão, 13ª Armadura (1-13 Armor), foi ativado em 16 de fevereiro de 1996 em Fort Riley, Kansas, e atribuído mais uma vez à 1ª Divisão Blindada, desta vez para a 3ª Brigada da divisão. De janeiro a dezembro de 1997, 1-13 Armor serviu como parte da Operação Joint Endeavour na Bósnia. Durante seu tempo como soldados da paz nos Bálcãs, a Companhia A, 1-13 Armor, ganhou um Prêmio de Unidade Superior do Exército. Posteriormente, o batalhão participou de operações ao longo da fronteira Iraque-Kuwait (Operação Desert Spring) de maio a novembro de 2002.

Em 23 de fevereiro de 2003, 1-13 Armour recebeu ordens de implantação na área de responsabilidade do CENTCOM em apoio ao que se tornaria a Operação Iraqi Freedom. O 1-13 Armor entrou no Iraque em 29 de abril de 2003. O batalhão foi anexado à 3ª Divisão de Infantaria e assumiu o controle da área de Kadimiyah, no noroeste de Bagdá. 1-13 Armor conduziu operações de estabilidade e segurança até ser realocado em Fort Riley em 2 de abril de 2004.

Atualmente, 1-13 Armor está programado para participar de uma função de equipe de transição como parte da transformação do Exército em uma força modular. Os planos prevêem que a 13ª Armadura seja convertida de volta à 13ª Cavalaria, com dois esquadrões (1ª e 2ª) programados para servir como esquadrões de reconhecimento na 1ª Divisão Blindada.


Declaração do Presidente dos Estados Unidos (Roosevelt) no fim das hostilidades, 13 de março de 1940

O presidente também afirmou que as notícias dos bombardeios navais e militares soviéticos dentro do território finlandês foram um choque profundo de que, para grande desgraça do mundo, a atual tendência à força torna insegura a existência independente de pequenas nações em todos os continentes e põe em risco o direitos da humanidade ao autogoverno.

O presidente agora acrescenta à sua declaração de 1 de dezembro de 1939, dizendo que o povo da Finlândia, por seu valor insuperável e forte resistência em face das forças armadas esmagadoras, conquistou o direito moral de viver em paz e independência eternas no terra que defenderam tão bravamente.

O Presidente reitera que o povo e o Governo da Finlândia voltaram a aumentar o respeito e a consideração calorosa com que são tidos pelo povo e pelo Governo dos Estados Unidos, embora seja claro que em virtude de um ataque de um vizinho muitas vezes mais forte eles foram compelidos a ceder território e a aceitar um enfraquecimento material de sua própria defesa futura de sua independência.

O fim desta guerra ainda não esclarece o direito inerente das pequenas nações à manutenção de sua integridade contra ataques de forças superiores. Publicado no livro: Documents on American Foreign Relations, julho de 1939 a junho de 1940, vol. II. Fundação para a Paz Mundial, Boston, 1940. Página da história do presidente Roosevelt.
Takaisin historiasivulle.


Hoje na História da Segunda Guerra Mundial - 13 de março de 1940 e # 038 de 1945

80 anos atrás - 13 de março de 1940: O Canadá forma o Conselho de Invenções para processar sugestões de armas de civis.

O Canadá interrompe a fabricação de caminhões civis.

O nacionalista Punjabi Udham Singh assassina o ex-governador britânico Sir Michael O’Dwyer em Londres, em retaliação pelo massacre de Amritsar em 1919.

75 anos atrás - março 13, 1945: Os B-29s americanos lançam bombardeio contra Osaka, matando 4000 e destruindo 119 fábricas.

O 51º Hospital de Campo cruza o Rio Reno em Remagen, Alemanha, o primeiro hospital dos EUA a fazê-lo.

O rei Norodom Sihanouk declara a independência do Camboja da França (sob o domínio japonês), muda o nome do país para Kampuchea, restaura a escrita Khmer, encerrando a romanização da língua Khmer.


2ª Guerra Mundial em Hammelburg

Stalag 13 nasceu

Portões de Stalag 13, 1945

No verão de 1940, a extremidade sul do campo foi preparada para os prisioneiros de guerra das fileiras alistadas.

O acampamento foi chamado de & # xa0Stammlager XIII Cou Stalag XIII C para abreviar, e barracas de madeira foram construídas para abrigar prisioneiros de guerra de várias nacionalidades.

Prisioneiro de guerra australiano no Stalag 13

O terceiro homem à direita, linha inferior, é Arthur Hunt, sogro do colaborador da foto. Abaixo está o verso da foto, com o carimbo oficial Stalag XIII C.

Outro lado da foto

Aqui está um artigo interessante sobre um prisioneiro de guerra australiano e & # xa0 trabalho secreto & # xa0at Stalag 13.

Após a Batalha de Bulge em dezembro de 1944, várias centenas de oficiais americanos capturados foram enviados ao Oflag 13B. Mais americanos começaram a chegar de acampamentos no leste à medida que o exército russo avançava.

O Lager detinha mais de 30.000 prisioneiros de guerra, com os russos como o maior grupo. Conforme exigido pela Convenção de Genebra, diferentes nacionalidades foram alojadas separadamente.

Os prisioneiros juniores alistados, cabo e abaixo, foram obrigados a trabalhar. Esses prisioneiros de guerra foram designados para unidades de trabalho em fábricas, fazendas e florestas vizinhas. Eles viviam fora do acampamento e eram guardados por um batalhão de Guardas Internos (Landschützen).

O real & # xa0Comandantes do Stalag 13& # xa0entre 1940 e 1945 foram o tenente-coronel von Crailsheim, o coronel Franck e o coronel Westmann.


11 de março de 1940 é uma segunda-feira. É o 71º dia do ano e a 11ª semana do ano (assumindo que cada semana começa na segunda-feira) ou o 1º trimestre do ano. Existem 31 dias neste mês. 1940 é um ano bissexto, portanto, há 366 dias neste ano. A forma abreviada para esta data usada nos Estados Unidos é 11/03/1940, e em quase todos os outros lugares do mundo é 03/11/1940.

Este site fornece uma calculadora de data online para ajudá-lo a encontrar a diferença no número de dias entre quaisquer duas datas do calendário. Basta inserir as datas de início e término para calcular a duração de qualquer evento. Você também pode usar essa ferramenta para determinar quantos dias se passaram desde o seu aniversário ou medir quanto tempo falta para o nascimento do seu bebê. Os cálculos usam o calendário gregoriano, criado em 1582 e posteriormente adotado em 1752 pela Grã-Bretanha e pela parte oriental do que hoje são os Estados Unidos. Para melhores resultados, use datas posteriores a 1752 ou verifique quaisquer dados se estiver fazendo pesquisa genealógica. Os calendários históricos têm muitas variações, incluindo o antigo calendário romano e o calendário juliano. Os anos bissextos são usados ​​para combinar o ano civil com o ano astronômico. Se você está tentando descobrir a data que ocorre em X dias a partir de hoje, mude para o Calculadora de dias a partir de agora em vez de.


HistoryLink.org

Em 13 de março de 1937, o Twin T-Ps (mais tarde Power's Pancake House e Twin Teepees) foi inaugurado em 7201 Aurora Ave. N, perto de Green Lake. O edifício incomum apresenta dois pavilhões cônicos revestidos de metal, daí seu nome, que visa atrair a atenção dos motoristas que passam e se torna um marco instantâneo, embora não oficial. Essas estruturas, agora raras em Seattle, são classificadas como "arquitetura vernacular" porque seus designs idiossincráticos geralmente refletem peculiaridades individuais ou estratégias promocionais em vez de padrões convencionais.

O prédio foi projetado por Delland Harris e abrigava a sala de jantar principal na "tenda" do sul. Um artigo de pré-abertura em The Seattle Times descreveu sua sala de jantar como apresentando "uma enorme lareira aberta, coberta com conchas" em uma decoração inspirada nos designs dos índios americanos. O pavilhão norte continha a cozinha e um salão de coquetéis. Os banheiros estavam localizados no andar superior de uma estrutura do saguão que ligava as duas tendas.

A tarifa do Twin Teepees consistia em pratos americanos padrão. A costela tornou-se uma especialidade popular nas noites de sexta-feira nas décadas de 1980 e 1990.

Um Coronel na Cozinha

O Twin T-Ps foi operado pela primeira vez por Herman E. Olson. Passou por várias mãos antes de ser adquirida em 1942 por Walter Clark (m. 1990), que passou a construir uma rede regional de 22 restaurantes. Clark empregou um ex-companheiro de guerra, o coronel Harland Sanders, que trabalhou em sua famosa receita de "frango frito do Kentucky" na cozinha do Teepee antes de estabelecer seu próprio império de fast food (Tippetts).

O restaurante funcionou como "Powers Pancake House" entre 1959 e 1967. Seu nome original foi restaurado, embora explicitado como "Teepees" em 1976. O restaurante sofreu um incêndio em 31 de julho de 1997 e um incêndio mais grave em 1 de junho de 2000, fechou suas portas.

Em 31 de julho de 2001, no início da manhã, o restaurante foi demolido, apesar de seu lugar na história de Seattle e apesar do fato de que teria sido, sem dúvida, protegido sob preservação histórica. O senhorio Rob Pierides explicou que era muito complexo e caro para consertar.

Restaurante Twin T-Ps (Dell W. Harris, 1936), ca. 1937

Anúncio Twin T-Ps, década de 1940

Pancake Palace de Power (antigo Twin T-Ps), ca. 1965

Restaurante Twin Teepees (Dell W. Harris, 1936), 1997

Fontes:

Andrea Otanez, "Another Roadside Subtraction", The Seattle Times, 13 de dezembro de 2000, p. B-1 The Seattle Times, 12 de março de 1937, 1 de agosto de 1997 Ibid., 22 de abril de 1999 Ibid., 11 de agosto de 2000 P. E. Tibbetts (assistido por Dorothy K. Bestor e Mary Clark Crabtree), Sr. Restaurante (Seattle: Murray Publishing, 1990).


HistoryLink.org

Às 13h20 na sexta-feira, 13 de março de 1987, um B-52 Stratofortress e um KC-135 Stratotanker decolaram da Base Aérea de Fairchild (AFB) para praticar manobras aéreas para um show aéreo de 15 minutos agendado para domingo, 17 de maio, o Aeroespacial anual de Fairchild Dia. O show seria a estreia de uma nova equipe de acrobacias apelidada de Thunderhawks, ideia do General John T. Chain Jr., comandante-chefe do Comando Aéreo Estratégico (SAC). Seu objetivo era demonstrar as capacidades das grandes aeronaves da SAC por meio de uma série de rotinas empolgantes que incluíam uma simulação de reabastecimento de baixo nível, curvas de margem elevada e sobrevôos na pista. O Coronel Thomas J. Harris, comandante da 92ª Ala de Bombardeio na Base Aérea de Fairchild, havia recebido a responsabilidade pela criação e desenvolvimento dos Thunderhawks em dezembro de 1986.

O KC-135A-BN Stratotanker, nº 60-0361, tinha três pilotos instrutores a bordo: Tenente Coronel Michael W. Cornett, Capitão Christopher Chapman e Capitão Frank B. Johnson. Mas ninguém no solo em Fairchild sabia quem estava realmente no comando da aeronave quando ela decolou. Também estavam a bordo dois navegadores, o capitão James W. Litzinger e o primeiro-tenente Mark L. Meyers, e o operador da lança de reabastecimento, o sargento Rodney S. Erks.

O KC-135 tinha acabado de decolar da pista 23, em conjunto com o B-52, e estava executando uma curva acentuada para a esquerda quando repentinamente rolou de uma inclinação pretendida de 45 graus para quase 90 graus, paralisando os dois motores. a ala esquerda. A tripulação conseguiu nivelar a aeronave, mas ela estava voando muito baixo e lento para se recuperar. O avião caiu em uma área aberta ao norte da linha de vôo, atrás de três grandes hangares, errando por pouco os escritórios do esquadrão de bombardeio e reabastecimento da base. Ele derrapou através de uma cerca de segurança, através de uma estrada de acesso e matou o primeiro sargento Paul W. Hamilton, um membro dos Thunderhawks em seu dia de folga de voar, que estava sentado em seu carro observando. A aeronave viajou por mais 200 jardas, então atingiu uma torre de radar meteorológico não tripulado e pegou fogo. Durante a viagem, a cauda se separou da fuselagem, bem como das asas, motores e rodas. Uma asa, arrancada pela colisão com a torre do radar, pousou 50 metros além dos destroços em chamas.

Em minutos, as equipes de acidente de Fairchild estavam no local, lutando contra o incêndio causado pelo combustível derramado. O Aeroporto Internacional de Spokane, quatro milhas a leste da base, despachou um caminhão de choque e o Corpo de Bombeiros de Spokane mobilizou uma empresa de motores inteira para ajudar no combate ao incêndio. Por causa da fumaça tóxica e das explosões perigosas, repórteres e fotógrafos não foram permitidos nas proximidades do local. Os bombeiros levaram mais de três horas para extinguir as chamas e os pontos quentes do acidente. Os pesquisadores encontraram os corpos de cinco tripulantes na seção dianteira da fuselagem enegrecida. O corpo do sexto tripulante foi finalmente encontrado na noite de sexta-feira, emaranhado dentro dos destroços da cabine. Não foi descoberto imediatamente porque as equipes de recuperação estavam tomando cuidado para proteger o compartimento da tripulação para os investigadores de acidentes da Força Aérea.

Luto e investigação

No sábado, 14 de março, o coronel James L. Holmes Jr., vice-comandante da 6ª Ala Estratégica, Base Aérea Eielson, Alasca, reuniu um comitê de investigações de 13 membros em Fairchild e iniciou um inquérito formal sobre a causa do acidente. O conselho incluía nove oficiais da Força Aérea, dois homens alistados e um civil de outras bases do SAC. Uma grande parte do dia foi gasta visitando o local do acidente, ainda cheirando a combustível de aviação, onde destroços retorcidos foram espalhados por centenas de metros quadrados. A investigação incluiu autópsias nos corpos dos aviadores para rastrear o possível uso de drogas ou álcool.

Às 10:00 da manhã da terça-feira, 17 de março de 1987, um serviço memorial foi realizado na Fairchild AFB para homenagear os sete aviadores que morreram no acidente KC-135. A missa, realizada na capela da base, contou com a presença de mais de 600 pessoas. Os que não puderam se aglomerar na capela assistiram ao filme em circuito interno de televisão em um prédio adjacente. O coronel Harris, comandante de Fairchild, fez o elogio. A cerimônia de uma hora foi concluída com um toque de corneteiro, uma saudação de 21 tiros de um Guarda de Honra da Força Aérea e um Stratotanker executando um passe baixo sobre a capela.

Perguntas são feitas

Enquanto isso, o deputado norte-americano Norman D. Dicks (D-Bremerton), membro do Subcomitê de Defesa da Câmara, fazia perguntas incisivas sobre o acidente fatal. Ele disse que não sabia da existência dos Thunderhawks, que vinham desenvolvendo rotinas desde o início de janeiro, até ler uma notícia sobre o grupo pouco antes do acidente. Na visão de Dicks, o programa Thunderhawks foi diretamente responsável por causar a morte desnecessária de sete aviadores altamente treinados e indispensáveis ​​e a destruição de um avião de US $ 19 milhões. Ele queria que o Congresso examinasse se as equipes especiais de acrobacias representavam riscos inaceitáveis ​​para pilotos militares e aeronaves caras. O representante dos EUA Thomas S. Foley (1929-2013), um democrata de Spokane, juntou-se a Dicks para solicitar uma revisão formal dos programas de demonstração aérea. (O Congresso normalmente não microgerencia orçamentos e programas militares, no entanto, a supervisão do subcomitê às vezes ocorre quando surgem problemas específicos.)

The Spokesman-Review, um jornal diário de Spokane, entrevistou vários especialistas em aviação civil e militar sobre as capacidades do Stratotanker KC-135A e publicou os resultados. O consenso era que aeronaves grandes e pesadas como o KC-135 não deveriam ser usadas para acrobacias ou exercícios de baixa altitude. De acordo com Om Chauhan, supervisor de fabricação da Força Aérea na Boeing Military Aviation Company em Wichita, Kansas, o navio-tanque foi projetado para reabastecimento em alta velocidade e altitude, não para voos lentos em baixa altitude. “Aviões grandes como o KC-135 requerem mais tempo e impulso para se recuperar de perda de potência ou outros problemas, e voar próximo ao solo aumenta as chances de um acidente” (Corollo e Wagoner). John Galipault, presidente do Aviation Safety Institute, declarou: “É absolutamente espantoso que eles queiram demonstrar as capacidades do reabastecimento ar-ar tão perto do solo. Não está em sua missão. É tudo exibicionismo ”(Corollo e Waggoner). E um porta-voz do escritório do Secretário da Força Aérea afirmou que eles não sabiam do programa Thunderhawks até que o acidente aconteceu.

Na sexta-feira, 12 de junho de 1987, o Conselho de Investigação de Acidentes da Força Aérea divulgou um relatório oficial concluindo que a queda do KC-135, ocorrida logo após a decolagem, foi causada por uma esteira de turbulência do B-52 com o qual realizaria os treinos aéreos acrobacias. O petroleiro estava atrás e em um ligeiro ângulo com a trajetória de vôo do bombardeiro, ultrapassou seu ponto de viragem e começou uma rotação de 45 graus para a esquerda para voltar ao curso. Quando o KC-135 inadvertidamente atingiu a esteira do B-52, o avião de repente rolou para quase 90 graus e estava voando muito baixo e lento para permitir uma recuperação. De acordo com o plano de vôo, o KC-135, com a barreira de reabastecimento estendida, executaria um passe a aproximadamente 500 pés, com o B-52 seguindo a 200 pés. Durante a demonstração, o navio-tanque nunca foi projetado para voar abaixo de 100 pés acima da trajetória de vôo do bombardeiro.

Circo aéreo reconsiderado

Como resultado da queda do KC-135 em Fairchild AFB, a Força Aérea cancelou todos os programas programados de demonstração aérea do SAC e a equipe Thunderhawks foi oficialmente dissolvida. O secretário da Força Aérea, Edward C. Aldridge Jr. prometeu ao Congresso que não usaria aeronaves pesadas, como bombardeiros e tanques, em manobras arriscadas para shows aéreos. O Comando de Combate Aéreo (ACC) posteriormente desenvolveu regulamentos que afirmavam que aeronaves pesadas executam apenas passagens de nível em linha reta sobre um ponto fixo durante shows aéreos, a uma altitude mínima de 500 pés acima do nível do solo, por não mais que quatro aeronaves, e não envolvendo acrobacias . Qualquer desvio dos regulamentos deve ser revisado e autorizado pelo Comando de Combate Aéreo.

Os militares formaram “equipes de demonstração aérea”, como os Thunderbirds da Força Aérea e os Anjos Azuis da Marinha, que voam poderosos caças a jato para aumentar o recrutamento e o moral e dar ao público a oportunidade de ver a habilidade e profissionalismo dos pilotos e tripulações. Os programas, no entanto, custam aos contribuintes milhões de dólares anualmente e têm sido responsáveis ​​por inúmeras fatalidades, bem como pela destruição de aeronaves caras. Mas o Departamento de Defesa valoriza os circos aéreos, pois aumentam a percepção do público sobre os militares, e atualmente não tem planos de mudar sua política em relação aos shows aéreos.


5 de julho de 1918 - a ofensiva alemã de primavera tem sucesso total e os aliados são empurrados para dentro da França.


1 de agosto de 1918 - as forças alemãs e austríacas lançam uma ofensiva para separar os aliados, ela consegue e os britânicos consideram a retirada da França.


1 de setembro de 1918- Paris cai após um curto cerco e depois de ser abandonada por todas as forças não francesas.


12 de novembro & # 160 1918- França se rende e o Tratado de Chartres é assinado com a França cedendo grande parte de sua fronteira oriental com a Alemanha para os alemães.

Os belgas também estão presentes e cederam metade do seu país aos alemães e metade da Sabóia foi transformada em um estado independente no sudeste.


1 de dezembro de 1918 - as tropas alemãs marcham através da Sabóia para a Itália, pegando os italianos desprevenidos, que estão principalmente ocupados lutando contra os austríacos nos Alpes.


5 de janeiro de 1919 - a Itália assina o Tratado de Ravenna com as Potências Centrais cedendo a Savoy oriental para a nova nação de Savoy, criada como uma barreira para enfraquecer a Itália e a França.

30 de novembro de 1919 - Os Estados Unidos e o Reino Unido assinam um tratado de paz com as Potências Centrais, estabelecendo um status quo e encerrando a Primeira Guerra Mundial.


1 de dezembro de 1920- Este é um momento de agitação entre as colônias das potências derrotadas e o Reino Unido vê rebeliões na Irlanda e na Índia, enquanto a França enfrenta uma rebelião brutal na Argélia.

5 de março de 1920- Um jovem capitão de nome Joseph Renauld Chastien ganha fama ao tomar a fortaleza dos rebeldes argelinos em desvantagem numérica de três para um. A partir desse ponto, ele segue seu caminho através das fileiras rapidamente.


Janeiro de 1920- Estes são bons tempos em casa para os países ocidentais e as economias crescem.


1 ° de março de 1920 - O Reino Unido é incapaz de subjugar os rebeldes irlandeses fora do norte e permite que a maior parte da Irlanda tenha sua independência.


20 de março de 1920 - Sendo a única potência central que teve que se render aos aliados, os otomanos enfrentam distúrbios na Síria e no Iraque.


1925- Mussolini, ex-primeiro-ministro, torna-se o ditador de uma nova Itália fascista.

5 de janeiro de 1925 - Com medo dos rebeldes sírios se espalhando para o norte do Levante, a França envia uma força para ajudar os turcos.

Agora o Coronel Chastien mostra mais uma vez sua destreza em derrotar grandes forças e ganha mais glória.


20 de janeiro de 1925- Após uma longa série de guerras, a recém-criada União Soviética finalmente esmaga os rebeldes na Ucrânia que tentaram formar um estado livre após o início da guerra civil russa.


5 de março de 1925 - Os rebeldes na Índia finalmente se rendem e a Índia é mantida pelo império britânico.


October 29 1929- Great depression begins after world stock markets collapse. This begins the de-establishing of many western countries.

January 1st 1930- Due to pressure in Germany caused by the depression the kaiser steps down and allows Germany to become a constitutional monarchy with an elected chancellor being the head of state.


June 5th 1930- Germany and the UK form an economic pact to help recover their economies from the depression.


January 8th 1931- Pressure in France creates riots and masses of bread lines as well as fights between Italian inspired Fascist and Soviet inspired Communist.


April 1st 1931- The military in France faces a dilemma in what to do about the current situation. They end up agreeing with now Lieutenant General Chastien that they will help the needy and execute the Communist demonstrators.


June 5th 1931- The battle of Rouen Normandy happens when French forces under General Chastien fires on the largest Communist group in the country during a riot. The rebels fire back but are destroyed with great losses.


June 20th 1931- Outraged by events in France the British PM announces that they will revoke their alliance with France and gain closer ties to Germany.


July 1931- The French Communist decide to surrender to the government after clashes all over the country.

December 1931- General Joseph Chastien marches into Paris with the army and is declared Consul for life - becoming dictator of a Fascist military controlled France.


February 1932- France and Italy create the Mediterranean defense pact.


March 1932- Slovene nationalist revolt from Austria and control most of the southern part of the country.


June 20th 1932- Austro-Hungary is near collapse and they beg Germany and the UK for help.

Meanwhile, France sends munitions to the rebels to punish the Austrians for helping Germany in the great war.

July 5th 1932- Moldovian and Bessarbian rebels in Eastern Romania defeat the Austrians badly and they decide to let the rebels have their own state of Moldovia.


November 1st 1932- Austro-Hungary ends there civil war by allowing the south to succeed as Yugoslavia.

February 15th 1933- Yugoslavia joins the Mediterranean defence pact with France and Italy.


March 15th 1933- Chastien demands France be allowed to reoccupy Burgundy along the new German border. The allies give in without much concern.


February 1934- France and Italy begin huge military buildups in secret unknown to the UK or Germany.


July 5th 1934- Chastien demands the annexation of Western Savoy whose French patriots have protested for months to be allowed to rejoin France.

The United Nations, seeing that the majority of the targeted country wants reunification, allows it.


October 1934- Eastern Savoy is guaranteed its freedom by the UK and Germany As they realise they must draw a red line somewhere.


17th July 1936- The Spanish civil war begins as Generalissimo Franco invades from Morocco.

25th October 1936- The United Kingdom and Germany decide not to support either faction in Spain but still send small arms to the republican forces.


January 20th 1937- France and Italy send tanks and planes to Generalissimo Franco's force in Spain allowing him to gain a great advantage vs the republicans.


May 5th 1937- A French volunteer battalion equipped with improved Char B 1s with greater fuel efficiency are sent to Spain for battle testing.


September 1937- Polish secessionists in eastern Germany riot and assassinate German regional officials.

French troops invading Germany

December 5th 1937- France and the Soviet Union make a pact to help one another if either country ends up in a war against Germany.


March 8th 1938- Spanish nationalist forces under Franco finally crush the republicans with lots of help from France and Italy.

After the victory Spain joins the Mediterranean Defence pact.

June 8th 1938- Italy invades Eastern Savoy and the UK and Germany declare war on Italy as a result.

Char 1B rolling towards the Rhine

June 10th 1938- After goading the Italians to begin the war the French launch a huge invasion of Germany and quickly reclaim the territories lost in WW1 and push the Germans to the Rhine.

On this day the UK also goes to war with France and the Soviet Union prepares an invasion of Eastern GermanyPoland.

Blue Mediterranean Defense pact vs Red Allies

July 5th 1938- General Chastien convinces the Netherlands that they will receive all of Flemish Belgium as a reward if they support him by declaring war and being a distraction for Germany as French troops prepare to go over the Rhine.

July 15th 1938- French army group B in the center clashes with the central part of the German defending armies and the resulting battle of Andernach and the French won the battle after three days and sustaining twice as many casualties.

August 10th 1938- Italian and Yugoslav troops invade southern Austria meanwhile the Italians fail to invade Egypt which is occupied by the British and they are pushed back to Sidi Birani.

September 1st 1938- Bombing of Munich by the French is the first major city bombing aimed at destroying ordnance rather than at military units. It kills 30,000 civilians.

September 20th 1938-  As Spain prepares to send re-inforcements to North Africa and assist the French-Italian force there.  They hear that Cuba is having pro-Spanish demonstrations and wanting Cuba back they ship supplies to the rebels.

October 5th 1938- The United Kingdom air raids northern France heavily for the first time in the war. This begins the air battle over the English Channel.

November 3rd 1938- Revolution in Quebec begins as they refuse to take arms against France and Canadian troops prepare to use all means necessary to stop a rebellion.

November 8th 1938- Adolf Hitler unveils his painting of the bombing of Munich and it awes the German chancellor Herman Khun so much that he buys it for 8000 marks in an auction.

December 5th 1938- After crossing the Rhine horrible conditions bog the French down and they fail to take Essen and begin a siege of it and the rest of the major Rhineland cities that are in German control.

January 1st 1939- After receiving sufficient British and Canadian re-inforcements, Allied command unleashes and counterattack against the French and it retakes half of the fallen cities and pushes the French back to the river in some places.

January 20th 1939- The battle of Koln ends the allied winter offensive as the French under Adrian Chastien (the Consul's brother) defeats the Allies giving them heavy losses and the clearing skies allow French air superiority to wreak havoc on the Allies.

February 2nd 1939- Combined Med Defence pact forces push back the British in North Africa to outside Tobruk were they prepare to defend the city.

February 5th 1939- The Ottoman Empire formally joins the war on the French side and they invade British Palestine unsuccessfully.

March 10th 1939- Cuban pro-Spanish rebels succeed in obtaining control of Cuba and the United States mobilizes and tries to find a culprit for who armed the rebels so well.

March 20th 1939- As the final snow of the season melts the French prepare another assault into Germany.

March 25th 1939- Although their peer pact with France required the Soviets to assist them in the war with Germany the Russian invasion of German Poland and the Baltics didn't begin until now and it opens up a second front of the war.

April 15th 1939- Being forced to divert troops to fight the Russians the Germans and allied troops are put in a worse position as the French push towards central Westphalia.

May 5th 1939- With Russian and Turkish assistance the Baltic front of the war starts to collapse for the Allies and Austro-Hungary is overrun and Vienna is encircled while Prague is maintained after a brutal close battle.

June 5th 1939- The fall of Dortmund and the French advance all the way to Bielefield. This campaign is a huge loss to the allies as they suffer three to one losses to the French.

July 1st 1939- Japan joined the war on the allied side and invades French Indochina.

August 10th 1939- The Russian advance is defeated at Königsberg where they suffer a huge defeat that wrecks half of their air power and armor of the northern front.

August 15th 1939- The Germans unveil their new tiger tanks on the eastern and western fronts designed to take out Russian KVs and French Char B series tanks they are a great success but not yet available in large numbers.

August 30th 1939- The French are halted at the battle of Oldenburg were German and Canadian troops Inflict massive losses on them including 80 Renault tanks and 8000 men.

September 1st 1939- The allies in the Battle of Jever on the East Friesian coast defeat the Dutch soundly whose armor consist of mostly outdated French supplies from the pre-war era causing the Dutch to retreat all the way to Wilhelmshaven.

September 10 1939- Cuban nationalists bomb the Florida Keys using Spanish supplied biplanes. After this, the United States votes to declare war on the Spanish and French.

October 30th 1939- Large supplies of American Shermans and Springfield rifles reach the allies in Germany and in North Africa.


November 2nd 1939- American troops under General Bradley invade Spanish Morocco and defeat the Spanish soundly. After this the French in Algeria scramble to react.

November 5th 1939- German and allied forces counter attack the Yugoslavs and Italians in Austria pushing them out but they stay entrenched with some Russian help in Czechoslovakia.

November 15th 1939- As winter returns and American troops pour into Germany the allies prepare another winter offensive to try to reclaim some land.

November 20 1939- As American warplanes mass in Britain in large numbers the bombing of France intensifies and it damages French war production much greater than French bombings do the allies.

December 2nd 1939- All out allied offensives in North Africa push the Med Defense forces to Tunisia were they entrench to try to hold out.

December 10th 1939- Allied offensives in Germany pushes the French well back into the Rhineland but it is halted at the battle of Castrop.

December 20th 1939- The new French heavy tank a char B2 upgraded with a 88 mm gun is unveiled as the Jacques tank is effective in direct fights vs tigers but can France build enough to give them armor superiority?

January 5th 1940- The fall of Tunis as the French colonial army finally surrenders along with the Italians. Meanwhile, the British invade and overrun the French Levant and Syria.

February 15th 1940- American and Canadian forces invade southern Spain while the British invade from the south east.


February 18 1940- After facing mild resistance American troops overwhelm and crush the Spanish at Sevilla losing only 1000 men to 5000 Spanish and another 3000 captured.

February 20 1940- The British marching from Murica fight there way to Granada linking up with the Americans and pushing the Spanish out of far southern Spain easily.

March 1st 1940- Fearing that Spain will collapse Consul Chastien sends 15 French divisions to boost up the Spanish defence.

March 10th 1940- Allied forces in Spain go north from their positions and they meet heavy resistance at Cordoba.

March 20th 1940- German forces in Poland stop the Russians advance at Warsaw and this halts the last major MDP advance in Eastern Europe.

March 25th 1940- Chastien holds a war conference with his allies and attempts to make an agreement on not accepting terms with the opposition unless all powers agree. He fails to convince the Soviets or the Turks but he gets the Spanish and Italians to agree.

April 1st 1940- Nearing the Dutch border allied forces in Germany begin preparing a possible invasion of the Netherlands.

April 8th 1940- Anzac and British forces in the Mid East invade Turkey and the sultan is killed in a riot shortly afterwards. This is an obvious sign the Ottoman Empire is falling apart from within and out of its borders.

April 20th 1940- Allied forces in Spain push their way to Toledo were Franco-Spanish forces set up a line under General Henri Rochambou.

April 25 1940- American troops under Omar Bradley fail to get through the Rochambou line near Toledo. They lose 3000 men and some equipment in the attempt.

May 15 1940- In Spain Generalissimo Franco Decides to raise a militia out of those too young or old for normal service so he will have enough men to attempt a counterattack Gen Rochambou agrees with the militia but argues against a counter attack.

June 1st 1940- George Patton takes command of American forces in Spain and he crushes the Spanish counterattack with little restraint.

June 10th 1940- German and Canadian forces invade the Netherlands through East Friesland they push their way to Leuuwarden without much trouble and the Dutch forces block the bridges near Arnheim to slow them down.

June 30th 1940- General Rochambou desperately tries to hold the defences at and around Toledo as the allies under Patton surround and barrage him.

July 8th 1940- Patton breaks the defences at Toledo and the Americans defeat the Franco-Spanish badly causing Rochambou to surrender with his 15 French divisions.

July 30th 1940- With the greater part of Franco's army lost at Toledo all he has in reserve in Madrid is militia and they are Defeated by Canadian forces who assault and overwhelm the city. after its loss Franco flees to Salamanca.

August 1st 1940- With events in all fronts being reversals Chastien decides to send one more army group of ten units to Spain to try to hold his nearest allied country together.

August 10 1940- the Battle of Madrid begins as Anglo-American forces push to encircle the outnumbered Franco Spanish units.

August 15th 1940- Battle of Madrid continues as the encirclement nears completion,

meanwhile Spanish Militia surrender in droves as American tanks close in on them.

August 20th 1940- Anglo-German forces under Mannstein Attempt to Capture Arnhem but the Dutch forces prevent them by destroying the bridges.

leaving the Allies with only part of the city.

August 25th 1940- The decision is made by local Belgian Wallons to form Belgian units to help the French cause in the war Chastien's war cabinet accepts the deal and ten battalions are raised and sent to the Dutch theater Fleming units are also raised to fight alongside the Dutch army in the northern theater.

August 30 1940- Seeing the Dutch forces are too entrenched in the north the Germans try to push from the south and meet Franco-Dutch units at Borken Germany Were they push them into the Gelderland border.

September 3rd 1940- General Piedmont Commander of the French forces in the Madrid area Surrenders and ten of the French Divisions that were sent earlier go with him. This is a immediate sign that Fascist Spain is doomed.

September 10 1940- Franco's cabinet resign and surrender to the Allies as it happens Franco himself flees north to Zaragoza and allows the French to Declare martial law in whats left of Spain that they control.

September 15th 1940- German troops breakthrough at Arnhem after approaching from northern Germany the Dutch forces in the area are now surrounded but they offer resistance to the last Fearing German annexation if their country were to fall.

September 25th 1940- Mussolini sends Emergency Units to southern France to bolster the MDP forces in the area against possible allied incursion.

September 30 1940- Franco Spanish forces build and continue to build up a entrenched line of defences from San Sebastian to Barcelona.

October 2nd 1940- Allied forces all out assault the Barcelona line and fail to gain much ground.

thus plans are set forth on how to damage the MDP forces in other fronts.

October 15th 1940- ANZAC forces along with Americans invade and capture Sicily.

October 20th 1940- the Allied buildup in Sicily for a invasion of Italy begins seeing that southern France is too well defended at the time and the bulk of the MDP forces are in that theater Italy seems like possible easy pickings,

October 25th 1940- German forces reclaim the area from Essen to Dusseldorf pushing the thinly stretched French line farther into West Germany.

November 1st 1940- Anglo-German forces push towards Utrecht as Flemish and Belgian re-inforcements arrive in time to help build up the defense.

November 5th 1940- Allied invasion of Italy begins with the Italians rapidly losing territory and further thinning the French army out Chastien sends a couple of French divisions to help defend Italy.

November 10th 1940- The stalemate on the eastern front ends as German-PolishGerman Forces push all the way to Minsk then the Russians unsuccessfully attempt to retake Minsk.

November 15 1940- Stalin backs out off the MDP and agrees to a cease fire with the deal that the soviet union isn't to lose any territory from the conflict.

November 30 1940- Allied troops push upwards into Italy and defeat the Italian-French forces at Naples.

December 4th 1940- Anglo-German forces prepare for a attempt to break through the German-French front as troops pour in from the recently ended eastern front.

December 8th 1940- Chastien creates a new militia named the Old Guard after the famous Napoleonic unit.

it is comprised of those to old for regular military service and the mentally handicapped.

December 10th 1940- As Hilversum and Neeuwigen falls Utrecht is surrounded and Prime Minister de Geer decides to surrender his country to the Allies instead of continuing the futile defence of the Netherlands.

following this the Belgian forces are withdrawn to there own country to prepare its defense.

December 20 1940- the Germans invade hard and the French lose the area from Saarbruken to cologne now the front line in the German theater is around Aachen.

December 29th 1940- As a horrible winter storm disables allied air superiority Chastien himself takes over the the German theater Army and launches a counter attack to retake the Rhineland industrial area. The French push on for days and this battle is a set back for allied command.

January 12th 1940- Rome surrenders to the Allies and Mussolini is forced to flee north.

January 20th 1941- Just as the French were about to overrun Dusseldorf the skies clear up and Allied Air superiority pounds the French into a fast retreat.

February 5th 1941- The Anglo-German forces with fresh troops from the east Push the French back to Aachen and prepare to invade Belgium.

March 1st 1941- Under Patton's command the Barcelona line is finally broken and the Allies push to the southern border of France.

March 5th-June 10th 1941 Allies build up for a invasion of Normandy with a simultaneous invasion from southern France and Germany.

March 20 1941- Belgium surrenders to the Allies after a month long invasion France is now alone in the war and surrounded on all sides.

June 15th 1941- Invasion of Normandy- The Allies under Montgomery and Bradley land on the north coast of France and encounter heavy resistance but the French are simply overwhelmed and within hours the beaches are secure.

June 20th 1941- German invasion of the Alsace Lorraine area Chastien places Henri Renault as the commander of French forces in the eastern theater.

June 25th 1941- Allied invasion of Southern France through Spain commences And Patton pushes to Toulouse were he is repulsed with heavy losses Showing that Chastien's France will not fold easily.

July 10th 1941- Caen falls to the British and the Americans take Averanches.

July 15 1941- German Forces under Rommel Push to Nancy were they fail to overcome the cities staunch Defense.

July 20 1941- Chastien takes command of the Army of the Norman Defense front and uses his military Skills to stall the Allies but he is very low on supplies and France's economy is in shambles.

August 10th 1941- After the fall of Italy the collaboration government decided to join the Allies cause and they allow a Italian-Canadian invasion of France through their border which was pre-war Savoy and the Savoyese French units put up Extreme resistance resulting in a stalemate.

August 20th 1941- Fall of Nancy to the Germans Metz is surrounded and Renault escapes by airplane to Chalons.

September 5th 1941- Fall of Rouen to the allies. Chastien Raises yet a new militia out of the underage and even women that want to join in. They are called the Free Corps.

September 10th 1941- Battle of Chalons Renault takes personal command of the French forces and is shot in the arm and later stabbed by a Germans bayonet After the fighting ends the French are routed and Renault is captured.

September 20 1941- after a campaign that takes them from Toulouse to outside Lyon the Americans under Patton are finally stalled as The Old guard general Phillipe Dumanne Holds them off with the remnants of the French southern front.

October 5th 1941- The savoy front crumbles and Italian-Anzac forces take the entire area from Marseille to Grenoble.

October 15 1941- Brittany falls to the Americans after Months of fighting.

October 20 1941- Allied and German forces push on Paris from all directions Chastien pulls his pistol out and Leads from the front it is a very desperate gambit and he is shot up by a Canadian fighter plane before he gives command to his brother Luis Chastien and then kills himself to end his misery.

November 3rd 1941- After both sides suffered tens of thousands of losses the Germans take the French center of government and Luis Chastien surrenders unconditionally.

November 5th 1941- World War 2 ends.


December 20th 1941- The Allies decide to split France up into seven pieces And take part of France and part of the Netherlands and giving them to Belgium.

February 5th 1942- With Europe left in ruins and the former combatants low on funds There is widespread unrest in areas dominated by minorities and such Hungary votes to secede from Austria this year.

June 10th 1942- Communist guerrillas cause trouble in northern France were German peacekeepers deploy to put them down.

March 5th 1943- Widespread French unrest in the areas Germany annexed from World War 1.

June 8th 1943- Hans Kruger is elected chancellor of Germany he brings a policy of giving autonomy to the French-dominated areas of the west.

August 15th 1943- Communist rebels overthrow the new government of Hungary and The Austrians are to Weak to provide support So it is left to the Germans to either help or allow Communism to gain a foothold in Eastern Europe.

September 5th 1943- Stalin sends Soviet units to help the Communist in Hungary crush the remnant governments army This outrages The leaders of Western Europe but Not wanting another war they let it pass.

October 10th 1943- Unrest in Poland leads to Greater freedoms and autonomy in German Poland.

December 12th 1943- The French states ask the League of Nations for approval to form a loose league for co-operation and the French League gets approved.


Assista o vídeo: El signo del Zorro