Midway AG-41 - História

Midway AG-41 - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Meio caminho eu
(AG-41: dp. 2.250 (lim.); 1. 238'8 "; b. 33'8"; dr. 16'0 ";
s. 11,5 k .; cpl. 86; trp. 300; uma. 1 3 ")

O primeiro Midway, construído em 1921 como Oritani por Todd Shipyards Corp. Brooklyn, N.Y. e renomeado Tyee em 1939; foi adquirida pela Marinha em um aluguel de casco nu através da WSA da Alaska Transportation Co., Seattle, Wash .; e comissionado no Puget Sound Navy Yard em 10 de abril de 1942.

Classificada como auxiliar geral, a Midway operava ao longo da costa do Pacífico entre portos do noroeste dos Estados Unidos e bases americanas no Alasca e nas Aleutas. Em janeiro de 1943, ela partiu para Pearl Harbor e transportou tropas, provisões e equipamentos entre as ilhas do Pacífico central. Renomeado Panay em 3 de abril de 1943, ela retomou a administração do Alasca no verão e continuou este serviço vital para unidades militares e navais no extremo norte até o final da guerra.

Panay foi desativada em 24 de maio de 1946 e foi devolvida ao seu proprietário.


Conexão no meio do caminho

Eu não tinha voado muito pelo Aeroporto Midway de Chicago até recentemente. Então, a Southwest Airlines começou a oferecer voos em meu aeroporto local e muitas de suas conexões passavam por Midway. Sempre odiei voos de conexão & # 8212 e voos em geral & # 8212, embora admitisse uma preferência pela Midway em vez da O & # 8217Hare. Eu nunca pensei sobre seu nome, no entanto.

Midway

Chicago, Illinois, parecia ser um local perfeito para um aeroporto chamado Midway, sendo localizado quase no meio do continente (mapa). Foi aí que pensei que o nome levaria como o artigo Definitely Halfway. Eu estive errado tantas vezes antes que não deveria me surpreender mais quando algo dá uma virada estranha. Este ainda me pegou desprevenido. Começou a funcionar como Aeroporto Municipal em 1927. O nome mudou para Midway em 1949, não devido à sua geografia, mas para homenagear a Batalha de Midway.

& # 8220Em maio de 1942, o almirante japonês Isoroku Yamamoto tentou atrair a Frota do Pacífico dos Estados Unidos para uma batalha onde poderia subjugá-la e destruí-la. Para conseguir isso, ele planejou uma invasão da Ilha Midway, que forneceria uma base para atacar o Havaí. Usando interceptações de rádio japonesas descriptografadas, o almirante Chester Nimitz foi capaz de conter essa ofensiva. Em 4 de junho de 1942, aeronaves americanas voando da USS Enterprise, USS Hornet e USS Yorktown atacaram e afundaram quatro porta-aviões japoneses, forçando Yamamoto a se retirar. A Batalha de Midway marcou a virada da Segunda Guerra Mundial no Pacífico. & # 8221

O Atol de Midway marcava um ponto intermediário aproximado entre a América do Norte e a Ásia (mapa), daí o nome.

Navios intermediários

A Batalha de Midway inspirou outros nomes? Sim, claro.

Há alguns meses, meu trânsito pelo Aeroporto Midway me levou para San Diego, Califórnia. Sempre gostei de San Diego e de sua orla no centro. Os visitantes podem ver muitas atrações, incluindo o Museu USS Midway. É um porta-aviões antigo convertido em uma enorme exposição flutuante.

O Naval History and Heritage Command & # 8217s Dictionary of American Naval Fighting Ships mencionou três navios com o nome Midway. A War Shipping Administration colocou pela primeira vez um cargueiro privado em serviço em 1942, batizando-o de Midway (AG-41). Ele operava principalmente ao longo da costa do Pacífico e mais tarde se tornou o Panay porque a Marinha queria usar o Midway para um navio mais importante. Aquele primeiro Midway recebeu o nome do atol de qualquer maneira, não da batalha, então a batalha precisava ser comemorada. O segundo Midway (CVE-63), um porta-aviões de escolta, recebeu seu nome em 1943 e definitivamente honrou a batalha. Seu nome mudou em 1944, entretanto, um porta-aviões ainda maior poderia se tornar o Midway. O segundo Midway tornou-se o St. Lo para homenagear Saint-Lô, uma cidade na França na mira da Invasão da Normandia. Um ataque kamikaze afundou o St. Lo na Batalha do Golfo de Leyte.

O Midway final (CVE-63) acabou se tornando o museu que enfeitou a orla de San Diego (mapa). Seu comissionamento veio alguns dias tarde demais para a Segunda Guerra Mundial. No entanto, serviu valentemente por quase meio século depois. O Midway encerrou seu serviço como a nau capitânia da frota do Golfo Pérsico durante a Operação Tempestade no Deserto, antes de seu descomissionamento em 1992.

Midway Streets

Não consegui verificar todas as Midway Street para ver se remontavam à Batalha de Midway. Isso envolveria milhares de pontos de dados. No entanto, encontrei um subúrbio de Adelaide, no sul da Austrália, chamado Elizabeth East. Os nomes das ruas refletiam a batalha. Muito rapidamente, avistei Halsey Road, Nimitz Road, Hornet Crescent, Saratoga Road e, claro, Midway Road. Houve muitos outros. Isso refletia os comandantes e navios dos vencedores. Eu me perguntei quantos dos quatro mil residentes de Elizabeth East & # 8217s entenderam o tema.

Deve ter havido mais. Não consegui encontrá-los. Eles foram perdidos entre muitas outras ruas chamadas Midway por outros motivos.

Midway Theatre

No entanto, encontrei um cinema interessante que foi inaugurado em 1942. Thomas White Lamb projetou esta maravilhosa estrutura Art Moderne localizada no bairro de Forest Hills em Queens, Nova York (mapa).

& # 8220 [Ele] foi nomeado após a batalha da Segunda Guerra Mundial, inaugurada no final daquele ano como um teatro de tela única com 1.933 lugares, mas foi convertido em um multiplex de nove telas quando a United Artists assumiu o controle do edifício em 1998. & # 8221


Espião x espião na PETA, o debate cruzado do SeaWorld continua

Sobre “SeaWorld usou mais espiões, PETA diz,” 17 de julho): Por que PETA está tão bravo que SeaWorld espionou a organização?

Não é essa a mesma tática que a PETA usa, enviar pessoas para um negócio ao qual se opõe e, em seguida, divulgar fotos secretas para a mídia? Acho que a PETA pensa que é injusto apenas quando é o alvo.

Espere mais batalhas legais pela cruz

Política de cartas e comentários

O U-T dá as boas-vindas e incentiva o diálogo da comunidade sobre assuntos públicos importantes. Visite esta página para obter mais detalhes sobre nossa política de cartas e comentários.

  • Envie um e-mail para [email protected]
  • Correio: Andrew Kleske, editor de divulgação do leitor
    San Diego Union-Tribune
    P.O. Box 120191
    San Diego, CA 92112-0191.

Desde 1991, vários processos judiciais consideraram a cruz inconstitucional. Mas a cidade de San Diego, a Mt. Soledad Memorial Association e entidades religiosas, locais e nacionais, usaram subterfúgios, reescrever a história, calúnias e mentiras descaradas para manter a cruz no Monte Soledad.

Alan West contribuiu com uma mentira em escala nacional ao escrever um artigo intitulado “Ativistas ateus cospem no olho de Deus”, em dezembro de 2013. O querelante era um veterano de guerra judeu.

Atualmente, há uma mudança para colocar um asterisco ao lado dos nomes dos atletas que trapacearam durante suas carreiras. Sugiro que seja colocado um asterisco próximo à venda atual do terreno no Monte Soledad.

União não deve interferir no negócio

Com relação ao “negócio de $ 350.000 com Tommy Bahama fracassa” (23 de julho): Como o sindicato dos salva-vidas pode rejeitar um patrocínio de $ 350.000? O sindicato faz a política e administra a cidade ou são os funcionários municipais?

Os salva-vidas trabalham para a cidade de San Diego, e não o contrário.

Esforços para silenciar a oposição são errados

Democrata e hipócrita são substantivos. Na política americana, eles também podem ser sinônimos. Entra Francine Busby com a ideia do prefeito Faulconer falando na conferência ALEC (“Esperançosos do Partido Republicano, protestos no evento”, 23 de julho).

Busby afirma que a ALEC se opõe ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, ao controle de armas e apóia as duras leis de imigração. Por esse motivo, Busby acha que os milhões de americanos que se opõem a suas opiniões pessoais não deveriam ter voz.

Busby acrescenta ALEC "é apoiado pela máquina de dinheiro de direita dos irmãos Koch." Aposto que Busby não pensa o mesmo em relação à "máquina de fazer dinheiro de esquerda" Irwin Jacobs. Meu palpite é que Busby está espumando pela boca aguardando seu convite ("Hillary Clinton para fazer campanha em San Diego", 23 de julho) para a mansão de Jacobs em La Jolla em 7 de agosto para rastejar no trono de Hillary Clinton.

O debate continua sobre o acordo com o Irã

É horrível que em sua seção Sunday In-Depth (19 de julho) você publicasse apenas um porta-voz ocidental para o argumento de Obama / Kerry sobre o acordo com o Irã.

As pessoas que realmente se preocupam com suas ramificações são: 1. O subconjunto de judeus americanos que se dedicam à sobrevivência do povo judeu 2. Os árabes da Jordânia, Egito, Arábia Saudita, Líbano e Síria e 3. Os cidadãos de Israel, Árabe e Judeu.

Nenhum signatário deste “acordo” tem pele no jogo. Quem são os aiatolás que vão usar suas armas nucleares? China? Rússia? Japão? Alemanha? Nós? Não até que recebam seus mísseis intercontinentais.

Enquanto isso, quem eles vão gastar sua riqueza recém-descoberta atacando com armas convencionais? Apenas seus vizinhos do Oriente Médio precisam se preocupar.

Sobre “Cartas: Fazendo acordos com o Irã” (18 de julho): Tentamos a pseudo-democracia, ditaduras fantoches e lutamos contra a ideologia fundamentalista com bombas, balas e o sangue de nossos próprios jovens heróis - tudo com resultados e consequências desastrosos.

Acredito que é hora de verificar as soluções diplomáticas, como as propostas no acordo com o Irã, e apoiar sua implementação.

A guerra perpétua não é a resposta. Vamos dar uma chance à paz.

Onde está a indignação com esse desperdício de dinheiro?

Ninguém mais está indignado com o fato de a UC San Diego, uma universidade pública, estar gastando US $ 30 milhões em direitos de nomenclatura para uma linha de bonde? Não há justificativa para tal desperdício maciço de financiamento por uma instituição pública, mas aqui estamos nós depois que foi anunciado, sem indignação pública, sem relatório U-T Watchdog.

Tornamo-nos tão insensíveis ao desperdício de milhões de pessoas que nem nos importamos mais?

Os leitores precisam de equilíbrio, mesmo nos desenhos animados

Concordo com os autores de duas cartas sobre a tira La Cucaracha “Tirar a política das páginas engraçadas” (18 de julho).

O trabalho não é a notícia, mas sim a escolha de colocação do U-T. A tira atraiu tanta ira de seus assinantes que agora deve ser considerada notícia pelo U-T.

Não consigo pensar em nenhuma outra razão para o U-T alienar seus assinantes apoiantes, continuando a colocar esta faixa. Quantos clientes você perderá antes de descartar esse hack político?

Embora tenha havido tanto alvoroço da direita sobre a história em quadrinhos de La Cucaracha, lembre-se de que há pessoas de esquerda nesta cidade que a consideram incrível, especialmente para contrariar as visões ultraconservadoras de Steve Breen.

Hallie Burch
Cidade universitária

Um agradecimento final para a série Balboa Park

Eu gostei muito do Balboa Park 100 Memórias da joia da coroa de San Diego.

Como natural de San Diego, eu estava familiarizado com a maioria dos destaques, mas foi uma alegria ser apresentado a alguns e lembrado de outros. Obrigada.

Ginny Corrente
Pacific Beach

Mais de um Midway dobrou os oceanos

Havia três navios chamados Midway. AG-41 USS Panay (AG41) navio comercial de carga arrendado à Marinha e se tornou o USS Midway. CVE-63 USS St. Lo (CVE-63) renomeado Midway em 3 de abril de 1943. CV-41 USS Midway (CVB / CVA / CV41) lançado em 20 de fevereiro de 1945. A transportadora de escolta CVE 63 St. Lo teve seu nome liberado para a nomenclatura do novo porta-aviões de ataque gigante a ser lançado em breve. Essa transportadora gigante é agora o USS Midway em San Diego. O processo de nomeação era complexo.

Eu era um marinheiro DDE e fornecia escolta para o Midway com freqüência. Ela era um espetáculo para ser visto em mar aberto!

Clifford H. Wiersma
Escondido

Cartas adicionais

Dois eventos recentes envolvendo ataques de "lobo solitário" nos EUA têm algumas diferenças intrigantes.

O primeiro lobo solitário é um macho branco, apregoando a bandeira confederada e a supremacia branca, que matou nove negros em Charleston. Este evento foi seguido imediatamente por pontificação política, um frenesi da mídia e clamor público, pedindo a pena de morte, a remoção da bandeira da Confederação dos prédios públicos e a mudança de nome das instalações públicas.

O segundo é um homem de cor e muçulmano, que matou quatro militares americanos em Chattanooga. Este evento não foi seguido de pontificação política. O presidente se referiu a isso como uma "circunstância de partir o coração". A mídia estava lá, mas não com o fervor do incidente anterior. O público ainda está em um silêncio perplexo.

Fiquei desapontado com o sofisma da chamada análise do especialista da UCSD Stephen Haggard (“O acordo com o Irã pode render o melhor resultado possível”, 19 de julho) sobre questões nucleares.

Em vez de uma análise honesta, parecia mais o discurso de vendas da administração. Um exemplo é o elogio de Haggard ao "regime de monitoramento surpreendentemente invasivo ... das instalações nucleares do Irã" do acordo. Nenhuma menção é feita ao fato de que o “regime de monitoramento” permite ao Irã atrasar qualquer inspeção por até 24 dias. Tanto para verificação. É hora de o governo, e o mundo, entender que os objetivos islâmicos são inegociáveis ​​e perceber que a guerra não é uma alternativa, mas uma certeza, já que recompensamos o Irã com bilhões de dólares em alívio de sanções e a capacidade de continuar sua ação nuclear desenvolvimento.

Sim, concordo com o artigo escrito por Stephen Bennett sobre células-tronco adultas com sua referência ao artigo escrito há 10 anos na Summit4StemCell. Este é definitivamente o caminho a seguir. Eu tenho um artigo publicado em 2004, “As células-tronco prometem avanços médicos”. Minha opinião como enfermeira registrada mostra por meio de pesquisas que o uso de células-tronco embrionárias não é apenas ineficaz, sem nenhum sucesso comprovado e documentado, é a morte de uma nova vida. A gestão da Paternidade planejada não só comprovou o uso bárbaro do aborto tardio com a retirada de vidas, mas também a retirada e utilização de partes do corpo de bebês para o tráfico e venda por meios imorais e antiéticos.

Concordo com a carta de Michael e Betsy Oldstone ao editor em 15 de julho de 2015. Voltei para casa uma noite e encontrei a HP Communications instalando uma antena de alta potência em um poste do lado de fora da minha janela sob contrato com a Crown Castle. As impressões indicam uma distância de segurança necessária de 35 pés, mas a antena está abaixo da minha janela e fica pendurada no meu quintal. Reclamei para Crown Castle, o departamento de conformidade do código da cidade e nosso representante do conselho, mas minhas reclamações não foram respondidas adequadamente. O representante do Departamento de Conformidade do Código afirmou que a FCC não permite que a cidade limite essas instalações, mas o departamento de engenharia da cidade aprovou a instalação dessas antenas sem intervenção do público. Eu gostaria de ver uma investigação oficial deste projeto para determinar como esta empresa e os outros envolvidos poderiam obter aprovação para irradiar toda a nossa comunidade sem qualquer contribuição do público.

Richard Stakelum
San Diego

Isso é uma resposta ao cavalheiro que ensina microagressão na UCSD. (11 de julho)

Estou neste país há quase 50 anos e nessa época, devido ao meu sotaque, várias vezes me perguntaram de onde você é. Em todo esse tempo, eu, ou meus amigos "estrangeiros", nunca percebemos essa pergunta como agressiva ou insultuosa, mas apenas como um interesse genuíno e um grande início de conversa.

Apenas na isolada torre de marfim da academia podemos esperar que alguém assuma e ensine que os imigrantes se sentem inferiores a seus colegas americanos e crie uma nova subclasse que precisa ser salva.

Ou talvez esteja procurando por um problema que torne o ensino de uma classe boba relevante e garanta um salário?

Karin Summerford
Mira Mesa

O conceito de microagressão parece ser um microconceito à procura de uma microssolução. Talvez como nossos pais (espero) nos ensinaram quando crianças, “não seja intrometido” e seja “educado”. Na Europa, é considerado falta de educação perguntar a um novo conhecido o que você faz para viver, enquanto nos EUA isso é aceitável. Espero que os alunos do USCD tenham aulas mais importantes para se preparar para o futuro do que esta aula ministrada pela carta escrita.

Ao ler “a microagressão pode ter um efeito severo” em 11 de julho, fico pensando que pai mandou seu filho para a faculdade para aprender sobre um assunto tão ridículo. E o fato de estarmos pagando a um professor universitário por isso é um exemplo perfeito de por que as pessoas não estão preparadas para uma carreira quando saem da faculdade. Há alguma pergunta que possa ser feita que não seja mais ofensiva para alguém? E em seu próprio artigo o autor se refere a um grupo de pessoas como “afro-americanos”, categorizando-os assim, o que é uma microagressão para seus próprios padrões. Perdemos nossa mente coletiva quando alguém como esse está ensinando a próxima geração e é levado a sério por qualquer pessoa.

Este último incidente de hacking também deve ser um aviso aos compradores de que fornecer às lojas seus números do Seguro Social para receber um desconto as torna vulneráveis ​​a roubos.

Apesar da violação de segurança anterior da Target (que eles afirmam ter sido corrigida), a Target ainda exige que seus caixas vendam seus cartões de débito e crédito Red Card na caixa registradora. Cuidado! O "5% de desconto" da Target e quaisquer descontos que outras lojas oferecem (se você enviar informações de SS) não vale a pena.

Em resposta à carta respondendo a “A chuva cai na parada anual do Orgulho LGBT” em 21/07/15.

Deus estava expressando sua opinião: lágrimas de alegria. O simbolismo deles caminhando na chuva depois de sua recente conquista histórica, está claramente perdido em você. De acordo com o Cristianismo, Deus fez o homem "sua" imagem. Acho que isso também torna Deus um pouco gay. Ninguém escolhe ser gay, mas as pessoas preferem ser fanáticos hipócritas. Julgue as pessoas pelo que são, não pelo que são. Todos nós podemos enfrentar Deus de alguma forma no final e ela pode ter a mente muito mais aberta do que você imagina.

O artigo de 11 de julho sobre as falhas de fiscalização do FBI ilustra um grande problema de controle de armas - a falta de fiscalização adequada das leis existentes. Outro grande problema é o controle e responsabilidade dos pais insuficientes. Eu sou um liberal que possui armas pelas mesmas razões que as pessoas possuem equipamentos de arco e flecha. Tenho experiência com armas - entendo a realidade.

A maioria das novas leis propostas seria ineficaz ou totalmente contraproducente. Eles fariam pouco mais do que impedir indivíduos sãos e cumpridores da lei. Os criminosos e os doentes mentais seriam pouco afetados. A maioria das leis são bem intencionadas, mas são elaboradas por pessoas que realmente não entendem o uso e propriedade de armas de fogo. Para aqueles de nós que o fazem, essas ideias, como “microstamping”, são totalmente ridículas.

Não precisamos de mais leis. Deixe que o bom senso prevaleça e evite qualquer resposta “instintiva”. Atenciosamente,

Rich Luskin
Mission Valley

Nós nos consideramos o organismo mais importante do planeta, mas….

Estima-se que os organismos marinhos (pense no plâncton), através da fotossíntese, produzem entre 70 e 80 por cento do nosso oxigênio. Quase todo o plâncton marinho é unicelular, principalmente organismos fotossintéticos, dependendo do CO2.

Todas as nossas fontes de alimentos vegetais e florestas dependem de CO2, porque são fotossintéticos.

O milho é uma dessas plantas, amplamente desviada como aditivo de combustível, o etanol, que é ineficiente. Pense nisso como um imposto,

E o Papa, o IPCC e nosso presidente querem se livrar dos combustíveis fósseis que produzem CO2. As estufas adicionam CO2 para o aumento da produção.

Somos historicamente, atmosféricos, privados de CO2.

Você quer um susto? Remova o CO2 e o amplificador e assim vai a civilização.

Estou longe de ser um negador do aquecimento global.

No entanto, visto que não podemos prever com segurança um El Niño no próximo inverno ou a trajetória de um furacão com dois dias de antecedência, eu me pergunto por que temos uma fé quase religiosa nas profecias dos pessimistas da mudança climática.

Tenho idade suficiente para me lembrar de quando os meteorologistas previam uma idade do gelo iminente.

Anos 1960 ou 1970, eu acho.

O Sea World tem um problema. Nenhuma publicidade, declarações estúpidas de veterinários e treinadores pagos, ou solicitações em massa e lobbying disfarçam o fato de que as grandes baleias em liberdade não devem viver em tanques e serem usadas para o entretenimento das massas. O Sea World faz coisas maravilhosas e deve ser elogiado por suas atividades de pesquisa e resgate. O problema da Orca é outra coisa, e em vez de ficar obcecado por ele e não querer mudar suas políticas, o Sea World deve olhar para o futuro e capitalizar seus muitos outros sucessos. Mas não orcas.

Li com interesse o artigo na U.T. Seção inicial sobre a empresa de vidro verde e seu uso de vidro reciclado. Fiquei, no entanto, muito surpreso ao ler que Ed Begley, um ambientalista sério, estaria construindo uma casa no sul da Califórnia, que incluía uma piscina. Estamos enfrentando uma das secas mais graves da nossa história aqui, e me parece um erro flagrante instalar uma piscina neste momento. Como ele se reconcilia fazendo isso, com sua preocupação anterior com o nosso meio ambiente?

Sou um residente de Carlsbad que apoia orgulhosamente o Plano Agua Hedionda 85/15. O povo falou! Mais de 20.000 eleitores disseram claramente que desejam que o Plano 85/15 se transforme em lei.

Como muitos de meus amigos e vizinhos, quero um espaço aberto mais real, livre de todos os prédios, com trilhas para caminhadas e lugares para sentar e fazer piquenique com belas vistas da lagoa.

Será ótimo desfrutar de vistas do lado sul da Lagoa Agua Hedionda que estão fora do alcance do público. Vamos nos livrar das placas de "Proibição de invasão" e colocar "Bem-vindo!" sinais em vez disso.

Parabéns, Carlsbad! O apoio dos cidadãos a essa iniciativa liderada por cidadãos torna nossa cidade excelente.

Muitos cidadãos, inclusive eu, estão muito zangados de que os peticionários de Caruso mentiram para "salvar os Strawberry Fields" ou "colocar a construção do shopping na votação". Este desenvolvedor, Caruso, reuniu ilicitamente 20.000 assinaturas em torno de Carlsbad e as transformou na cidade, de modo que o desenvolvimento de nossa Lagoa contornará o processo de votação.

Embora eu não seja realmente pró-shopping, certamente não estou feliz que nosso direito de votar nesta importante questão tenha sido negado aos cidadãos de Carlsbad. Se 50% + 1 votar a favor deste shopping, então os moradores falaram. Mas agora podemos não ter essa opção porque Caruso pagou aos peticionários US $ 9 POR VOTO! Ele também pagou muito dinheiro para a Fundação Lagoa Agua Hedionda por seu suposto “apoio”. Muitos assinaram esta petição sem saber a extensão total do que assinaram, e isso é simplesmente ERRADO!

Por favor, esclareça este assunto importante e ajude-nos a encorajar a cidade a DEIXAR OS CIDADÃOS V-O-T-E !!

O "Aumento do financiamento do NIH" de Mark Stevenson (9 de julho) agradece corretamente aos Representantes Davis, Hunter, Peters e Vargas por co-patrocinar o ato Curas do Século 21, que foi aprovado na Câmara na semana passada por uma votação de 344-77. Para se tornar lei, a Câmara e o Senado devem aprovar outro projeto de lei em forma idêntica. Isso financiará estudos que buscam curas para doenças terríveis como câncer e Alzheimer e fortalecerá nossa economia: o NIH concedeu US $ 813 milhões a 98 empresas e instituições diferentes em San Diego em 2014. Esperemos que o representante Issa, que votou não no HR 6, encontra um caminho que se encaixa em sua filosofia genuína de conservadorismo fiscal e vota o próximo projeto de lei. O aumento do financiamento do NIH trará grandes descobertas biomédicas e beneficiará todos os americanos!

Eu não acho que sou o único a nutrir uma admiração furtiva por Chapo Guzman.

Sai da prisão. Duas vezes. Tem um túnel cavado em sua cela, desaparece de vista e desaparece! Primeira ordem do dia, diz a Trump para "zipar" sobre a imigração ilegal. Ele enfia o dedo no olho dos mexicanos incompetentes, da DEA e da Guerra às Drogas. Você tem que respeitar um cara assim.

Paul B. Evans
Valley Center

No jornal de hoje, domingo, 12/07/15, você publicou três ótimos artigos informativos sobre o estado de nossos recursos hídricos. Estou profundamente grato que um trabalho tão importante em relação à água não seja uma agenda adormecida, mas um plano verdadeiramente lógico e dinâmico para satisfazer nossas necessidades futuras de água.

Qualquer conversa sobre o Balboa Park Panama-California Exposition menciona G. Aubrey Davidson, mas não há nenhum site local com o nome de sua contribuição (além do acampamento YMCA em Pine Hills, de acordo com uma pesquisa na web). Talvez seja possível encontrar um local para reconhecer sua contribuição.

Get Essential San Diego, manhãs de dias úteis

Receba as principais manchetes do Union-Tribune em sua caixa de entrada nas manhãs dos dias de semana, incluindo as principais notícias, locais, esportes, negócios, entretenimento e opinião.

Você pode ocasionalmente receber conteúdo promocional do San Diego Union-Tribune.


História

A história mais antiga disponível pertencente ao atual Borough of Midway data de quarenta anos ou mais antes do início da Guerra Civil.
No século dezessete, os índios Iroquois, Shawnee e Delaware vagavam por esta parte do país. Numerosos dos primeiros colonos construíram fortes para os quais podiam fugir quando a necessidade justificou.

Entre os antigos fortes desta localidade estavam:

  • Allen & # 8217s Fort, construído antes de 1774 por John Allen, perto da linha entre os municípios de Smith e Robinson nas proximidades de Beelor ​​e # 8217s Fort.
  • Beelor ​​& forte # 8217s, construído em 1774 pelo Capitão Samuel Beelor. Era uma cabana de madeira de dois andares situada a cerca de 100 metros a sudoeste da Igreja Presbiteriana de Raccoon em Franqueza. O capitão Beelor ​​foi um dos primeiros colonos em Robinson e o forte foi frequentemente usado como refúgio para os colonos daquela região durante os ataques aos índios.

HISTÓRIA GERAL

O Borough of Midway está situado no topo da Robinson & # 8217s Run na linha divisória entre Smith e Robinson Townships e foi formado por partes de ambos. Derivou o nome Midway de sua localização na ferrovia da Pensilvânia, anteriormente Cincinnati, Chicago e St. Louis Railroad, 22 milhas a leste de Steubenville, Ohio e 22 milhas a oeste de Pittsburgh. Também fica a 16 milhas ao norte de Washington. Por quarenta anos, ou mais, antes da Guerra Civil, uma vila conhecida como Egito foi localizada neste lugar.
No ano de 1865, a ferrovia foi concluída e iniciou as operações entre Pittsburgh e Steubenville. Ohio. Era então conhecida como Pittsburgh, Cincinnati, Chicago e St. Louis Railroad.

Midway foi incorporada a um distrito em 9 de fevereiro de 1903. Os membros do primeiro conselho foram David G. Bamford, o presidente W.T. Kerr foi o primeiro secretário e os membros do conselho foram F.C. Sawhill, R.M. Dickson e Eugene Wade. George H. Powelson foi o primeiro juiz de paz.

O novo bairro tinha 120 proprietários livres e foi cortado dos distritos de Robinson e Smith.

Na época em que a ferrovia foi construída através de Midway, o atual arco de água era usado como a passagem principal da Franqueza. A parte inferior do arco foi coberta com pedras por onde fluía a água do pequeno ramo de Robinson & # 8217s Run. As pessoas que viajavam a pé faziam o seu caminho pulando as pedras, e as que estavam em carruagens ou carroças passavam chapinhando, quase como se fossem um riacho. Ao mesmo tempo, foi construído o pequeno arco próximo ao antigo moinho.

CONRAIL TRAIN WRECK

Na noite de 24 de julho de 1980, aproximadamente às 19h05, um trem da Conrail descarrilou durante sua passagem por Midway. O resultado final foi um descarrilamento de quatorze carrinhos que acionou a resposta e cooperação de uma rede de Serviços de Gerenciamento de Emergências de todo o condado. Uma série de empresas de bombeiros e serviços de ambulância e um helicóptero responderam à cena dentro de uma hora e meia após o descarrilamento.
O motivo de preocupação e a necessidade de resposta foi o descarrilamento de três vagões-tanque. Dois desses vagões-tanque foram rotulados como & # 8220Chlorinated Solvents & # 8221 e continham clorofórmio. Um deles teve dois furos & # 8220 & # 8221 e foi a principal causa dos vapores e derramamento. O terceiro vagão-tanque era um vagão vazio a Gás Propano Líquido. A cena foi tratada com pouca confusão devido ao treinamento e planejamento de Materiais Perigosos concluído pela Engine Company 13 de Midway.

Nove vítimas foram vencidas pelos vapores e transportadas do local por ambulância ou helicóptero. Tudo recuperado. A maioria dos residentes da cidade foi evacuada. A maior preocupação era que o clorofórmio se infiltrasse nos bueiros e entrasse no Robinson Run, bem como nas ruas, comércios e residências. O clorofórmio infiltrou-se na água subterrânea e, por muitos meses depois, a água subterrânea contaminada foi bombeada de debaixo da cidade e descartada como resíduo perigoso.

DEPARTAMENTO DE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS INTERMEDIÁRIOS

Uma das primeiras organizações da vila foi o corpo de bombeiros, a & # 8220Bucket Brigade. & # 8221 O Corpo de Bombeiros Voluntários de Midway começou no final de 1890 & # 8217 com um grupo de homens que se reuniram quando uma velha fábrica de ração e várias casas pegou fogo. Imediatamente após o incêndio, esse mesmo grupo de homens se reuniu e começou a organizar uma & # 8220 brigada de balde & # 8221. A ferraria local sempre mantinha barris de madeira cheios de água em uma carroça, e tudo o que precisavam fazer era engatar um cavalo e partir. Um sino da escola tocaria para reunir os homens e seus baldes. A & # 8220bucket brigade & # 8221 se reunia pela primeira vez todas as quartas-feiras em um salão de dança local.
Depois que o bairro foi formado em 1903, eles combinaram um escritório municipal e um corpo de bombeiros. Seu equipamento inicial, além da conhecida brigada de baldes, era o pumper manual puxado pelo bombeiro. Alguns dizem que foi em 1910 e alguns dizem que foi em 1912, que a primeira peça de equipamento mecânico de incêndio foi comprada. Consistia em um carretel de mangueira desenhado à mão e uma bomba e duas unidades químicas desenhadas à mão.


Um retorno ao Vietnã

Midway retornou ao Vietnã e em 18 de maio de 1971, após aliviar Hancock (CV-19) na Yankee Station, iniciou as operações de uma única transportadora que continuaram até o final do mês. Ela partiu da Yankee Station em 5 de junho e completou seu período final na linha em 31 de outubro. Ela voltou ao seu porto de origem em 6 de novembro.

Midway, com a Carrier Air Wing 5 (CVW 5) embarcada, novamente partiu da Alameda para operações ao largo do Vietnã em 10 de abril de 1972. Em 11 de maio, aeronaves de Midway junto com aqueles de Mar de Coral (CV-43), Kitty Hawk (CV-63), e constelação (CV-64) continuou a colocar campos minados em portos importantes para os norte-vietnamitas - Thanh Hoa, Dong Hoi, Vinh, Hon Gai, Quang Khe e Cam Pha, bem como outras abordagens de Haiphong. Os navios que estavam no porto de Haiphong foram avisados ​​de que a mineração ocorreria e que as minas seriam armadas 72 horas depois. Midway continuou as operações no Vietnã durante o verão de 1972.

Em 7 de agosto de 1972, um helicóptero HC-7 Det 110, voando de Midway, e auxiliado por aviões da transportadora e de Saratoga (CV-60), conduziu uma missão de busca e resgate para um aviador abatido no Vietnã do Norte. O piloto de uma aeronave A-7 Corsair II de Saratoga tinha sido abatido por um míssil superfície-ar a cerca de 20 e # 160 milhas (30 e # 160 km) para o interior, a noroeste de Vinh, em 6 de agosto. O helicóptero HC-7 sobrevoou terreno montanhoso para resgatar o piloto. O helicóptero de resgate usou sua luz de busca para ajudar a localizar o aviador abatido e, apesar de receber forte fogo terrestre, teve sucesso em recuperá-lo e retornar a um LPD ao largo da costa. Esta foi a penetração mais profunda de um helicóptero de resgate no Vietnã do Norte desde 1968. HC-7 Det 110 continuou suas missões de resgate e no final de 1972 havia realizado com sucesso 48 resgates, 35 dos quais em condições de combate.

Em 5 de outubro de 1973, Midway, with CVW 5, put into Yokosuka, Japan, marking the first forward-deployment of a complete carrier task group in a Japanese port, the result of an accord arrived at on 31 August 1972 between the U.S. and Japan. In addition to the morale factor of dependents housed along with the crew in a foreign port, the move had strategic significance because it facilitated continuous positioning of three carriers in the Far East at a time when the economic situation demanded the reduction of carriers in the fleet.

As a result of her service in Vietnam from April 30, 1972 to February 9, 1973, the USS MIDWAY (CVA-41) / ATTACK CARRIER AIR WING FIVE (CVW-5) was awarded a Presidential Unit Citation signed by Richard Nixon. The Presidential Unit Citation read as follows:

"By virtue of the authority vested in me as President of the United States and as Commander-in-Chief of the Armed Forces of the United States, I have today awarded

THE PRESIDENTIAL UNIT CITATION (NAVY) FOR EXTRAORDINARY HEROISM TO USS MIDWAY (CVA-41) and ATTACK CARRIER AIR WING FIVE (CVW-5)

For extraordinary heroism and outstanding performance of duty in action against enemy forces in Southeast Asia from 30 April 1972 to 9 February 1973. During this crucial period of the Vietnam conflict, USS MIDWAY and embarked Attack Carrier Air Wing FIVE carried out devastating aerial attacks against enemy installations, transportation, and lines of communications in the face of extremely heavy opposition including multi-calibre antiaircraft artillery fire and surface-to-air missiles. Displaying superb airmanship and unwavering courage, MIDWAY/CVW-5 pilots played a significant role in lifting the prolonged sieges at An Loc, Kontum, and Quang Tri and in carrying out the concentrated aerial strikes against the enemy's industrial heartland which eventually resulted in a cease-fire. By their excellent teamwork, dedication, and sustained superior performance, the officers and men of MIDWAY and Attack Carrier Air Wing FIVE reflected great credit upon themselves and upheld the highest traditions of the United States Naval Service." Signed Richard Nixon.

A copy of the PUC and a letter from the Department of the Navy, Office of the Chief of Naval Operations dated June 1, 2011 confirmed the above citations. Citation is available for review if needed.


Midway AG-41 - History

Enjoy a unique and exclusive virtual opportunity to explore America’s favorite aircraft carrier museum’s most popular spaces and exhibits. Listen to the award-winning audio tour, view a naval aircraft gallery and read amazing historical accounts of the USS Midway.

Scroll down to start your adventure !

Listen to what it was like to live aboard a floating city at sea.

Choose from two engaging audio experiences for the entire family to enjoy! Midway’s award-winning Audio Tour & amp Family Audio Tour bring the ship’s history to life.

Nosso Family Audio Tour is perfect for our Little Skippers! Families can follow Airman Sam Rodriguez as he leads youngsters on an eye-opening and entertaining audio tour to more than 30 locations throughout the aircraft carrier.

Nosso Audio Tour is great to listen to Midway pilots describe their incredible experiences flying more than 20 different aircraft from the flight deck off of this floating airport. Learn what it was like to drop anchor, sleep in an enlisted sailor’s bunk or fly a WWII aircraft. From the Sick Bay, Galley, Laundry and Engine room hear Midway sailors describe their daily shipboard life in their own words!

Turn your speakers up and click on the numbered sound bites to begin your tour of the USS Midway! Tours are available in 6 languages, simply click on the flag to access your desired language.


USS Midway History

The USS Midway history begins on October 27, 1943 at Newport News Shipbuilding, VA, where her keel was laid. She is the lead ship in her class, meaning she is a Midway class aircraft carrier.

She was commissioned on September 10, 1945. The photo below was taken in 1945 after her commissioning. Notice the straight flight deck.

In order to make the Midway capable of landing and launching jet aircraft, she was overhauled at the Puget Sound Shipyard from June 1955 until September 1957, during which time she was obviously out of commission. CV-41 would now have an angled flight deck and steam catapults. See photo below taken by the US Navy in 1963.

Another very expensive and controversial modernization ensued from 1966 until 1971 that increased the size of her deck from 2.8 acres to 4 acres. She was also given new elevators and a centralized air conditioning system.

Because of the cost overrun from the original $88 million to the actual $202 million, there was not enough left in the military budget to upgrade her sister ship, the USS Franklin D. Roosevelt (CV-42). The FDR would suffer an early retirement in 1977 in very bad shape.

Although her last major overhaul gave the Midway the capability to serve as a platform for more modern jets, the modifications performed on her made the ship difficult to handle air operations in rough seas. This lead to more modifications.

Though she did not participate in World War II, the Midway would prove her medal later in Vietnam where her pilots were credited with the first four air-to-air kills of the war, and the last of the war. Quite an accomplishment.

Since we are such F-4 Phantom lovers, we have to mention the event of March 25, 1986. Lt. Alan S. 'Mullet' Colegrove piloted an F-4S Phantom II off the deck of CV-41 and wrote a page of USS Midway history. It was the final carrier launching of a Phantom from a US Navy carrier.

The Midway would face combat conditions again when she became a vital part of Operation Desert Storm in the early 1990s. When the Gulf War was over, the vessel returned to her home port of Yokusuka, Japan, and then onto Pearl Harbor.

Her final cruise was from Hawaii to San Diego where she was decommissioned on April 11, 1992. In January 2004 she was moved to her final mooring at the Broadway Pier in San Diego where she lives on as a floating museum wrought with history.


Bruno Peter Gaido and The Battle of Midway

Today in History, June 4: 1942 – The Battle of Midway and Aviation Machinist Mate First Class Bruno Peter Gaido.

Today is a special day, the 75th Anniversary of the Battle of Midway during WWII. In brief, US Pacific forces had been decimated by a Japanese onslaught since Pearl Harbor. The US Navy and USAAF had been fighting back, however, by bombing Japan during the Doolittle Raid, the Battle of the Coral Sea and several raids by Carrier Groups across the Pacific.

During a raid in March, 1942 on the Marshall Islands by a Task Force built around the USS Enterprise (CV 6), the ship was attacked by five twin engine Betty bombers. Under withering fire, four turn back. The lead plane however, attempts to crash into the aircraft carrier. As the bomber grew closer, Aviation Machinist Mate Third Class Bruno Peter Gaido springs from the catwalk surround the flight deck and runs to a nearby SBD Dauntless Diver Bomber. He climbs into the rear of the plane to use the rear gunner’s machine gun. He began firing at the enemy plane, maintaining the fire into it’s cockpit even as it’s wing slices the rear of the SBD away mere inches from him. The Betty crashed into the sea, and Bruno is credited with causing to miss the ship.

Bruno disappeared inside the bowels of the ship, figuring he’d be in trouble for leaving his normal battle station. Quite the contrary Admiral William “Bull” Halsey had him brought to the bridge, where he summarily ordered him promoted to Aviation Machinist Mate FIRST Class.

Spring forward to June 4, 1942 and Bruno Gaido was in the rear of Ensign Frank O’Flaherty’s Dauntless as they dove on the IJN Carrier Kaga when Bombing and Scouting 6 from Enterprise sent her to the bottom. As many know, Akagi, Soryu and Hiryu would also be sunk that day.

Can you imagine what being a rear gunner in a WWII dive bomber must have been like? During the attack, the aircraft dove at a 70% angle, nearly straight down. Held tight by safety belts, scanning for any fighters that dared to attempt to follow the dive, the rear gunner may never have known of a crash or a hit by anti-aircraft fire.

After their bombing run Ensign O’Flaherty and AMM Gaido attempted to make it home to Enterprise, but due to a punctured fuel tank and another attack by Japanese Zero fighters, had to ditch at sea.

The pair were picked up, “rescued” by the Japanese destroyer Makigumo. The officers of the destroyer, angered by the loss they had witnessed of the Japanese carriers, interrogated and tortured the American airmen. After days of this, on June 15, they ordered weights tied the both men and had them thrown overboard to drown. The Japanese sailors who survived the war to tell said both men faced their fate with courage and stoicism. Bruno Gaido’s ship mates had expected no less…he had gained a reputation.

As for the war criminals on the Makigumo? The ship was sunk during the Guadalcanal campaign and none of the officers responsible for the murder survived the war.


Panay Island Namesakes in U.S. Navy Warships

The United States Navy named several war ships after Philippine islands. These included The USS Pampanga, USS Luzon, USS Mindanao, USS Calamianes and the USS Panay. Some of these were Spanish patrol boats captured in the Philippines. Others, including the USS Panay (PR-5) were built in China for river patrol duty.

  • The first Panay was originally a Spanish gunboat in the Philippines, purchased in 1899 after the American occupation, and in various service until 1914, and sold in 1920. Among those who served upon her were future WWII admirals Chester Nimitz and John S. McCain, grandfather of the 2008 US presidential candidate, John McCain.
  • The second Panay (PR-5) was a river gunboat launched in 1927, and serving on the Yangtze in China until being sunk by the Japanese in the 1937 Panay incident. See http://www.hmsfalcon.com/Panay/Panay.htm for photos and videos of this engagement, the first in which American servicemen were killed by the Japanese military.
  • The third Panay was the general auxiliary Midway (AG-41), renamed in 1943 to make the name Midway available for an aircraft carrier.

This is from the Dictionary of American Naval Fighting Ships. The tone and perspective are dated and objectionable but still paints a wonderfully colorful account of patrol duty on the Yangtze in the years before WWII.

“(PR𔃃: dp. 474 1. 191′ b. 29′ dr. 5𔃽″ s. 15 k. cpl. 59 a. 2 3”, 8 .30 cal. mg.)

O segundo Panay (PR𔃃) was built by Kiangoan Dockyard and Engineering Works, Shanghai, China launched 10 November 1927 sponsored by Mrs. Ellis S. Stone and commissioned 10 September 1928, Lt. Comdr. James Mackey Lewis in command.

Built for duty in the Asiatic Fleet on the Yangtze Patrol, Panay had as her primary mission the protection of American lives and property frequently threatened in the disturbances the 1920s and 30s brought to China struggling to modernize, to create a strong central government, and, later, to meet Japanese aggression. Ao longo Panay’s service, navigation on the Yangtze was constantly menaced by bandits and soldier outlaws of various stripes, and Panay and her sisters provided the protection necessary for American shipping and nationals, as other foreign forces did for their citizens. Often parties from Panay served as armed guards on American steamers plying the river. In 1931 her commanding officer, Lt. Comdr. R. A. Dyer, reported: “Firing on gunboats and merchant ships have (sic.) become so routine that any vessel traversing the Yangtze River, sails with the expectation of being fired upon.” and “Fortunately, the Chinese appear to be rather poor marksmen and the ship has, so far, not sustained any casualties in these engagements.”

As the Japanese moved through South China, American gunboats evacuated most of the Embassy staff from Nanking during November 1937. Panay was assigned as station ship to guard the remaining Americans and take them off at the last possible moment. They came on board 11 December and Panay moved upriver to avoid becoming involved in the fighting around the doomed capital. Three American merchant tankers sailed with her. The Japanese senior naval commander in Shanghai was informed both before and after the fact of this movement.

Manila newspaper account of the sinking of the USS Panay

On 12 December, Japanese naval aircraft were ordered by their Army to attack “any and all ships” in the Yangtze above Nanking. Knowing of the presence of Panay and the merchantmen, the Navy requested verification of the order, which was received before the attack began about 1327 that day and continued until Panay sank at 1554. Three men were killed, 43 sailors and 5 civilian passengers wounded.

A formal protest was immediately lodged by the American ambassador. The Japanese government accepted responsibility, but claimed the attack unintentional. A large indemnity was paid 22 April 1938 and the incident officially settled. However, further deterioration of relations between Japan and the United States continued, as did provocations, many of them stemming from the Japanese Army whose extremists wished war with the United States.


Midway AG-41 - History

USAT Taku , sister to USS Midway (AG-41)
Click on this photograph for links to larger images of this class.

Class: MIDWAY (AG-41)
Design: Cargo, 1920
Displacement (tons): 1,622 light, 2,250 lim.
Dimensions (feet): 238.7' oa x 33.7' x 16.75' lim.
Original Armament: 1-3"/23 (1942)
Later armaments: --
Complement: --
Speed (kts.): 11.5
Propulsion (HP): 1,400
Machinery: Vertical triple expansion, 1 screw

Construction:

AG Nome Acq. Construtor Keel Lançar Commiss.
41 MIDWAY 10 Apr 42 Todd SYs, N.Y. (Tebo) -- 6 Nov 20 10 Apr 42

Disposition:
AG Nome Decomm. Strike Disposição Fate MA Sale
41 MIDWAY 24 May 46 19 Jun 46 24 May 46 RTO 24 May 46

Class Notes:
FY 1942. In 1920 and 1921 the Todd Shipyards Corp. built two small banana carriers, ORMES and ORITANI, at its Tebo Yacht Basin in Brooklyn for the Donald Steamship Co., which leased ships to fruit companies. These ships were smaller than the World War I Laker type cargo ships and were not part of the EFC's World War I building program. The Tebo yard, which had built a few minesweepers in World War I, engaged almost exclusively in repair work after 1921 and ceased operations in around 1933. After several changes of owners the two sisters were purchased by the Alaska Transportation Co. in 1939, refitted as small general cargo carriers with accommodations for 12 passengers at Todd's yard at Harbor Island, Seattle, and renamed TAKU and TYEE respectively. TAKU (ID-4994) served under that name in the Army in WWII.

TYEE was taken over by the Navy under time charter on 27 or 29 Dec 41 and operated with a civilian crew. On 11 Apr 42 the Auxiliary Vessels Board recommended acquiring under bareboat charter a group of five miscellaneous merchant ships including this one and manning them with Navy crews. The other ships in the group were AK-57, AO-47, and AOG 12-13. The Board did not consider it necessary to undertake any conversion work other than essential defense features. For AG-41 this recommendation ratified activity already in progress--the ship had been commissioned and renamed a day earlier and completed a "temporary" conversion at a private shipyard at Honolulu on 20 Apr 42 during which her crew's facilities were rearranged to accommodate 120 troops. She served during the war as an interisland cargo ship, primarily in Alaska.


Assista o vídeo: USS MIDWAY CV-41. Historia#328 - T3P1062 - BOLAZOpodcast