Kanyakumari

Kanyakumari


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Fatos atraentes sobre Kanyakumari que descrevem sua beleza fascinante

A parte mais meridional da Índia peninsular, Kanyakumari é um destino turístico de grande significado natural, histórico e religioso. Devido à presença de colinas e vales, é popular entre os amantes da natureza e fotógrafos de vida selvagem e devido à presença de sítios antigos e locais religiosos, é popular entre os devotos hindus e amantes da história. Portanto, não seria errado dizer que Kanyakumari atende às necessidades de todo tipo de viajante e turista. Bem, você sabe alguma coisa sobre a história desta bela cidade? Localizada no estado de Tamil Nadu, Kanyakumari tem uma história que remonta ao Período Sangam antes do advento da Era Comum.

Durante um período de tempo, foi governado por várias dinastias, desde os Cholas aos Pandyas. Hoje, Kanyakumari é um centro turístico em rápido desenvolvimento e é visitado por milhões de turistas todos os anos. A seguir estão alguns fatos sobre esta bela cidade milenar que justificam sua grandeza.


Kanyakumari

Kanyakumari já foi chamada de Alexandria do leste. Kanyakumari tem sido um grande centro de arte, cultura, civilização e peregrinação há anos. Foi também um famoso centro de comércio e comércio. Durante a primeira parte do século VIII DC, o Islã entrou na parte sul da Índia pela rota marítima com comerciantes e missionários. Por meio de São Tomás, um dos doze apóstolos de Cristo, o cristianismo chegou a esta área em 52 DC. O islamismo, o cristianismo e o jainismo contribuíram muito para a riqueza arquitetônica e a herança literária deste lugar. Kanyakumari também estava sob o controle dos Cholas, Cheras, Pandyas e Nayaks, grandes governantes do sul da Índia. A beleza arquitetônica dos templos é obra desses governantes.


Durante o Raj britânico, Kanyakumari recebeu o título seco de Cabo Comorin, talvez devido à incapacidade dos ingleses de pronunciar nomes locais.


Diz a lenda que Kanya Devi, um avatar da Deusa Parvati, iria se casar com o Senhor Shiva, o destruidor da trindade hindu. Mas ele não apareceu na hora auspiciosa e o casamento nunca aconteceu. O arroz e os cereais destinados ao casamento permaneceram crus. Ainda hoje, pode-se comprar pedras que se parecem exatamente com arroz e cereais. Os moradores locais acreditam que eles são os restos do casamento lendário que não poderia ser solenizado. Quanto à princesa Kanya Devi, ela se tornou uma deusa virgem abençoando peregrinos e turistas

Descrito como o extremo sul de Tamil Nadu, o extremo sul da Índia ou o ponto onde os três mares se encontram, o encantador Kanniyakumari ou Cabo Comorin é um dos pontos turísticos mais populares do estado e, na verdade, do país. n.

O Hotel Singaar International, kanyakumari está localizado muito perto da estação ferroviária na estrada principal da Rodovia Nacional e a 90 km do Aeroporto Internacional Thiruvananthapuram (TamilNadu-ÍNDIA).


Melhor preço: Rs. por dia

O Hotel Seaview é um hotel de categoria 3 estrelas localizado na face do mar de Kanyakumari (Tamilnadu, Índia) com vista para o famoso Memorial Vivekananda.


Melhor preço: Rs. por dia

O Indien Hermitage Resort está situado em uma pequena vila chamada Marungoor, espalhada por 12 acres a 12 km de Kanyakumari (Tamilnadu, Índia).


பொருளடக்கம்

கன்னியாகுமரி என்ற பெயர் இப்பகுதியில் புகழ் பெற்ற குமரி அம்மன் என்னும் இந்து சமயக் கடவுளை மையப்படுத்தும் தல புராணத்திலிருந்து இம்மாவட்டத்துக்குக் கிடைத்திருக்கிறது. இது பார்வதி தேவி தன்னுடைய ஒரு அவதாரத்தில் 'குமரிப் பகவதி' என்னும் பெயருடன் சிவனை சேரும் பொருட்டு இந்நிலப் பகுதியின் தென்கோடியில் அமைந்துள்ள ஒரு பாறையில் தவம் செய்ததாகக் கூறுகிறது.

சங்க காலத்தில் கன்னியாகுமரி மாவட்டத்தின் பெரும் பகுதிகளை ஆய் என்னும் சிற்றரசனே ஆண்டதாகக் கூறப்படுகிறது. இப்பகுதியில் பொதுவாக அழைக்கப்படும் 'நாஞ்சில் நாடு', 'இடை நாடு' ஆகிய பகுதிகளை இம இம்மாவட்டம் உள்ளடக்குகிறது. இப்பகுதியில் வயல்கள் அதிக அளவில் இருந்ததால், நிலத்தை (வயலை) உழப் பயன்படும் நாஞ்சிலிலிருந்து (கலப்பை) இந்நிலப்பரப்புக்கு இப்பெயர் வந்தது என்பது பெயரியல் நிபுணர்களின் துணிபு. தற்போது அகத்தீஸ்வரம் மற்றும் தோவாளை வட்டங்களாக இருக்கும் நாஞ்சில் நாடு, பத்தாம் நூற்றாண்டின் முதற்பகுதி வரை பாண்டியர்களின் ஆட்சிப்பகுதியாக இருந்து பின் சேரர்கள் வசம் மாற்றமடைந்டின் முதற்பகுதி வரை பாண்டியர்களின் ஆட்சிப்பகுதியாக இருந்து பின் சேரர்கள் வசம் மாற்றமடைந்ததாகத் தெரிகிறது.

தற்போது கல்குளம், விளவங்கோடு வட்டங்களாக இருக்கும் இடைநாடு (வேணாடு), சேரர்கள் ஆட்சிப்பகுதியாக இருந்தது. பின் ஓய்சலயர்கள் மற்றும் மேற்குச் சாளுக்கியர்களின் வளர்ச்சியினால் சேரர்கள் வலுவிழந்தனர். ஏறக்குறைய நான்கு நூற்றாண்டுகள் வேணாட்டை ஆண்டு வந்த வீர மன்னர்கள், தொடர்ந்து பக்கத்துப் பாண்டிய மன்னர்களுடன் எல்லைத் தகராறில் ஈடுபட்டு வந்ததால், விஜயநகர மன்னர்கள் இவர்களுக்கு். இதன் விளைவாக, கன்னியாகுமரி, 1609-ஆம் ஆண்டு மதுரை, விஸ்வநாத நாயக்கரின் வலுவான கரங்களுக்குள்ளானது. இதன் விளைவாக 1634 வரை நாஞ்சில் நாட்டுக்கு எந்த விதமான வலுவான அச்சுறுத்தல்களும் இல்லாமல் இருந்தது. பின்னர் ரவி வர்மா, மார்த்தாண்ட வர்மா, ஆகிய அரசர்களின் காலகட்டத்தில் வேணாடு கடும் உள்நாட்டுக் குழப்பங்களைச் சந்தித்தது. இதைச் சாதகமாகப் பயன்படுத்திக் கொண்ட ஆற்காடு சந்தா சாகிபு நாஞ்சில் நாட்டைத் தாக்கினார். குளச்சல் போரில் மார்த்தாண்ட வர்மா டச்சு போர்வீரர்களை வெற்றி கொண்ட போதிலும், சந்தா சாகிபுவைச் சமாளிக்க முடியாததால், போர்க்களத்தை விட்டுப் பின்வாங்க வேண்டியிருந்தது. கி.பி. 1758 ல் வேணாட்டின் கடைசி மன்னன் மார்த்தாண்ட வர்மா மர்மமான முறையில் மரணமடைந்த பின் மலபார் பகுதியை ஆண்டு வந்த நம்பூதிரி-நாயர் கூட்டணி ஆட்சி வேணாட்டு அரசைக் கைப்பற்றியது. வேணாடு நம்பூதிரி-நாயர் கூட்டணியின் மன்னன் கார்த்திகைத் திருநாள் ராமவர்மனால் திருவிதாங்கூர் அரசாகப் பெயர் மாற்றம் செய்யப்பட்டது. மார்த்தாண்ட வர்மாவுக்கு பிறகு வந்த மன்னர்கள் அனைவரும் வலுவற்றவர்களாக இருந்ததால் ஆங்கிலேயர்களின் தலையீடு, இந்நாட்டின் மீது அவ்வப்போது இருந்து வந்து, பின் படிப்படியாக அவர்களின் முழுக் ்கட்வரை் ்் ்் ்் ்் ்டை் ்டை் ்டை்டை் ்டை் ்டை்

பின் அது 1947 முதல் 1956 வரை திருவிதாங்கூர் மன்னரின் சுய ஆளுகைக்குள் இருந்தது. கன்னியாகுமரி மாவட்ட மக்களின் தாய்மொழி தமிழாக இருந்தாலும் அவர்கள் மலையாள மொழிப் பகுதியாகிய கேரளத்தோடு இணைந்திருக்க விரும்பவில்லை. மேலும், கன்னியாகுமரி மாவட்டத்தின் வளர்ச்சி கேரள அரசால் புறக்கணிக்கப்பட்டது. இந்நிலையில் மார்ஷல் நேசமணி தலைமையில் விடுதலைப் போராட்டம் தொடங்கியது. 1956 நவம்பர் முதல் நாள் குமரி மாவட்டம் தமிழ்நாட்டின் ஒரு பகுதியாக மாறியது.

இம்மாவட்டத்தின் முதல் மாவட்ட ஆட்சியராக திருமலை என்பவர் நவம்பர் 1, 1956 அன்று பொறுப்பு ஏற்றுக் கொண்டார்.


Em 2001, a distribuição da população com base na religião era 51,27% hindu, 44,47% cristã, 4,20% muçulmana e 0,057% professando outras crenças. & # 917 e # 93

Festivais [editar | editar fonte]

O festival de Mandaikadu é celebrado pelas pessoas do distrito e de Kerala. Tradicionalmente, os participantes cantavam enquanto caminhavam e outras pessoas forneciam manteiga, leite, água, açúcar mascavo e café. A festa, que é comemorada por dez dias, depois se tornou uma função social, principalmente no domingo. Em 1982, houve tiroteios policiais para reprimir um distúrbio de radicais religiosos anti-sociais. Hoje, Mandaikadu é mais um festival departamental.

O festival Ayyavazhi, Ayya vaikunda Avataram, é amplamente celebrado em todo o distrito. & # 918 & # 93 & # 919 & # 93 O Kodiyettru Thirunal é celebrado na sede religiosa de Swamithope pathi e atrai grandes multidões & # 9110 & # 93 de Tamil Nadu e por toda a Índia. & # 9111 & # 93 & # 9112 & # 93 & # 9113 & # 93

O ano novo é celebrado com Vana Vediakkai (fogos de artifício) e jogos locais, como Valukku Panai (palma escorregadia), jogo em que a pessoa tem que escalar uma vara de bambu que está inundada de óleo.

Alimentos [editar | editar fonte]

Munthiri Kothu, doce único do distrito de Kanyakumari e da vizinha Kerala

O arroz é o alimento básico do povo, embora para algumas pessoas nas áreas montanhosas, a tapioca seja o alimento principal. Embora haja alguns vegetarianos entre a população, a maioria das pessoas usa produtos agrícolas, carnes e peixes. O peixe pescado nos mares ao redor do distrito durante a noite ou nas primeiras horas da manhã chega aos mercados das cidades e vilas do interior no início da manhã. A comida (por exemplo, Chakkoli) é picante, e as pessoas do distrito tendem a usar mais coco ralado em seus curries e preparações de alimentos, como a vizinha Kerala.

Transporte e rodovias [editar | editar fonte]

Existem duas estradas principais das Rodovias Nacionais (NH) saindo da cidade de Kanyakumari. Um é o NH 7 que começa na cidade e passa por Madurai e o outro é o NH 47 que vai de Salem por Kerala, tocando algumas cidades importantes como Trivandrum, Kochi e Coimbatore.

A estatal Tamil Nadu State Transport Corporation é a principal operadora de serviços de ônibus no distrito, embora as licenças sejam emitidas para rotas específicas para operadores privados.

Hoje, existem 3.495,80 e # 160 km de estradas pavimentadas no distrito.

A Autoridade Aeroportuária da Índia propôs um aeroporto em Nagercoil para explorar o potencial turístico dos distritos ao sul de Tamil Nadu. & # 9114 & # 93 Os aeroportos mais próximos são o Aeroporto Internacional de Trivandrum e o Aeroporto Doméstico de Tuticorin, que ficam a 70 km (43 & # 160mi) e 110 km (68 & # 160mi) de Nagercoil, respectivamente.

Ferrovias [editar | editar fonte]

Nagercoil é um entroncamento ferroviário importante, conectando as linhas ferroviárias leste e oeste e todas as principais cidades da Índia. A mais movimentada linha costeira ocidental atravessa Kerala e a oriental vai até o distrito de Tirunelveli de Tamil Nadu, em direção a Chennai. A ligação ferroviária com Kanyakumari foi estabelecida em 1978 e era tecnicamente uma façanha difícil devido à natureza do terreno. Este foi especialmente o caso da rota oeste, que passa por aterros substanciais e também por túneis de colina. As ferrovias estão sob a jurisdição da Divisão Thiruvananthapuram da Zona Ferroviária Meridional. & # 9115 & # 93

A estação ferroviária de Nagercoil, uma das poucas estações de grau A + no sul da Índia, está sendo atualizada para se tornar uma zona, com sua sede em Nagercoil. Isso será criado ao separar o distrito de Tirunelveli e o distrito de Thoothukudi nesta região e o distrito de Kanyakumari da divisão ferroviária de Thiruvananthapuram. & # 9116 & # 93

O distrito de Kanyakumari está conectado por meio de serviços ferroviários diretos a todas as cidades metropolitanas da Índia, como Nova Delhi, Mumbai, Chennai, Bangalore e Calcutá. Esses trens expressos se originam de Kanyakumari ou Nagercoil.

Os serviços de trem de passageiros (local) e outros trens expressos circulam entre Trivandrum Central e Nagercoil ou Kanyakumari. A viagem de trem de Trivandrum Central a Nagercoil geralmente leva duas horas.

O Vivek Express, que é o trem mais antigo da Índia, tanto em tempo quanto em distância, opera entre a cidade de Kanyakumari e Dibrugarh em Assam. O trem cobre 4.286 quilômetros (2.663 & # 160mi) em 82 horas e 30 minutos.

Geração de eletricidade [editar | editar fonte]

O distrito de Kanyakumari é um importante centro de geração de eletricidade por moinhos de vento.

Existem duas usinas hidrelétricas em Kodayar, gerando uma potência combinada de 100 MW. & # 9117 & # 93

Aralvaimozhi é um importante centro de geração de energia eólica e o maior do mundo, & # 9118 & # 93 & # 9119 & # 93, liderado por grandes corporações como Suzlon Energy e Micon.

Porto de Colachel [editar | editar fonte]

O Porto de Colachel é um pequeno porto natural no lado oeste do distrito, perto da cidade de Colachel. & # 9120 & # 93


Vivekananda Rock Memorial em Kanyakumari: onde a história e a espiritualidade se encontram

Kanyakumari no Tamil Nadu é o extremo sul da Índia e o lugar onde o oceano Índico converge com o Baía de Bengala e a Mar arábico. Cerca de meio quilômetro da costa de Vavathurai no Kanyakumari, duas enormes rochas semelhantes a ilhas projetam-se do mar. O famoso Vivekananda Rock Memorial está situado em uma rocha que cobre uma área de mais de 16.200 quilômetros quadrados! Foi construído em 1970 em homenagem a Swami Vivekananda, o grande reformador espiritual hindu e um dos principais arquitetos da Renascença de Bengala. O memorial é uma obra-prima arquitetônica que exibe estilos e padrões ecléticos que podem ser atribuídos aos diferentes cantos do subcontinente indiano. O memorial é um marco importante no história do espiritualidade em moderno Índia.

O significado histórico e religioso do Vivekananda Rock Memorial

Em 1893, Swami Vivekananda visitou Chicago representar Índia e Hinduísmo primeiramente Parlamento das Religiões Mundiais e fez um discurso crepitante que espalhou ondas por todo o mundo. Em 24 de dezembro de 1892, antes de sua viagem, ele visitou Kanyakumari. Diz a lenda que o grande homem meditou naquela mesma rocha por dois dias e atingiu a iluminação. Em 1963, para marcar o centenário de nascimento de Swami Vivekananda, a rocha foi oficialmente chamada de Vivekananda Rock. A rocha também tem um significado religioso. Os hindus acreditam que a deusa Kanya Kumari, uma adolescente, uma encarnação virgem da Deusa Parvati, abençoou a rocha tocando-a com os pés enquanto ela fazia austeridade. É por isso que o lugar se chama Kanyakumari.

A arquitetura do Vivekananda Rock Memorial

A construção do memorial começou em 1964, e a força motriz por trás dele foi Eknath Ramkrishna Ranade, um ativista social e reformador espiritual, que fez campanha para conseguir que 3 milhões de pessoas doassem para a causa. Demorou 650 trabalhadores seis anos para concluir o majestoso memorial que compreende duas estruturas principais - o Vivekananda Mandapam e a Shripada Mandapam. o Shripada Mandapam é um salão quadrado que consiste ainda no Garbha Graham, o sanctum sanctorum, o interior Prakaram e o exterior Prakaram (Prakaram é uma característica arquitetônica indiana, uma parte fechada em torno do santuário do templo). Perto de Shripada Mandapam, a Vivekananda Rock tem um projeto de cor marrom que pode parecer uma pegada humana. Ao longo dos anos, as pessoas passaram a acreditar que é a pegada de ninguém menos que a Deusa Kanya Kumari e se referir a ele como Sri Padam (Padam- pés).

o Vivekananda Mandapam assemelha-se ao Templo Ramakrishna em Belur Math em West Bengal e consiste em várias seções. Existe o Dhyana Mandapam (Dhyana-meditação), a sala de meditação, com seis salas adjacentes decoradas com pedras ornamentadas e trabalhos em madeira que são típicos da arquitetura de templos indianos. Você pode relaxar e meditar no Dhyana Mandapam pelo tempo que você quiser e dificilmente haverá qualquer experiência turística que seja tão calmante quanto esta. Outra seção chamada de Mukha Mandapam ostenta padrões de folhagem que prevaleciam durante o governo do Dinastia Pallava (275 dC - 897 dC) e pilares com o estilo daqueles nas cavernas budistas de Ajanta em Aurangabad. Granito vermelho e azul dominam o teto elaboradamente projetado aqui. Existem duas outras seções - o Namashtubhyam para o filho de Jagadamba e o Sabha Mandapam, a sala de montagem. o Sabha Mandapam abriga o Pralima Mandapam, uma seção de estátuas e um pátio onde uma grande estátua de Swamiji em seu famoso ‘Parivrajak'(Significando explorador) postura ereta.

Depois de explorar as diferentes partes do memorial, relaxe no enorme pátio externo enquanto aprecia a vista espetacular do mar. De um canto do pátio, você pode ver a linha real ao longo da qual as águas azul-petróleo do oceano Índico torne-se um com as águas turquesa do Baía de Bengala e as águas azuis do Mar arábico. É realmente um espetáculo para ser visto.

Como e quando visitar o Vivekananda Rock Memorial

o Vivekananda Rock Memorial permanece aberto das 8h às 16h em todos os dias da semana. A única maneira de chegar ao memorial é utilizando o serviço de balsa do continente, o que torna a visita ainda mais interessante. O aeroporto mais próximo de Kanyakumari está a 67 quilômetros de distância - o Aeroporto Internacional de Trivandrum no Thiruvananthapuram, a capital do estado vizinho de Kerala. O entroncamento ferroviário mais próximo é o Nagercoil Junction que fica a apenas 15 quilômetros de distância. Kanyakumari também está bem conectado com as principais cidades do sul da Índia, como Chennai, Cochin, Bangalore e Mysore, por meio de ônibus Volvo de luxo. Tente visitar o local entre outubro e março. Embora o tempo permaneça um pouco úmido, está longe de ser terrivelmente quente e úmido que prevalece durante o resto do ano.

o Vivekananda Rock Memorial é significativo como um chef-d'oeuvre arquitetônico e um santuário religioso. E sua localização na ponta sul da Índia, no ponto de encontro dos três grandes corpos d'água que circundam Índia, torna-o um marco geográfico também. Índia tem um rico história da arte e da arquitetura sendo estimulada por espiritualidade. Este monumento não é diferente. o Vivekananda Rock Memorial é uma visita obrigatória em sua viagem à Índia.


Kanyakumari - História Moderna

Kanyakumari tem sido um grande centro de arte e religião há séculos. Foi também uma zona de grande comércio e comércio. Era governado pelos Cholas, Cheras, Pandyas e Nayaks. A beleza arquitetônica dos templos da região é obra desses governantes. Mais tarde, Kanyakumari tornou-se parte do reino Venad com sua capital em Padmanabhapuram. O rei de Venad, Anizham Thirunal Marthanda Varma, estabeleceu Travancore estendendo seu domínio ao norte até Azhva, durante seu reinado de 1729 a 1758. Com isso, o atual distrito de Kanyakumari ficou conhecido como Travancore do Sul. Em 1741, o Maharaja Marthanda Varma derrotou a Companhia Holandesa das Índias Orientais na famosa Batalha de Colachel.

Kanyakumari estava sob o governo dos Reis Pandyan até a queda dos Pandyas, e mais tarde pelos reis de Travancore sob a suserania geral dos britânicos até 1947, quando a Índia se tornou independente. Travancore juntou-se à União Indígena independente em 1947. O reinado da realeza Travancore chegou ao fim.

Sob o governo de Travancore, a cidade e o moderno distrito administrativo que leva seu nome, distrito de Kanyakumari, progrediram tanto social quanto economicamente. Ainda uma parte significativa da população estuda e fala malayalam como língua materna. A cultura seguida pelo povo Kanyakumari é mista e tem mais influência do Travancore.

Em 1949, Kanyakumari tornou-se parte do Estado de Travancore-Cochin reconstituído. Nessa época, uma agitação popular por parte do povo de língua tâmil do distrito para a fusão do distrito de Kanyakumari com Tamil Nadu intensificou-se sob a liderança do Marechal Nesamony

Kumari Thanthai Marshal Nesamony foi fundamental na fusão do distrito de Kanyakumari com Tamil Nadu (então conhecido como Estado de Madras) em 1956 durante a reorganização linguística dos estados.

O cristianismo chegou ao sul da Índia por volta de 52 DC por meio de São Tomás, um dos doze apóstolos de Cristo. No entanto, missionários europeus, que chegaram no século 16, propagaram o cristianismo na área. São Francisco Xavier (7 de abril de 1506 - 2 de dezembro de 1552) foi o pioneiro na pregação do cristianismo no que hoje é o distrito de Kanyakumari.

Acredita-se que o islamismo tenha entrado na parte sul da Índia através de Kanyakumari durante a primeira parte do século VIII dC por meio de comerciantes e missionários que vieram por meio de rotas marítimas. O islamismo, o cristianismo e o jainismo também contribuíram para a riqueza arquitetônica e o patrimônio literário da região.

Leia mais sobre este tópico: Kanyakumari

Outros artigos relacionados a & quot história moderna, história & quot:

Citações famosas contendo as palavras história e / ou moderno:

& ldquo o História do mundo não é o teatro da felicidade. Períodos de felicidade são páginas em branco, pois são períodos de harmonia & # 151períodos em que a antítese está em suspenso. & rdquo
& mdashGeorg Wilhelm Friedrich Hegel (1770 & # 1501831)

& ldquo. deve ser óbvio que, na agitação que precedeu a promulgação das leis [de proteção], o zelo dos reformadores seria inferior ao zelo das trabalhadoras noturnas bem pagas que estão ansiosas para manter seu comércio contra uma invasão de mulheres habilidosas. Para este tipo de interferência em sua vida profissional, o moderno a mulher só pode ter uma atitude: não sou uma criança. & rdquo
& mdashCrystal Eastman (1881 & # 1501928)


Tudo que você precisa saber sobre Kanyakumari

Kanyakumari para muitos é apenas o ponto final do país no extremo sul. Bem, o lugar não é conhecido apenas por ser o extremo sul, mas também é igualmente famoso pelo Memorial da Pedra de Vivekananda, pelo templo de Devi Kumari e pelo mar.

Kanyakumari também era conhecido como Cabo Comorin, e seu nome vem de Devi Kanya Kumari, que tem sua residência na costa do mar aqui e também é vista como a divindade padroeira da terra. É o epicentro da arte e da religião, que existe há séculos.

Olhando para trás em sua história, o lugar foi governado pela dinastia Chola seguida pelos Cheras, Pandyas e os Nayaks. Muito em breve, também caiu nas mãos dos governantes Venad, no ano de 1741. O Maharaja, Marthanda Varma, derrotou a Companhia das Índias Orientais após travar uma batalha aqui.

O lugar tem o nome da Deusa Kanyakumari, e há uma história interessante por trás de como a deusa virgem fez desta costa marítima sua morada. Diz-se que a terra era governada por um rei Asura chamado Bana que havia obtido uma bênção de Brahma de que sua morte só seria possível pelas mãos de uma adolescente virgem.

E para este propósito, diz-se que a Deusa assumiu a forma de Devi Kumari e derrotou os Asura. De acordo com outra lenda, um navio britânico teria sido destruído depois que o Capitão confundiu o brilho do anel de diamante da deusa com um farol e ele seguiu a luz apenas para fazer o navio naufragar contra uma das rochas antes de chegar ao costa, e desde então a entrada oriental do templo está fechada e é aberta apenas em ocasiões especiais.

A rocha sobre a qual fica o Memorial Vivekananda também é conhecida como Sripada Parai. Pode-se notar uma pequena marca de pé em uma das rochas e acredita-se que seja da deusa Kumari. Também é dito que Swami Vivekananda depois de visitar Kerala veio a esta rocha e proclamou que Kerala é um asilo mental, por causa de sua prática de sistema de castas e intocabilidade, que mais tarde foi exterminada por um reformador social chamado Sree Narayana Guru.

O que ver?

O templo é dedicado à divindade padroeira da terra, Devi Kumari. Diz-se que o templo foi construído há cerca de 3.000 anos por Parashurama, e também é um dos Shakthi Peethas que estão espalhados por vários locais do país.

O ídolo da deusa está em pé, com um rosário e este ídolo também ostenta uma argola no nariz de diamante que cintila tanto que até levou a um navio naufragar nas rochas do mar, após o que a entrada oriental a porta foi fechada apenas para ser aberta em ocasiões especiais.

O memorial foi construído no ano de 1970 e está localizado em uma rocha gigantesca a cerca de 500 metros da costa principal. Diz-se que Swami Vivekananda meditou sobre esta rocha quando veio visitar o templo Kumari Amman no ano de 1892. De acordo com algumas lendas, é nesta rocha que até mesmo a deusa meditou.

PC: Johan Bichel Lindegaard

O memorial foi construído no ano de 1956 para marcar o local onde a urna que carregava as cinzas de Gandhi foi mantida para exibição pública antes de sua imersão no mar. O memorial foi construído à semelhança de um templo em Odisha.

Um fator interessante é que ela é construída de tal forma que todos os anos, no dia 2 de outubro, ou seja, dia do aniversário de Gandhi, os raios do sol incidem exatamente no local onde a urna foi colocada.

A estátua do poeta Tamil Thiruvalluvar, que mede até 133 pés, foi dedicada à nação em 1º de janeiro de 2000. A estátua está localizada ao lado do Memorial Vivekananda e foi construída pelo então chefe do Tamil Nadu, K. Karunanidhi. A estátua sofreu danos no tsunami e, em contraste, o memorial Vivekananda e Sripada Parai não sofreram nenhum dano.



O memorial Vivekananda fica em uma rocha a cerca de 500 metros da costa.

Ele pode ser alcançado de balsa através de um trecho bastante acidentado do mar. Foi construído em 1970 em homenagem à visita de Swami Vivekananda e # 8217 a Shripada Parai em 1892.

A história conta que ele nadou até a rocha e meditou lá. Diz-se que foi aqui que ele atingiu a iluminação e se tornou um grande reformador filosófico.

& # 8220Você precisa crescer por dentro. Ninguém pode ensiná-lo, ninguém pode torná-lo espiritual. Não há professor além de sua própria alma & # 8221 Swami Vivekananda

Estátua Thiruvalluvar **


Ao lado do memorial Vivekananda, em uma segunda pedra, está uma enorme estátua de pedra do poeta Tamul Thiruvalluvar, autor do Thirukkural, uma obra em dísticos rimados que expõe vários ensinamentos sobre como viver uma vida harmoniosa. Ele pode ser alcançado de balsa do memorial Vivekananda.

A estátua foi inaugurada em 1º de janeiro de 2000. Vinte e nove metros de altura, fica em um pedestal de 12 metros no qual o Thirukkural& # 8216s 38 capítulos sobre virtude são esculpidos. A altura combinada do pedestal e da estátua é de 133 pés (40,5 m), representando os 133 capítulos do Thirukkural.

Templo Bhagavathy Kumari **

Bhagavathy Devi, também conhecida como Devi Kanya Kumari, é a deusa Durga na forma de uma adolescente.

Ela é a deusa de sannyas (renúncia) e penitência. Acredita-se que a Deusa é aquela que remove a rigidez de nossa mente,

Este templo altamente venerado também é um dos 51 Shakti Peethas diz-se que a coluna vertebral do corpo da deusa Sati caiu aqui.

Memorial Gandhi *

Perto do templo Kumari Amman fica um memorial a Mahatma Gandhi, que visitou Kanyakumari em 1925 e 1937.

Algumas das cinzas de Gandhi foram mantidas aqui antes de serem espalhadas no mar.

O memorial foi construído no estilo arquitetônico de Odisha e projetado para que a cada ano, no dia 2 de outubro, aniversário de Mahatma & # 8217s, os raios do sol caiam exatamente no local onde ficava a urna funerária.

A altura do centro do edifício é de 79 pés, representando a idade em que Mahatma morreu.

Templo de Thanumalayan / Suchindrum (13 km) ***


O Thanumalayan é dedicado aos três deuses da Trimurti ou trindade hindu.

Thanu é uma referência a Shiva, Mal para Vishnu e Aya para Brahma. O templo foi construído no século 17 e seus 40m gopuram é notável pela complexidade de suas esculturas de divindades hindus. Este lugar também é chamado de Suchindrum nas escrituras sagradas.

Diz a lenda que Indra, rei dos Devas, veio orar no templo para ser libertado de uma maldição. Suchi vem de uma palavra sânscrita para & # 8220purify & # 8221. It is also said that Indra visited the temple at midnight every night to perform an Ardhajama Puja (night ritual).


Vivekananda Rock Memorial

How to Reach: Kanyakumari is connected by bus with major south Indian cities and by rail with several Indian cities while the nearest airport is at Trivandrum (67 Km). One can avail ferry service from Kanyakumari to reach Vivekananda Rock.

The colossal and imposing ‘Vivekananda Rock Memorial’ is located offshore around 500 m east of mainland of Vavathurai, Kanyakumari, in the southernmost tip of India. It is seated on one of the two adjacent rocks projecting out of the Lakshadweep Sea and comprises of two important structures, the ‘Shripada Mandapam’ and the ‘Vivekananda Mandapam’. This awe-inspiring memorial was constructed in honour of the great spiritual leader and Hindu monk of India, Swami Vivekananda who is said to have attained enlightenment here after meditating for two days prior to his famous Chicago trip. This rock is also considered sacred as local legends say Goddess Devi Kumari blessed the rock while performing austerity. The memorial today stands as an architectural chef d'oeuvre illustrating various architectures styles of India and attracts thousands of visitors round the year. A boat cruise to the place, the only way of transport, makes the trip more enjoyable to visitors.

Establishment of ‘Vivekananda Rock Memorial

Swami Vivekananda visited Kanyakumari on December 24, 1892, prior to his Chicago trip to take part in the 1893 ‘World Religious Conference’. It is said that he meditated on the rock for two days and attained enlightenment. He was one of the eminent disciples of Ramakrishna, an Indian mystic and yogi of the 19th century, and later played an instrumental role in introducing Indian philosophies of Yoga and Vedanta to the Western countries. In January 1962, marking the birth centenary of Swamiji, the ‘Kanyakumari Committee’ was set up by a group of people who aimed at establishing a memorial of Swamiji on the rock as also a bridge for people to visit the rock. The ‘Ramakrishna Mission’ in Madras also conceived of such a memorial during that time. However the concept met with certain hurdles with the local Catholic fishermen displaying aversion and putting up a big Cross on the rock and on the other hand the Hindus were protesting such move of the Catholic populace. As matters became worse, the rock was marked as a prohibited place and armed guards were stationed to patrol it. On January 17, 1963 as permitted by the government, a tablet was put up at the rock that mentioned its association with Swami Vivekananda.

Eknath Ramkrishna Ranade & the Memorial

Eknath Ramkrishna Ranade, an eminent Indian social and spiritual reformer and a senior pracharak of the ‘Rashtriya Swayamsevak Sangh’ (RSS) who was profoundly influenced by the teachings of Swamiji played an instrumental role in setting up the memorial. He set up the ‘Vivekananda Rock Memorial Organising Committee’ that soon opened up several branches in India to garner support and raise funds in pursuit of establishing the memorial. As political hurdles cropped up including rejection of the concept by Humayun Kabir, the then Minister of Education and Culture, as also from Chief Minister of Madras state, Minjur Bhaktavatsalam, Ranade went on to collect signatures of 323 Members of Parliament in support of the memorial following which the then Prime Minister of India, Smt. Indira Gandhi approved the project. The construction of the Vivekananda Rock Memorial was completed in a short span of six years in 1970, which involved around 650 workers. It was inaugurated and dedicated to the nation in that year.

The Memorial at a Glance

A mix of conventional and modern architectural styles of India, particularly a blend of Tamil Nadu and West Bengal style of architecture is palpable from the design of the memorial. While the Memorial Mandapam resembles Sri Ramakrishna Temple at Belur, West Bengal, the design of its entrance features architectural styles of Ajanta and Ellora. It houses a life size bronze statue of Swami Vivekananda standing in his famous ‘Parivarjak’ posture that was made by famed sculptor Sitaram S. Arte. Vivekananda Rock is also called ‘Sripada Parai’ as it is believed that Goddess Devi Kumari blessed the place with the touch of her holy feet. In reality the rock has a projection that is brownish in colour and looks like a human footprint. This projection is considered and referred as Sri Padam and a shrine called ‘Sri Padaparai Mandapam’ was constructed at the spot.

One of the two principal structures of the memorial is the main sanctum sanctorum, the ‘Shripada Mandapam’, which is enclosed within an outer platform. This hall, square in shape also includes a ‘Garbha Graham’, an ‘Inner Prakaram’ and an ‘Outer Prakaram’. The other main structure is the ‘Vivekananda Mandapam’ built in honour of Swamiji. The sections included in this structure are the ‘Dhyana Mandapam’, ‘Mukha Mandapam’, Namashtubhyam to the Son of jagadamba and ‘Sabha Mandapam’. Design of the ‘Dhyana Mandapam’ or meditation hall displays integration of various styles of temple architecture of India. The mandapam that allows visitors to sit, relax and meditate in a calm and peaceful atmosphere has 6 adjacent rooms. The ‘Sabha Mandapam’ is the Assembly Hall that consists of a statue section called ‘Pralima Mandapam’, a corridor and an outer courtyard encompassing the hall. The statue of Swamiji is positioned in such a way that his vision directly falls on the Shripadam.

Establishment of ‘Vivekananda Kendra'

On January 7, 1972, Ranade founded the spiritual organisation called ‘Vivekananda Kendra’ beside the memorial. The organisation based on the principles preached by Swami Vivekananda has spread its wings in more than 18 states of India that include 600 branch centres and more than 200 full-time dedicated workers. Activities of the organisation include conducting rural development activities, Yoga classes and seminars.


Image Credit: wikipedia

A Visit to the ‘Vivekananda Rock Memorial'

This sacred memorial symbolising purity and unity preached by Swami Vivekananda has over years emerged as one of the most revered memorials of India and one of the must visit destinations of Kanyakumari. The rock also offers a striking view of the confluence of the Indian Ocean, the Bay of Bengal and the Arabian Sea. It can be visited on any day throughout the year from 7.00 am to 5.00 pm. Charges for entry fee is Rs. 10/-, still camera is Rs. 10/- and video camera is Rs. 50/-.



Comentários:

  1. Kaarle

    Esta versão ficou desatualizada

  2. Hugi

    I am sorry that I cannot help with anything. I hope others will help you here.

  3. Daric

    There is something in that, too, it seems a good idea to me. Concordo com você.

  4. Mathieu

    Obviamente, muito obrigado pela informação.

  5. Dosida

    Você não está certo. Tenho certeza. Eu posso provar. Envie -me um email para PM, vamos conversar.



Escreve uma mensagem