Europa: Acorrentada pela História, Larry J. Hilton

Europa: Acorrentada pela História, Larry J. Hilton


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Europa: Acorrentada pela História, Larry J. Hilton

Europa: acorrentada pela história, Larry J. Hilton

A ideia básica deste livro é usar a história de Viena para explorar a história mais ampla da Europa e, em seguida, apresentar uma sugestão de como a Europa poderia resolver seus problemas atuais.

O texto divide-se em três partes. O primeiro, e maior, é a história de Viena, vagamente baseada nas experiências de uma série de indivíduos. Esta seção fica mais forte quanto mais nos aproximamos dos dias atuais, e a seção sobre hiperinflação após a Primeira Guerra Mundial e a ascensão do anti-semitismo é de longe a parte mais forte do livro.

O penúltimo capítulo é uma biografia do filósofo Voltaire, explicando por que sua crença na justiça pode ser a base para uma sociedade mais justa. Por último, tenta-se encontrar uma solução para os problemas da Europa, neste caso uma UE muito mais unida, com instituições políticas partilhadas e uma política fiscal central.

Existem muitos pequenos erros históricos. Para escolher alguns: Karl Marx é descrito como estando desapontado com os trabalhadores que foram para a guerra com entusiasmo em 1914, quando ele já estava morto há trinta anos; As batalhas de Wagram e Aspern-Essling estão misturadas; Sarajevo é descrita como estando na Iugoslávia moderna (não é o caso desde 1992); Hayden, Mozart, Beethoven e Schubert são descritos como 'filhos nativos' de Viena. Dos quatro, apenas Schubert nasceu em Viena - Beethoven veio de Bonn, Haydn da fronteira austro-húngara e Mozart, de Salzburgo; Hitler é descrito como fundador do partido nazista, quando na verdade era o 56º membro (nº 555, começando com 500).

Alguns acharão o "excepcionalismo" americano no capítulo final bastante difícil de aceitar, dados os eventos recentes (e os resultados das eleições). Embora muitos migrantes possam ser aceitos na sociedade americana, a comunidade afro-americana de longa data continua a sofrer de um nível de discriminação que você não encontrará na Grã-Bretanha (reconhecidamente, ter uma força policial fortemente armada provavelmente não ajuda aqui, pois a necessidade do movimento Black Lives Matter demonstra).

Apesar dessas falhas, o livro é geralmente bem intencionado. A ideia de usar uma parte da Europa para examinar a história do continente é potencialmente útil, embora Viena não fosse exatamente uma cidade europeia típica (mas então o que seria?). Voltaire é uma figura interessante, e sua atitude geral para com a justiça deve ser admirada. O alerta contra o clima cada vez mais nacionalista na Europa é oportuno, embora, infelizmente, acontecimentos recentes sugiram que as coisas estão apenas piorando.

Capítulos
1 - Vindobona
2 - O Maior Teste
3 - A Idade do Absolutismo Benevolente
4 - A situação é desesperadora, mas não é séria
5 - Morrendo de fome com celeiros cheios
6 - A escola mais difícil
7 - Do humanitarismo ao nacionalismo à bestialidade
8 - Finis Austriae
9 - Ele nos preparou para sermos livres
10 - Estados Unidos da Europa: isso é possível?

Autor: Larry J. Hilton
Edição: Brochura
Páginas: 323
Editora: Hilton
Ano: 2015



Daisy e Violet Hilton

Daisy e Violet Hilton (5 de fevereiro de 1908 - início de janeiro de 1969) eram artistas ingleses, que eram gêmeos siameses. Eles foram exibidos na Europa quando crianças, e percorreram shows paralelos nos Estados Unidos, vaudeville e circuitos burlescos americanos nas décadas de 1920 e 1930. Eles eram mais conhecidos por suas aparições em filmes em Freaks e Acorrentado para a vida toda.

Os gêmeos nasceram em Riley Road, 18, Brighton, Inglaterra, em 5 de fevereiro de 1908. [1] Sua mãe era Kate Skinner, uma garçonete solteira. As irmãs nasceram unidas por seus quadris e nádegas, elas compartilhavam a circulação sanguínea e eram fundidas na pélvis, mas não compartilhavam órgãos importantes. Eles eram chamados ou referidos como Os gêmeos siameses, The Hilton Sisters e The Brighton Twins ou The Brighton Conjuntos de Gêmeos.


Livros para treinamento, autodesenvolvimento, linguagem e ideias inspiradoras

De alguma forma, esses livros mudam a vida de muitas pessoas e podem ser para você também.

Um livro pode mudar nosso pensamento, sentimentos, conhecimentos, atitudes, habilidades, etc.

Em um mundo de milhões de livros, pode ser útil entender rápida e facilmente quais livros - apenas alguns livros - podem fazer uma grande diferença em nossas vidas e na vida de outras pessoas.

Esses livros são minhas recomendações - a maioria livros antigos, e muitos que podem ser comprados agora por um custo muito baixo. Estou aberto a outras sugestões.

Um livro deve ser especial para ser listado nesta página.

Não faço resenhas de muitos livros e não recomendo livros levianamente.

Livros diferentes se adaptam a pessoas diferentes, mas existem alguns livros que provavelmente são universalmente atraentes, porque são tão brilhantes.

Isso significa que esses livros são extremamente bem escritos, eles contêm um conteúdo realmente útil e impressionante: ideias ou entretenimento, ou prosa ou poesia dramática, ou ferramentas e material educacional que podem mudar nosso pensamento ou perspectiva e melhorar nossa compreensão, habilidades e sabedoria etc.

"Os livros são a riqueza mais preciosa do mundo e a herança adequada de gerações e nações. Seus autores são uma aristocracia natural e irresistível em todas as sociedades e, mais do que reis ou imperadores, exercem e influenciam a humanidade. Quantos um homem tem datou uma nova era em sua vida a partir da leitura de um livro! O livro existe para nós, talvez, que irá explicar nossos milagres e revelar novos. " (Henry David Thoreau, escritor e filósofo americano, 1817-62, de seu livro Walden, escrito em 1854.)

Os links do livro vão principalmente para a Amazon.co.uk e a comissão vai para a execução e desenvolvimento do site, obrigado.

Aproveite estes livros recomendados, antigos e novos, para inspiração, ensino, comunicação e aprendizagem.

Muitos dos livros mais antigos estão disponíveis de forma barata na Amazon. Compre ao redor.

Novos livros serão adicionados. Autores e editores estão convidados a me enviar cópias de revisão, mas esteja ciente de que um livro deve ser muito especial para ser incluído nesta página.

Livros inspiradores e motivacionais - livros para gestão, liderança, negócios, lições de vida.

O Deus Selvagem - Al Alvarez (1971)

Se houvesse apenas um livro nesta lista, eu recomendaria a todos que o lessem. Descobri isso tarde demais em alguns aspectos, mas a maioria de vocês lendo esta resenha será capaz de fazer uso mais completo de seus ensinamentos. Tendo perdido meu parceiro para o suicídio em abril de 2015 e experimentado eventos extra traumáticos depois, entrei em meu próprio mundo de sentimentos suicidas, que continuo a habitar. Eu não sou o único. Globalmente, centenas de milhões de pessoas pensam em se matar.

O mundo estava um pouco doente em 1971, quando Alvarez escreveu este livro. Agora o mundo está realmente muito doente, e a necessidade de as pessoas lerem este livro (junto com livros sobre como ficar bem) nunca foi tão grande. Al Alvarez é um escritor sensacionalmente brilhante e um homem extraordinário. Ele estava entre os amigos de Sylvia Plath quando ela se suicidou, cuja explicação inicia o livro e a jornada do autor e do leitor. Plath estava perdida porque se isolou da ajuda. O mesmo se aplica à maioria dos suicídios nos tempos modernos. Então, como agora, amigos e familiares não falam o suficiente sobre o suicídio e seus riscos. As pessoas não recebem ajuda até que seja muito tarde, às vezes tarde demais.

Este livro reduzirá as chances de alguém que você conhece morrer por suicídio e também o manterá mais seguro, quando e se o estresse ou as perturbações da vida se tornarem mais sérios. Este livro provavelmente o ajudará a entender o suicídio, se você estiver enlutado dessa maneira. O livro termina com a própria tentativa de suicídio de Al Alvarez e sua sobrevivência um tanto milagrosa. Entre esses dois suportes para livros terrivelmente belos (sim, o suicídio pode ser explicado lindamente, assim como o nascimento, a morte e a tragédia, etc.), Alvarez nos dá o estudo mais convincente e profundamente especializado sobre o suicídio já escrito. O suicídio não é o que parece e, filosoficamente, é tão complexo quanto a própria vida.

O mais urgente e importante agora é que globalmente hoje há um suicídio a cada 30 segundos, e a tendência é crescente. Isso é um milhão de pessoas todos os anos. Particularmente preocupante é o aumento rápido entre os jovens: o suicídio é hoje a principal causa de morte de jovens em muitas partes do mundo. Portanto, todos nós precisamos entender melhor o assunto. Este livro me deu muito - me ajudou a entender minhas próprias experiências e foi fundamental para minha sobrevivência.

O Deus Selvagem contém alguns dos ensinamentos mais profundos e úteis que você encontrará, além do que a maioria das pessoas ousam explorar durante toda a vida. (Se você tem interesse particular em suicídio e questões mais amplas de bem-estar e saúde mental, consulte o projeto de Alan Chapman www.festivaloflifeanddeath.org - a maior conferência / concerto de suicídio e bem-estar do mundo, acontecendo em Leicester, Reino Unido e em muitos outros locais / nações em 8 de setembro de 2018)

The Compass Solution, Tim Cole (2017)

Existem milhares de livros de autoajuda profissional. Milhares todos os anos. Muitos desses livros dizem basicamente as mesmas coisas, e muitos ajudariam qualquer pessoa a melhorar o sucesso no trabalho / vida se os ensinamentos fossem realmente aplicados, o que é o verdadeiro desafio. Este livro do empresário de sucesso dos EUA Tim Cole é bastante bom como um mapa útil do que está por vir e um manual de referência para verificar o progresso e manter um curso estável, considerando todas as distrações. É muito bem escrito e estruturado e orientado para encorajar o leitor a pensar em si mesmo como um negócio, ou empreendimento, ao invés da visão subjetiva emocional interior que tendemos a seguir no pensamento típico e na tomada de decisão.

Sabedoria antiga para locais de trabalho modernos - Graham Williams

Este livro é ouro puro para professores, treinadores, alunos e líderes.

Graham Williams é um escritor, especialista e visionário extraordinário. Este é o seu último livro, gentilmente oferecido por Graham em formato de e-book para download gratuito neste site. Obrigado Graham:

Baixe o e-book da Sabedoria Antiga - PDF grátis (84 páginas - 2,4 MB)

Sabedoria Antiga para Locais de Trabalho Modernos oferece uma série concisa e bela de lições para melhoria organizacional - e mais profundamente, novas ideias radicais, combinadas com métodos antigos e comprovados de abordagem - e transformar - trabalho, pessoas, objetivos, negócios e liderança.

Além da lógica maravilhosa e da escrita fabulosa, este livro é muito inovador, rápido, simples - e acessível.

Entre as especialidades de Graham está narrativa.. e este livro está cheio de histórias e analogias que criam conceitos e princípios muito impactantes - fáceis de entender e transmitir a outras pessoas - reunidos de forma coesa e estratégica - prontos para serem usados ​​de muitas maneiras.

As ideias de Graham são simples, mas muito inteligentes e sofisticadas - fáceis de entender - também poderosas e de longo alcance em seu potencial.

Ancient Wisdom é um livro compacto de conteúdo brilhante e ideias irresistivelmente boas - para gerentes, líderes, treinadores, estudantes - realmente todos interessados ​​em trazer mais felicidade e sucesso para os locais de trabalho.

Graham também oferece um desconto de 50% para os primeiros passageiros para a Conferência Wisdom for Modern Workplaces, Fanta Fe, Novo México, de 3 a 4 de outubro de 2017 - use o código: Williams250

Graham Williams, da Cidade do Cabo, é consultor de gestão certificado, coach executivo master (associado da Change Partners), facilitador, palestrante e autor que já trabalhou em mais de 40 países e diversos setores. Ele traz cura e integridade para as organizações. A narrativa é fundamental. Todas essas coisas são poderosas, de fato. Outros títulos de Graham, incluindo os livros maravilhosos De dentro para fora, A Organização Virtuosa, e O halo e o laço, estão disponíveis - com boletins informativos brilhantes regulares - em seu site:

Como parar de fumar e continuar parado - gillian riley

Existem muitos livros sobre como parar de fumar e este é considerado um dos melhores. O autor adota uma abordagem radicalmente diferente, que para muitos é uma mudança de vida além de parar de fumar, embora é claro que parar de fumar é certamente uma mudança de vida em si.

Europa: acorrentada pela história - larry j hilton

Este é um livro adorável sobre a história europeia que oferece muito mais do que história. Curiosamente, o autor opta por ver a história da Europa principalmente através das lentes da Viena austríaca.

Este é um livro oportuno para o início do século 21, porque a Europa está agora em turbulência, enfrentando muitos desafios, e os resultados terão impacto em todo o mundo. A história nos ensina sobre o futuro.

Quanto às qualidades do livro, em primeiro lugar este livro é muito agradável - Larry Hilton traz vida, alma, textura e emoção ao seu tema. Ele usa análise acadêmica e técnicas criativas de não ficção para apresentar a história de uma forma extraordinariamente divertida. Em segundo lugar, este livro é muito acessível - Hilton sabe como se comunicar com seu público. O leitor é envolvido em uma narrativa, ao invés de bombardeado por fatos sem sentido. Em terceiro lugar, este livro abre nossas mentes além da história - Larry Hilton oferece uma história da Europa que se estende sem esforço em lições sobre sociologia, política, cultura, nacionalidades e identidades, evolução, poder, estratégia, economia, caos, relações humanas, agrupamentos e sistemas - e como considerar o nosso futuro: o que será da Europa e dos europeus e as implicações para o resto do mundo. O conteúdo também é pesquisado extensivamente com centenas de fontes sólidas - é uma alegria ler e aprender com isso - sobre a Europa e os europeus, e também como escrever não-ficção.

Treinamento de força criativo - jane dunnewold

Este é um livro bonito e construtivo acessível sobre criatividade, que qualquer pessoa gostaria de ler. As imagens, o design, o layout fabulosos do livro - e o excelente estilo de escrita claro - tornam o livro uma alegria de ler e seguir, com muitos exercícios e explicações inteligentes e claras que encorajam a experimentação e a mudança na abordagem de todos os tipos de trabalho criativo. O livro em si é extremamente criativo - oferecendo muitas maneiras de abrir a mente e a atitude - para se tornar mais criativo. O livro também tem um aspecto espiritual e ético muito forte. O livro seria um excelente auxiliar de ensino para qualquer pessoa que trabalhe com alunos - de todas as idades - ajudando as pessoas a desenvolver suas atividades e resultados criativos e artísticos. Observe que a criatividade não é apenas para artistas, escritores, músicos, chefs, etc. Todos se beneficiam em ser mais criativos! A criatividade é crucial para a inovação, melhoria da qualidade e resolução de problemas em todo tipo de trabalho - especialmente em gestão empresarial e organizacional, empreendedorismo, marketing, treinamento e RH, publicidade e vendas, serviços profissionais, saúde, administração, liderança e governo - realmente tudo. Portanto, este é realmente um livro maravilhoso para quem deseja desenvolver a capacidade de encontrar soluções e novas maneiras aprimoradas de fazer as coisas, qualquer que seja sua especialidade.

Atlas mundial do chá - ferreiro krisi

Este é talvez o livro mais bonito já publicado sobre o chá - é uma lição em trazer amor e qualidade para a escrita e os negócios - em 240 páginas suntuosas, explicando e ilustrando os muitos aspectos fascinantes do chá. O livro contém imagens maravilhosas do chá em todos os tipos de situações ao redor do mundo e ao longo da história do chá. Krisi Smith escreve de forma absolutamente brilhante sobre o chá - sua história, botânica, cultivo (incluindo cultivo doméstico), colheita, variedades, dimensões geográficas e culturais, mistura e mistura inovadoras de chá, degustação, fermentação, serviço, etc., todos amorosamente oferecidos em um fabuloso contexto ético. Krisi Smith (co-fundadora com seu parceiro Mike da Bluebird Tea Company de Brighton) criou uma obra-prima para agraciar (ironicamente) qualquer mesa de centro.

Sapiens - yuval noah harari

Este é um livro fácil e maravilhoso que explica a evolução da humanidade, de acordo com as pesquisas mais modernas (2016). Humilde e convincente. Isso mudará sua visão sobre o que é ser humano e nosso lugar no mundo.

Os quatro acordos - don miguel ruiz

Um livro verdadeiramente transformador. A orientação simples de Don Miguel Ruiz para a vida. Veja a análise resumida dos Quatro Contratos.

A busca do homem por um significado - viktor frankl

Um livro verdadeiramente transformador, esta é a história do autor de seu tempo nos campos de extermínio nazistas da 2ª Guerra Mundial, e como essa experiência se traduz em uma filosofia pessoal, da qual todos podemos obter inspiração intensa e significativa.

Se este for um homem - primo levi

Tão convincente, humilde e inspirador quanto 'Man's Search For Meaning'.

Longa caminhada para a liberdade - nelson mandela

Muitas lições em um livro. Quando você lê a história de Mandela, você entende como o homem se tornou uma força. Uma das maiores autobiografias. Totalmente inspirador. Também disponível em versão ilustrada para crianças.

O pedágio fantasma - Norton Juster

Um daqueles livros infantis que é mesmo para adultos. Se você já se sentiu preso a uma rotina, isso pode ajudá-lo a sair dela. Uma celebração da inocência e descoberta de si mesmo. Histórias maravilhosas dentro de uma história.

Se a vida é um jogo, essas são as regras - cherie carter-scott

Um livrinho tão simples, com muito bom senso sobre como tirar o melhor de si e da vida em geral. Em um mundo cínico, os ensinamentos de livros como esses ajudam muito a encorajar um comportamento verdadeiramente adulto e generoso. Veja a análise resumida das Regras de Vida de Cherie Carter-Scott.

O sino de mergulho e a borboleta - jean dominique bauby

Notável história autobiográfica de resistência e coragem em face de um desastre pessoal de partir o coração. Bauby ditou este trabalho após um acidente paralisante, letra por letra, piscando os olhos. Lindamente escrito e verdadeiramente inspirador.

Os sete hábitos de pessoas altamente eficazes - stephen covey

Mudança de vida. Algo para todos. Veja a revisão resumida dos Sete Hábitos de Stephen Covey.

O grito primordial - arthur janov

Fornece uma explicação notável e esclarecedora do comportamento difícil da maneira como a personalidade é formada por meio da experiência e pode ser mudada desbloqueando o subconsciente - a terapia primária. Um livro para qualquer pessoa aprender mais sobre si mesma, personalidade, relacionamentos, comunicação e muito mais.

Islã e desenvolvimento sustentável - odeh rashed al-jayyousi

Este livro é um antídoto maravilhoso e refrescante para ressentimentos, medos, suspeitas e confusões mútuos centenários. Ele oferece uma visão radicalmente nova do mundo e das maneiras como suas pessoas e organizações operam nele, oferecendo uma estrutura inovadora de idéias e métodos que podem ser aprendidos, transferidos e aplicados - e que, de maneira fascinante, harmonizam e reconciliam até então irreconciliáveis diferenças entre dois e ideologias e povos desnecessariamente conflitantes. Há uma longa relação difícil entre "o Ocidente" e "o mundo muçulmano". Guerras e tensões persistentes são falhas profundamente catastróficas da liderança humana em resposta a esses desafios. Alimentados por meios de comunicação de massa egoístas idiotas e políticos iludidos, essas falhas se propagam para a sociedade, empresas e gerações da humanidade, quando na verdade um bilhão ou mais de pessoas de cada lado da divisão, de outra forma, compartilhariam alegremente uma refeição juntos, se tornariam boas amigos, cooperem e vejam o mundo de maneiras muito semelhantes.

O alto preço do livro o colocará fora do alcance da maioria das pessoas (embora as cópias usadas possam ser muito mais baratas), mas líderes empresariais e sociais, formuladores de políticas e estudiosos sérios da vida, economia, etc., devem investir para obter um cópia de.

Este livro fornece essencialmente uma explicação dos princípios islâmicos dentro de uma estrutura soberbamente bem estruturada, relacionada à sustentabilidade global a partir de perspectivas sociais, econômicas e humanas.

Sinta o medo e faça-o mesmo assim - susan zomba

Livro clássico inspirador de mudança de vida - como superar nossos medos e alcançar um maior poder de crença e maior auto-estima. Este continua sendo um livro best-seller global sobre autodescoberta e autodesenvolvimento.

Livros de sharon drew morgen

Sharon Drew Morgen é considerado por muitos (inclusive eu) como o maior pensador e escritor sobre vendas da era moderna.

Ela também é uma das maiores pensadoras e escritoras sobre os temas de:

  • ouvir e compreender
  • facilitação de decisão
  • comunicações e relacionamentos

Seu livro 'Buying Facilitation' é uma inovação extraordinária para vendas, que ainda está muito à frente de seu tempo. 'Dirty Little Secrets' desenvolve ainda mais e de forma mais profunda e poderosa sua metodologia de facilitação de compras. Seu livro 'O quê?' move seu conceito para comunicações e relacionamentos gerais.

Sharon Drew Morgen escreve sobre processos e métodos - explica como e por quê - e escreve no nível da filosofia, do amor e da humanidade. Sharon Drew Morgen é um gênio. Seu trabalho é uma mudança de vida para todos os interessados ​​em comunicações eficazes - todos nós - pais, professores, amantes, líderes corporativos e nacionais, empresas, organizações, governos e formas de vida em outros planetas.

Peixe! omnibus - lundin, christensen, paul

O maravilhoso modelo de desenvolvimento organizacional tirado do famoso mercado de peixes de Seattle

Peixe! baseia-se nos quatro princípios de:

Em busca da excelência - tom peters e robert h waterman jr

Livro de gerenciamento seminal, escrito em 1982 - (consulte a seção de Tom Peters, pois isso explica como o livro foi escrito e fornece a visão de Peters sobre o livro e como ele o escreveria hoje). Com seus oito temas clássicos para empresas de sucesso, In Search Of Excellence continua sendo o livro de administração mais vendido e lido de todos os tempos.

Guia para os gurus da gestão - carol kennedy

Praticamente todos os grandes gurus de administração e comportamento, de Maslow a Peters, resumidos em um formato fácil de digerir, incluindo detalhes dos livros que cada um escreveu. Um auxílio de instrutor inestimável, bem como um trabalho de referência brilhantemente prático para todos os gerentes e empresários.

TA hoje - ian stewart & amp vann junta-se

A melhor introdução e guia moderno para as teorias de análise transacional de Eric Berne. Absolutamente fascinante, brilhantemente escrito e explicado. Veja a seção Análise Transacional.

Jogos que as pessoas jogam e o que você diz depois de dizer olá - Eric berne

Do fundador da Transactional Analysis, um livro simples e esclarecedor sobre o comportamento das pessoas. Todos nós jogamos esses jogos. Consulte a seção Análise transacional avançada.

Estou bem, você está bem, fique bem - Thomas e Amy Harris

O livro notável sobre análise transacional e acompanhamento. Consulte a seção Análise Transacional.

O gerente de um minuto - ken blanchard e amp spencer johnson

Se você é um gerente e nunca leu isto, consiga uma cópia imediatamente. É apenas um livrinho, mas, meu Deus, é um dos melhores. Você levará uma noite para lê-lo e mudará seu pensamento para sempre.

A psicologia da escrita - nadya olyanova

Uma instrução e explicação acessível e concisa da grafologia. Compreender a grafologia ajuda você a entender a si mesmo e aos outros, e este livro é uma excelente ajuda.

Motivação e personalidade - abraham h maslow

O trabalho de definição de Maslow sobre autoatualização e a hierarquia de necessidades. Possivelmente o livro de bolso mais caro que você comprará - me diga se você conhece uma fonte mais barata. Veja o resumo e revisão da hierarquia de necessidades de Maslow.

Mensagens silenciosas - dr albert mehrabian

O trabalho de Albert Mehrabian é amplamente referenciado em muitos aspectos das comunicações e é a fonte da estatística de 93% famosa e amplamente mal compreendida relativa a sinais não-verbais. Veja a revisão resumida da Teoria de Mehrabian. Para mais informações e para solicitar o livro, acesse o site de Albert Mehrabian.

Próspero em mente - katherine benziger

O trabalho de Katherine Benziger sobre personalidade e comunicação é pioneiro e revelador. Sua abordagem à psicometria é honesta e cuidadosa, e defende a aplicação sensível e significativa dessa potente ciência. Veja a revisão resumida da Teoria de Benziger.

Yo, blair! - geoffrey wheatcroft

Este livro é um relato fascinante dos anos de liderança de Blair e explica por que ele se tornou uma das figuras mais insultadas dos tempos modernos e, por implicação, por que tantas pessoas se desiludiram com a política. Este livro também conta os fatos por trás das manchetes e do giro, e mostra por que todos devemos estar mais interessados ​​no que os líderes fazem em nosso nome. Blair já foi um líder extremamente popular. O livro ajuda a explicar em termos reais por que a liderança deve ser construída sobre a ética e a honestidade ou, do contrário, fracassará.

Fazendo a globalização funcionar - Joseph Stiglitz

Vencedor do Prêmio Nobel e presidente do Conselho de Consultores Econômicos do presidente Clinton, Stiglitz é um importante pensador moderno sobre globalização e governança. Impulsionado pela imparcialidade e justiça, seu livro anterior, Globalização e seus descontentamentos, também foi um best-seller. Este livro de 2006 está repleto de fatos, estatísticas e raciocínios e é uma excelente ferramenta de referência. Mostra como o pensamento ocidental histórico falha e como os negócios e a política precisam mudar.

Noite - elie wiesel

Considerado por muitos como o maior livro do Holocausto, Night é um registro inspirador das experiências de Elie Wiesel sob os nazistas em Auschwitz e Buchenwald. As lições de Night, escritas em 1955, dizem respeito à sobrevivência do espírito humano através de terrores inimagináveis ​​e fornecem inspiração para autodeterminação e resolução interior. Elie Wiesel ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1986 por seu trabalho contra a violência, repressão e racismo.

Freakonomics - levitt e dubner

Este divertido livro best-seller de 2005 é uma coleção de perguntas e respostas socioeconômicas, interpretadas de forma criativa e científica. Usando temas aparentemente obscuros, os autores exploram a motivação e o sucesso - do ponto de vista individual e social - de uma forma genuinamente diferente e esclarecedora. Seções notáveis ​​explicam a semelhança entre os traficantes de drogas e as organizações empresariais convencionais, por que muitas vezes não é uma boa ideia vender sua casa por meio de um agente imobiliário, como os níveis de criminalidade estão mais relacionados às leis de aborto do que ao policiamento e como os nomes das pessoas estão relacionados ao sucesso na vida.

A sabedoria das multidões - james surowiecki

O primeiro comentário popular e acessível sobre o valor do julgamento coletivo. Pessoas em grupos são notavelmente eficazes na avaliação e decisão de coisas, e as lições deste livro são imensamente úteis para gerentes e líderes. É uma contraposição à afirmação de Sir Alec Issigonis de que um camelo é um cavalo projetado por um comitê, embora o autor James Suroweicki explique que a chave para a sabedoria coletiva é o pensamento independente, que a maioria dos comitês luta para preservar. Este livro é relevante para a vida, gestão e organizações de todos os tipos. .

S.u.m.o. - paul mcgee

O guia de Paul McGee para viver uma vida positiva e bem-sucedida é fácil e divertido de ler, prático de aplicar e moderno em perspectiva e filosofia. Este é um ótimo livro para qualquer pessoa interessada em aproveitar ao máximo sua vida. SUMO significa Shut Up Move On.

Eunoia - bok cristão

Eunoia significa 'belo pensamento'. É a palavra inglesa mais curta que contém todas as cinco vogais. Este livro, que levou sete anos para ser escrito e foi publicado pela primeira vez em 2002, é uma obra literária notável. Cada um de seus cinco capítulos contém palavras usando apenas uma das cinco vogais. Uma experiência de leitura excepcionalmente estranha e bonita.

A arte da guerra - sun tzu

Escrita no século 6 aC, esta é a teoria mais antiga significativa sobre estratégia militar. Foi traduzido para o francês em 1772, para o inglês em 1905, e influenciou muitos líderes militares desde essa época, posteriormente também como uma obra de referência em estratégia de liderança e gestão empresarial.

A arte de estar certo - arthur schopenhauer

O influente filósofo alemão Arthur Schopenhauer (1788--1860) desenvolveu, entre conceitos mais profundos, uma série de 38 táticas para derrotar um oponente em um debate. As palavras "altamente influente" não são exagero - Nietzsche, Einstein e Freud eram fãs de Schopenhauer.

Pense e cresça rico - Napoleon Hill

Um livro clássico de autoaperfeiçoamento de 1937, focado em ganhar dinheiro e provavelmente o primeiro best-seller desse tipo.

Inteligência emocional - daniel goleman

A teoria da Inteligência Emocional é anterior a este livro de 1995 e existem outras interpretações válidas, mas o trabalho de Goleman tornou a teoria amplamente acessível. Consulte o resumo da Inteligência Emocional.

O poder do agora - eckhart tolle

O best-seller de Eckhart Tolle e o livro de autoajuda espiritual clássico extremamente popular, publicado pela primeira vez em 1999.

Amar, e nascido para amar - leo bascaglia

O livro mais vendido de Buscaglia em 1972 é baseado em seu pioneiro Love Class na Universidade da Califórnia. As ideias de Buscaglia permanecem fundamentalmente relevantes para a vida moderna e nossa negligência com relação a essa necessidade vital. Born to Love é uma continuação mais leve e igualmente bela. Veja o amor e a espiritualidade em ação.

Um guia para uma vida racional - albert ellis e robert harper

Albert Ellis foi o pioneiro em REBT (Rational Emotive Behavior Therapy) e CBT (Cognitive Behavior / Behavior Therapy). Este livro é uma obra seminal no campo da psicoterapia moderna.

Infância e sociedade - erik erikson

A Teoria dos Estágios de Vida Psico-Sexual de Erikson é uma maneira extremamente útil de entender como as pessoas se desenvolvem. Este livro de 1950 apresentou pela primeira vez suas idéias significativas e a Teoria dos Estágios de Vida. Seus outros livros oferecem estruturas simples e incríveis para entender como nos tornamos quem somos. Veja o resumo da teoria de Erikson.

O poder do pensamento positivo - norman vincent peale

O livro clássico de 1953 do Dr. Peale é a fonte da famosa expressão "poder do pensamento positivo". O pensamento é devoto e fortemente baseado na fé. Veja assertividade e confiança.

O princípio peter - laurence j peter e casco de raymond

O livro best-seller de 1969 que gerou a expressão 'The Peter Principle'. Uma visão atemporal irônica maravilhosa de organizações e gestão. Veja o resumo do Princípio de Peter.

Seis chapéus pensantes - edward de bono

Edward de Bono é considerado um dos pensadores mais inovadores dos tempos modernos. Este livro de 1985 fundou a agora famosa metodologia Six Thinking Hats, de de Bono, usada para o pensamento positivo, equipes e grupos de trabalho. De seus outros livros, O mecanismo da mente também é acessível e bem visto.

Por favor me entenda 2 - david keirsey

A teoria bem estruturada de Keirsey sustenta seu popular sistema de perfis de personalidade do classificador de temperamentos. Contém ferramenta de perfil de autoanálise. Veja estilos e modelos de personalidade.

Linguagem corporal para manequins - elizabeth kuhnke

Existem centenas de livros sobre linguagem corporal. Este é particularmente bom. Consulte a linguagem corporal para obter o resumo e o guia do assunto.

A paz está a cada passo - thich nhat hanh

Um livro clássico de autoajuda espiritual e um antídoto calmante para a busca incessante do "sucesso" que afeta a maioria de nós em um momento ou outro. Veja gerenciamento de estresse - assunto intimamente relacionado.

Piscar, e o ponto de inflexão, outliers - malcolm gladwell

Aqui principalmente porque esses livros são grandes best-sellers que nos fazem pensar sobre as coisas de forma diferente.

A motivação para trabalhar - frederick herzberg

O livro seminal de 1959 no estudo da motivação nas organizações. Contém as estatísticas a partir das quais Herzberg desenvolveu sua famosa teoria dos Motivadores e Fatores de Higiene. Veja o resumo de Herzberg.

On death and dying - elisabeth kubler-ross

The Classic 1969 book by Elisabeth Kubler-Ross, which has helped so many deal with personal loss, and which first announced Kubler-Ross's famous five stages of grief cycle. See the Kubler-Ross Grief Cycle summary.

The empty raincoat: making sense of the future - charles handy

Charles Handy is one of the most enlightened writers on work. See the introduction to Charles Handy's ideas.

How to win friends and influence people - dale carnegie

Dale Carnegie's 1936 classic self-help book, which became a fundamental reference for business and selling. Much of the core thinking applies in modern times. His organization has published an updated version for the modern age. See selling theory and methods for more background.

The 80/20 principle: the secret of achieving more with less - richard koch

An extremely useful explanation of the wonderful 80-20 Rule - also known as the Pareto Principle. The 80-20 Rule is a much under-used method for success in life and work. See the Pareto Principle summary and guidance. This book is a revised version.

Jonathan livingston seagull, and illusions - richard bach

Jonathan Livingston Seagull is one of the most spiritually warming and inspiring books ever written. Illusions also.

The prince - niccolo machiavelli

A classic study of leadership, in very readable format for a book written in 1513. The lessons are not all transferable to modern times, but many contain essential wisdom and resonance for leadership today. See leadership for related materials.

The prophet - kahlil gibran

A timeless spiritual classic, full of simple lessons for life.

The original reiki handbook - dr mikao usui

The original and seminal work of the founder of the Reiki System. Surprisingly accessible. Extremely concise. Fascinating and enlightening.

Happiness: lessons from a new science - richard layard

Leading happiness expert Richard Layard's research shows that as societies become richer, they do not become happier. Layard is one of the world's great authorities on the science of happiness.

Why is sex fun? - jared diamond

This is an entertaining and thought-provoking book about the evolution of human sexual behaviour, and by implication, human motivation besides. This book is controversial and attracts criticism, but it's an excellent introduction to ideas about sex and mating and human attraction that need to be more widely understood.

Genes, peoples and languages - cavalli-sforza

Wonderful book about the evolution and spread of people around the world.

The origin of species - charles darwin

One of the most significant books ever written, Darwin's discoveries and theories about natural selection continue to provide the basis of modern evolutionary thinking. There are other editions of this book so shop around.

Sperm wars - robin baker

Fascinating controversial insight into relationships, particularly between the sexes, and what actually drives and controls human reproduction and behaviour. The evolutionary and physiological factors which determine man's and woman's procreational systems make surprising reading. Warning - sexually explicit.

The selfish gene - richard dawkins

Fascinating analysis and explanation about why we've evolved to be as we are, and compelling explanation as to why we behave the way that we do - requires some concentration but well worth it. Another incredible book that will completely change your views about people and life.

Books about words and language, especially etymology and the origins of sayings

Making the alphabet dance - ross eckler

Recreational wordplay of all sorts. Utterly absorbing. Fascinating facts about words that you can use for training sessions, puzzles and quizzes, dinner parties and word games with friends. See the grammar and language glossary of curious words.

Mother tongue - bill bryson

A hugely entertaining, interesting and informative book about the development of the English language. A gem on every page, and a terrific source of language trivia and fascinating facts. The book is also a superb perspective on the development of the English people, as well as the language.

Dictionary phrase and fable - brewer

First compiled by Ebenezer Brewer in 1870, this dictionary is especially fascinating if you can find a version/imprint/copy of the 1870 edition. Modern revised versions are useful and fascinating too but have lost much of the original historical language and references. Compre ao redor. Look for the oldest version you can find if you are interested in the history of language and words.

Words, sayings, cliches, and expressions origins books

Here some of the best books and dictionaries about word meanings, etymology (the history/origins of words), and sayings, expressions, idioms, cliches, etc.


An unfortunate end

Daisy and Violet Hilton were 23 years old when they tasted freedom for the first time, and were awarded $80,000 by the courts. They became U.S. citizens, grabbed hold of their stardom, and partied like rockstars — they had no concept of financial responsibility and trusted far too many of the wrong people. Things were looking up for a bit, it wouldn't last. De acordo com LA Times, the Hilton sisters would end up going through even more turbulence as their fame rose. They were cheated by managers, found themselves in sham marriages, and partied at a destructive level that left the sisters broke.

They did make it into a Hollywood film, but the film wasn't much different than their early life. Chamado Freaks, the movie was essentially a freak show on a film reel. They'd take on one more film in the 1950s after going broke and fading from the light of stardom. Chained for Life, as the movie was called, would ultimately flop and be the end of the sisters' Hollywood career.


'The Kennedys' was too controversial for television

Every so often, even the History Channel has to admit that some of their programming is a tad controversial. There was that one time that they commissioned and then abruptly canceled a $30 million mini-series about the Kennedys, for example. o Hollywood Reporter explains the bizarre fate of The Kennedys, which was a scripted, eight-part series about John F. Kennedy and his family, leaning hard into some of the more tawdry rumors about the famous clan. An early leaked draft of the script caused an outcry among Kennedy family allies, and after months of rewrites and filming, the high-profile project was pulled entirely for being pretty much wall-to-wall slander and lies. Or, as the official statement went, it was "not a fit for the History brand."

Co-creator Joel Surnow still defended his project in an interview with the atlântico, saying people were biased against him for being a staunch conservative who wanted to make a Kennedy series. Conspiracy theorists also took the opportunity to insist that the surviving members of the Kennedy family had bullied the History Channel into dropping the show (because conspiracy theorists love the Kennedys), but all we know for sure is that when the mini-series eventually did come out elsewhere, the Hollywood Reporter review called it "dull," "unwatchable," and "a ham-fisted mess."


26. Floyd Mayweather Jr: 50-0 (27 KOs)

Arguably the greatest promoter and defensive boxer in history, Floyd Mayweather Jr. is one of the more fascinating fighters the sport has seen. Mayweather Jr. has the highest plus-minus ratio in recorded boxing history, making him the most accurate puncher since the existence of CompuBox. He’s won eight championships in five different weight divisions.

(Photo by Harry How/Getty Images)

With a record of 26 consecutive wins in world title fights, 23 wins in lineal title fights, 24 wins against former or current world titlists, and two wins against International Boxing Hall of Fame inductees, Mayweather Jr. is unquestionably one of the greatest boxers in the history of the sport.


Humans play a part, too

In this image by Paul Hilton, a young macaque is chained to a cage in Bali's bird market after being taken from the wild and sold as a pet. Hilton won the wildlife photojournalist story award for his coverage of this cruel trade. Competition winners often focus on human impact on the natural world the macaque can legally be sold, often ending up in horrid conditions.


Europe: Chained by History, Larry J. Hilton - History

THE CATAWBA INDIANS:
"PEOPLE OF THE RIVER"
(updated 06/07/21)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

This magnificent unsigned, undated 13-inch-tall "Rebecca Pitcher" (direito) from Hilton Pond Center's collection was made by a gifted Catawba Indian potter (name not known, but believed to be Sara Ayers). It shows distinctive mottling--in this case, tan and black--typical of the tribe's clay artwork. Catawba pottery is NEVER glazed or painted.

Catawba Indian pottery-making is still practiced today by accomplished master potters who are training a new generation to form these beautiful creations from Piedmont river clay.

Hilton Pond Center for Piedmont Natural History near York, South Carolina, lies just 15 straight-line miles from the Catawba River, so it seems likely our property was traversed in times past by Catawba Indians exploring its tributaries. Although this is pure speculation, there can be no doubt about the tribe's connection with the actual waterway, for the Catawbas call themselves yeh is-WAH h'reh, or "People of the River." Since overflow from Hilton Pond makes its way into Fishing Creek and eventually the Catawba River, we feel a natural affinity for the Catawba Indian Nation past and present.

The Catawbas settled on the banks of the Catawba River--primarily in what is now York County, South Carolina--and built permanent, bark-covered roundhouses in which to live, plus huge Council Houses for tribal meetings. They hunted Piedmont woodlands and prairies and fished in the river and its feeder streams. They also farmed and planted corn extensively in rich river bottomlands. Once a large and powerful group numbering tens of thousands, they waged ongoing war with the Cherokees and tribes of the Ohio River Valley (see South Carolina map at left) , being successful in battles with the former but not faring well against the Six Nations. Hernando de Soto, the Spanish explorer, made first contact with the Catawbas in 1540. When Europeans began settling in the Carolina Piedmont, the Catawbas remained friendly, but many succumbed over the years to "white man" diseases such as smallpox by 1826 there were only about 110 true Catawbas left, some of whom moved elsewhere

King Hagler, or Nopkehee (c. 1700&ndash1763), was Catawba chief from 1754 to 1763. Known as the "patron saint of Camden, South Carolina" he was an important ally for colonists in that area. He negotiated the treaty of Pine Tree Hill in July 1760, providing a 15-square-mile Catawba reservation on the Carolinas border. On 30 August 1763, Hagler was ambushed and killed by seven Shawnees. His bust is a popular adornment for Catawba pottery (see examples below) e he was the first Native American to be inducted into the South Carolina Hall of Fame (stylized portrait at right).

Catawba Indians at the Corn Expostion (Columbia SC, 1913)

In years since, the Catawba population has stabilized and grown with a resurgence of interest in Catawba heritage. Although there are no longer any full-blooded Catawbas, the tribe's cultural history has been retained by 2,000 or so descendants now living on or near the current reservation at Rock Hill SC. (Sallie Brown Gordon, the last native speaker of the Catawba language--a dialect of Eastern Siouxan--died in 1952.) The tribe is also interested in preserving and conserving natural aspects of the reservation, especially habitats along the Catawba River bottomland.

(Unfortunately, disagreements among various factions of modern-day Catawbas have resulted in lack of unity within the tribe the public often hears of this turmoil rather than the good work of many tribal members. The 2007 election of Donald Wayne Rodgers (below left) as chief--the tribe's first new leader in more than three decades--appeared to bode well for reconciliation according to Rodgers, in late September 2010 a general vote was taken to remove him from office, but he was cleared of any wrongdoing and finished his term in July 2011. Under his stewardship the tribe was relieved of more than $13 million in debt owed the federal government. Rodgers reports he withdrew from further election in 2011 and was replaced by a new chief, Bill Harris, who is serving his third term and has announced his intention to retire in 2023.)

(Harris and the current executive committee continue to petition the state of South Carolina for permission to begin gaming operations on the reservation, or to establish a casino in neighboring Kings Mountain NC as a means of generating revenue for tribal needs. Ground was broken in 2020 at the site along I-85 just north of the SC/NC state line. Use an Internet search engine to get the latest info about the Catawba Nation, including its quest for the casino.)

Historically, a male Catawba's typical ceremonial garb consisted of a long-sleeved leather coat with fringe long trousers and a distinctive headdress consisting of a head band with large, erect eagle feathers. Women wore a decorated coat, leggings, and a long skirt. (See photos of Benjamin P. Harris, above right and, above that, a group of Catawbas at the S.C. Corn Exposition in 1913. Mr. Harris is holding a bow and arrows and, in his right hand, what appears to be a Great Blue Heron with an arrow through its body.) In modern times, some Catawba males have elected to wear Plains Indians war bonnets and turquoise jewelry during appearances, unfortunately ignoring their heritage and propagating to students and the public the stereotype that all Indian tribes and nations dressed alike.

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

CATAWBA INDIAN POTTERS & POTTERY

Perhaps the Catawba Indian Nation's greatest lasting legacy is its pottery, made in simple, elegant style that is instantly recognizable. Production and sale of pottery is not a "new" phenomenon, as indicated by a circa 1910 postcard (acima de) from the Indian Nation near Rock Hill SC depicting Catawba potter Sarah Jane Ayers Harris and seven grandchildren. (Note that everyone pictured is wearing "white man" clothing quite unlike traditional Catawba garb.) Catawbas sometimes sold their pottery from roadside stands for the "tourist trade" and in mid-20th century set up booths at the gates to Winthrop College in Rock Hill there, coeds at the then-all-girls school could purchase items both functional and decorative. These pottery pieces went for as little as 25 cents each some are now worth hundreds--even thousands--of dollars.

Large Chief's Head Pot
(11" x 9" signed by Sara Ayers, undated head detail below right)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

In his book on The Catawbas (1989), James H. Merrell states: "The Catawba women who continue to make pottery using the traditional techniques are an on-going link with the tribe's past. They ensure that Catawba pottery will remain the oldest art form still produced in South Carolina." Merrell has a nice description of how Catawba pots are made it is paraphrased below.

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Traditionally--and even today--Catawba men and children dig clay from isolated pits along the Catawba River these prime sites are often kept secret from outsiders. After cleaning and drying their clay, Catawba women grind it into very fine powder to eliminate gritiness from the final product. Water is added, and the mixture is worked to the proper consistency.

Unlike many modern potters who "throw" pots on a wheel or mold pots free-hand, Catawbas still use lumps or snake-like coils of clay to form their pots (see 1913 photos just above and above left of Catawba potter Rachel Brown). After flattening a clay lump to make a pot's bottom, the potter joins the ends of her first clay coil and adds it to the base. All joints are smoothed, a second coil is added atop the first, then a third, and so on until the desired height is reached. This so-called "green" pot is allowed to dry for a few days, after which the potter thins the walls and smooths inner and outer surfaces using tools that may have been passed down from her/his mother or grandma or great granny. These smoothing implements--made of bone, shell, wood, or metal--are among the potter's most cherished possessions.

A final dampening of the pot allows the potter to polish it to a glass-like finish. Ornamentation may be added in the form of handles, spouts, or the head of ancient Chief Hagler, AKA Nopkehe (see two photos of a chief's head pot above) .

Two Small Pitchers and a Small Vase
(Left: 6.5" x 3.5" Rebecca pitcher signed by Viola Robbins, 1995)
(Center: 3.5" x 1.75" vase unsigned & undated)
(Right: 4.25" x 4" pitcher signed by Sara Ayers, undated)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Catawba Indian pottery is NEVER painted, nor is it glazed--even though it often has a soothing sheen (acima de) that comes from the firing process well-smoothed pieces by the most talented and meticulous potters have an even shinier apperance. Artistic incising sometimes is applied on the outer surface of the pot (see leaf inscription on small pot below left) . Note that Catawba INDIAN pottery should not be confused with Catawba VALLEY pottery from North Carolina the latter is NOT Native American artwork. Furthermore, what is represented as Catawba Indian pottery by sellers on eBay or other outlets sometimes isn't--an indication an unscrupulous seller may be trying to mislead potential buyers or, at best, simply hasn't done the proper research and makes unfounded or incorrect statements. Caveat emptor! (NOTE: Cherokee potters frequently use the same techniques employed by the Catawbas. For unsigned pieces it is sometimes impossible to tell the difference, although Cherokee pots are often darker, even black, with less mottling.)

Three Small Containers
(Left: 2.75" x 2.5" vase incised and signed by
Warren B. Sanders, 5/13/1996)
(Center: 4" x 2.5" vase signed by Viola Robbins, 1995)
(Right: 2.75" x 3" three-legged pot with handles
unsigned & undated)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Most Catawba potters sun-dry their pots before firing them outdoors in a pit or open fireplace. (The photo below is reputed to be an outdoor furnace used by Catawbas to fire pottery.) Depending on the clay source and how and where wood is placed on or in a piece during the process, this yields a unique mottled pattern (see photo just above) of black, tan, orange, and/or brown that makes the smooth but unglazed final product so distinctive. (See photo above left of Catawba potter Sarah Harris, c. 1908.) This technique is believed to have been used by the Catawbas for up to 4,600 years and apparently pre-dates the work of more familiar pottery-making tribes in the Southwestern United States. Assuming this is true, Catawba pottery is likely the oldest North American art form in continuous use to the present day.

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Perhaps the best-known Catawba potter in recent decades was Sara Ayers (1919-2002 above, with one of her signature pieces--a Chief Haigler pot), whose exemplary signed art is some of the most avidly sought by collectors. She was taught--as were many of the potters of her generation and the two that followed--by Arzada Sanders (1896-1989). Even earlier among the master artisans was Martha Jane Harris (1860-1936), grandmother of master potter Georgia Harris (1905-1997).

Among the more creative and accomplished of recent-era Catawba potters were the following: Evelyn Brown George (1914-2007, at left) Mildred Blue (1922-1997, first Catawba to graduate from Rock Hill High School) Emma Harris Canty Brown (1889-1961)--wife of Van Wyck SC ferryman Early Morgan Brown (1891-1963), who assisted Emma in scraping pottery pieces Florence Harris Garcia Wade (1922-2017) Nola Campbell (1918-2009) Catherine Sanders Canty (1917-1999) Doris Blue (1905-1985) and Reola Harris (1921-1991)--twin sister to Viola Harris Robbins (1922-2010), in photo below right with husband Earl Robbins (1922-2010).

Earl Robbins, son of Frank Robbins and Effie Harris Robbins, was undoubtedly the most famous and productive of all the male Catawba potters he was especially known for his creative "oversized" pieces, including figurals. He also specialized in making pipe molds sought after by other Catawbas wishing to make pipes. See his very unusual "horse bowl" design (abaixo). Earl died of Alzheimer's disease in March 2010, just two months after his wife Viola. They were married 68 years.

Large Horse Bowl
(12" x 6" signed by Earl Robbins, 1990. The horse's neck
is not broken the line represents reins.

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Virtually all the tribe's mid-20th century master potters have passed on, with Margaret Robbins Tucker (photo below left b. 1957, daughter of Earl and Viola) perhaps the last notable one still making pottery. Fortunately, the clay-working tradition of the Catawba Indian Nation is being continued by a new generation of artisans, many of whom are children or grandchildren of the folks listed above. Some are on their way to becoming Native American master potters in their own right.

This "new generation" of indigenous potters includes, among others, such Catawbas as Monty Hawk Branham, Keith Brown, Edwin Campbell, Donald Harris, Billie Anne McKellar, Della Oxendine, Elizabeth Plyler, Brian Sanders, Caroleen Sanders, Cheryl Harris Sanders, Freddie Sanders, Marcus Sanders, and Margaret Tucker. Several of these younger people produce traditional pottery, while others are exercising creativity in making original designs unknown to their ancestors--yet another indication the long-lasting legacy of Catawba Indian pottery-making is alive and well.

For more information about these talented artisans and their work, visit the Web site for the Catawba Culture Preservation Project. There's also a site created by Friends of the Catawbas.

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

The photo above is of Catawba Indian family members who--an inscription on the back states--were summer residents at a place called "Schoenbrunn State Memorial Park" near New Philadelphia OH. An AZO symbol on the back of the card is dated 1927-40. (Today there is actually a historical site at New Philadelphia called "Schoenbrunn Village.") The mother and children are making clay-pottery--apparently those familiar Rebecca pitchers (see several examples below)--while the father looks on. He's also depicted in the portrait below right wearing what may not be traditional Catawba Indian headgear. Catawbas known to have demonstrated their skills at Schoenbrunn include Emma & Early Brown, Catherine Sanders Canty, and Evelyn Brown George .

NOTE: All Catawba Indian pottery pieces shown on this page are from the collection of Susan B. Hilton and are on permanent loan to Hilton Pond Center for Piedmont Natural History we thank her for her willingness to share this historically significant resource and to allow display of pottery images on these pages. Her pottery ranges in age from very recent to a few items that are nearly a century old many are unsigned, but all are apparently authentic Catawba Indian pieces.

Please contact us at FUNDING if you are interested in donating Catawba Indian pottery or providing funds to help expand the Center's coleção. Such gifts are tax-deductible at your designated market value of the pot.

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

NOTE: The greenish tint on many pieces depicted on these pages is an artifact--the result of taking our photos outdoors under a canopy of green trees. Most Catawba pottery is semi-shiny gray-black, plus other highlight colors that are brought out when the clay is in close contact with embers during the firing process.

Wedding Vase, Incised, with Short Loop Handle
(6.5" x 3.5" unsigned & undated)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

One of the most common themes for Catawba pottery was the "Wedding Jug" (see example above). An oral tradition within the tribe is that following the wedding ceremony the bride drinks from one spout of the jug and the groom from the other, after which they throw the pot behind their backs. The number of pieces into which it breaks tells how many children the couple will have.

Two Small Rebecca Pitchers
(Left: 6" x 4.75" pitcher signed by Florence Wade, 1993)
(Right: 4.5" x 3.75" pitcher, embossed
signed "Catawba Indian" & undated)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Another theme frequently used by the Catawbas is the "Rebecca Pitcher," the general shape of a "ewer" with a single, tall, looping handle and a single flared spout (see examples above). This form dates back at least 2,000 years in the Middle Eastern tradition and, as such, is one of the older pottery styles still in use. This form is a favorite of Southern potters it is believed Catawba Indian artisans adopted it from early settlers. Rebecca Pitchers are quite artistic but not very functional for water-dipping because of the tall handle. (NOTE: The name "Rebecca Pitcher" has been used for at least 200 years and supposedly honors the Old Testament woman described in Genesis as coming to a well with a water jar on her shoulder.)

Please scroll down for photos of other items in the Center's coleção. (Check back later as we add descriptions and images for new pieces.)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Three Small Rebecca Pitchers
(Left: 5.5" x 3.25" pitcher unsigned & undated)
(Center: 4" x 2.5" pitcher unsigned & undated)
(Right: 4.75" x 2.75" pitcher signed but illegible, undated)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Two-necked Round Wedding Vase with Ring Handle
(5.75" x 5" signed by Viola Robbins 1997)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Three Small Pieces
(Left: 2.5" x 2.75" bowl inscribed with leaves signed by
Kimberly Ann Page, 1996)
(Center: 2.25" x 4.5" bowl with scalloped lip unsigned & undated,
but from the 1950s or earlier)
(Right: 3.75" x 2.75" symmetrical two-handled vase with unusual
hollow base signed "Catawba Indian" & undated)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Four-hole Bowl Pipe
(5" x 4" reeds were placed in each of the four side holes and the smoke mixture was placed in the center of the bowl unsigned & undated, but from the 1950s or earlier)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Basket Stand
(6.75" x 3.5" signed by Catawba potter Reola Harris 1921-1991,
who was twin sister of Viola Robbins and well-known for animal
effigies Reola began signing pottery in about 1979, so this piece
likely dates to the late 1970s or 1980s)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Two Small Bowls
(Left: 6" x 3" heavily embossed bowl with handles unsigned & undated)
(Right: 3.5" x 2.75" unsigned & undated, but a well-worn piece
probably from about 1920)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Round Wedding Vase with Loop Handle and Flanged Spouts
(6.5" x 5" a nice bicolored piece with well-formed flanges signed
by Sara Ayers 1987)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Large Arrowhead Pipe
(5" x 2.5" signed by Earl Robbins 1991)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Two Small Three-legged Pots with Handles
(Left: 2.5" x 3" a rather primitive small pot with rough incising signed by F.H. Wade, which would be Florence Wade 1993)
(Right: 3.5" x 5" another primitive three-legged pot unsigned & undated)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Symmetrical Two-handled Vase
(4" x 3.75" rare piece made and signed by Foxx Ayers,
AKA Hazel Ayers, husband of Sara Ayers 1989)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Turtle Effigy Bowl
(2.5" x 4.5" unusual design of a small bowl formed atop a
turtle effigy signed by Beulah Harris 2006)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Medium Incised "Apple" Bowl
(5.25" x 7" acquired through Monty Hawk Branham medium
hand-formed bowl with rim etchings and very thin walls
characteristic of signed work of Cheryl Harris Sanders 2000)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Two-necked Round Wedding Vase with T-Hanger
(5" x 5" signed by Cora Harris Hedgepath 2009)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Small Ash Tray and Wedding Vase
(Left: 1.75" x 3.5" simple but nicely crafted piece likely made for
roadside trade unsigned & undated likely from the 1950s or earlier)
(Right: 3.5" x 3.25" small wedding vase with loop handle
unsigned & undated likely from the 1950s or earlier)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Small "Apple" Bowl
(2.5" x 3.5" small utilitarian bowl with orange speckles
signed by Margaret Robbins 1997)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Large Two-necked Round Wedding Vase with Loop Handle
(10.25" x 5.25" signed by Lillie Bryson, b. 1876-d. 1951 undated, likely from the 1930s or 1940s)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Two-necked Round Wedding Vase with Loop Handle
(4" x 3.5" signed by Edna Brown, b. 1911-d. 1985 dated 1970.
Edna learned pottery art from her mother Rosie Harris Wheelock,
b. 1880-d. 1935)

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Photos of other pieces will follow please check back.

Blumer, T. J. 1987. Bibliography of the Catawba. Scarecrow Press, Metuchen NJ, 547 pp.

Blumer, T. J. 2003. Catawba Indian Pottery: The Survival of a Folk Tradition. Univ. Alabama Press, 240 pp.

Blumer, T. J. 2004. The Catawba Indian Nation of the Carolinas. Arcadia Publ., South Carolina, 128 pp.

Blumer, T.J. 2007 Catawba Indian Nation: Treasures in History. History Press, 125 pp.

Bradford, W. R. 1946. The Catawba Indians of South Carolina. South Carolina Dept. Educ., Columbia, 31 pp.

Brown, D. S. 1966. The Catawba Indians: People of the River. Univ. South Carolina Press, Columbia, 400 pp.

Hudson, C. M. 1970. The Catawba Nation. Univ. Georgia Monographs #18, Athens, 142 pp.

Merrell, J. H. 1989. The Catawbas. Chelsea House Publishers, Philadelphia, 112 pp.

Merrell, J. H. 1989. The Indians' New World: Catawbas and Their Neighbors from European Contact Through the Era of Removal. Univ. North Carolina Press, Chapel Hill, 400 pp.

Moore, D.G. 2002 Catawba Valley Mississippian: Ceramics, Chronology, and Catawba Indians. Univ. Alabama Press, 352 pp.

Pettus, L. 2005. Leasing Away a Nation: The Legacy of Catawba Indian Land Leases. Palmetto Conservation Foundation, 99 pp.

Scaife, H. L. 1896. History and Condition of the Catawba Indians of South Carolina. Office if Indian Rights Assn., Philadelphia.

Speck, FG. 1969. Catawba Texts. Reprinted by AMS Press, New York, 91 pp.

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

Catawba Indian pottery is sometimes available through the tribe's headquarters east of Rock Hill SC, where there are also exhibits about Catawba history and culture (see map below) .

All text & photos © Hilton Pond Center do not use or duplicate in any way

( Just CLICK on a logo below or send a check if you like see Apoio, suporte for address.)

Search Engine for
Hilton Pond Center

Hilton Pond Center for Piedmont Natural History is a non-profit research & education organization in York, South Carolina USA phone (803) 684-5852. Dirigido por Bill Hilton Jr., aka The Piedmont Naturalist, it is the parent organization for Operation RubyThroat. Contents of this website--including articles and photos--may NOT be duplicated, modified, or used in any way except with the express written permission of Hilton Pond Center . All rights reserved worldwide. To obtain permission for use or for further assistance on accessing this Web site, contact the Webmaster.


National Guard Called Up

By Tuesday evening, protestors had gathered at the Conrad Hilton Hotel where many of the delegates and candidates, including Humphrey and McCarthy, stayed. As tense police officers tried to maintain control, Mayor Daley sent in the National Guard to help.

Protest leader Tom Hayden united the crowd by proclaiming, “Tomorrow is the day that this operation has been pointing for some time. We are going to gather here. We are going to make our way to the Amphitheatre by any means necessary.”

On Wednesday, August 28, the promised televised Vietnam debate finally took place to determine if the Democrats would adopt a plank of peace or one of continued war. At the same time, MOBE convened their long-planned and highly anticipated anti-war rally at the bandshell at Grant Park.

Up to fifteen thousand protestors gathered, much less than protest leaders had hoped for, and they were quickly surrounded by hundreds of police and National Guardsmen under orders to keep the protestors from reaching the Amphitheatre.

Around 3:30 p.m. that afternoon, a teenage boy climbed a flagpole near the bandshell and lowered the American flag. The police moved in swiftly to arrest him as protestors rallied to his aid, assaulting the officers with rocks and food or whatever else they had on hand.

Hoping to quell further violence, Davis reminded police that a legal protest permit had been obtained and requested that all police leave the park. In response, the officers moved in and beat Davis unconscious.

The police beat protestors at will with clubs and fists. Despite the hostility, anti-violence protest leader David Dillinger still supported protesting peacefully. But all bets were off for Hayden, who feared mass arrests and worsening violence. He encouraged protestors to make for the streets in small groups and head back to the Hilton Hotel.


Europe: Chained By History (English Edition) Format Kindle

At a mere 99p this was a real snip. I was astonished that an ebook so cheap could be so excellently presented. Chapter headings, notes and index, quotations in a distinct font clearly contained, all working fine.

Content? Anyone interested in Vienna ( its history told here from it being a Roman province, up until 1938 when annexed by the Third Reich ), or anti-semitism as it grew within Europe prior to WW1, or the rise of Hitler, or the life of Voltaire ( a brief biography of his life is part of the book) and his literary contribution to the value of freedom of speech - all will find this book engrossing and finely argued.

The argument concerns the value of greater European co-operation, even unification, rather than a drift into stronger nation-states that could end in further conflict.

Whether or not that particular thesis is accepted, a good book for lovers of history and for lovers of freedom.

A thank you to the publishers who have been able to produce such a perfect ebook at such a low price.


Assista o vídeo: ..


Comentários:

  1. Niklas

    Excelente frase e a tempo

  2. Wicasa

    Você rapidamente veio com uma frase tão incomparável?

  3. Yorn

    There's something about that, and it's a great idea. Eu te ajudo.

  4. Voodoora

    What necessary words... super, excellent idea

  5. Cayle

    Parece -me, você está enganado

  6. Majas

    Apesar da natureza do trabalho



Escreve uma mensagem