Os Anais de Tácito, uma fonte histórica do Império Romano

Os Anais de Tácito, uma fonte histórica do Império Romano


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Os anais, também chamado de ‘Annales’, é uma obra histórica escrita pelo historiador e senador romano Tácito entre 115 e 117, onde conta a história do Império Romano desde o reinado de Tibério ao de Nero. Hoje em dia, Os Anais de Tácito são uma fonte de grande importância para compreender a história do Império durante o século I.

Embora o autor frequentemente se refira à obra como "meus anais" e, portanto, seja conhecida hoje, o nome original da obra é provavelmente "Ab excessu divi Augusti", "Desde a morte do divino Augusto»E consiste em 16 livros no total que iremos descrever agora.

Livros I a VI: O reinado de Tibério ocupa os primeiros seis livros, dos quais o livro V foi perdido. Estes são cuidadosamente divididos em dois grupos de três, que correspondem ao clima político do período.

Livros VII a XII: Os próximos seis livros falam dos reinados de Caligula e Claudio (muito provavelmente), embora os livros VII a X não tenham sido encontrados. Os livros XI e XII cobrem o período do Traição de messalina até o final do reinado de Claudius.

Livros XII a XVI: Os últimos quatro livros cobrem o reinado de NeroEmbora o último, o Livro XVI, tenha sido cortado em meados de 66, os últimos dois anos do reinado de Nero foram perdidos.

Conteúdo dos Anais de Tácito

Tácito documentou todo o sistema de governo imperial que se originou com a Batalha de Actium em 2 de setembro de 31 a.C., mas ele optou por não começar a escrever neste momento, mas com o morte de César Augusto em 14 DC e a sucessão de Tibério.

Como em seu trabalho anterior, histórias, o autor mantém a tese da necessidade do principado no Império, enaltecendo a figura de Augusto como o responsável por trazer a paz ao estado após muitos anos de guerra civil, ao mesmo tempo que mostra as dificuldades dos cidadãos que vivem sob o domínio dos césares.

Para Tácito, o início do principado é, por sua vez, o fim da liberdade política da aristocracia do Senado, que o autor considerava moralmente decadente, corrupta e servil.

Ao mesmo tempo, os anais estão carregados de eventos dramáticos porque Tácito tende a mostrar a tragédia do povo, para entusiasmar o leitor, mas para demonstrar as paixões e ambigüidades de seus personagens, sendo os principais os políticos, presentes em todo o texto exceto em Nero.

Estudiosos modernos acreditam que, como senador romano, Tácito teve acesso ao 'Senatus Act, os registros do Senado Romano, que forneceram uma base sólida para seu trabalho.

A autenticidade dos Anais de Tácito

Durante muitos séculos, foi feita uma tentativa de desafiar a autenticidade dos Anais, fingindo argumentar que o autor não era realmente tácito. A voz mais crítica e reconhecida de todas é a de Voltaire, um crítico fervoroso do autor do qual disse não cumprir os padrões necessários para poder dar a Roma um pano de fundo histórico.

Aqui você pode leia gratuitamente os Anais de Tácito.

Depois de estudar História na Universidade e depois de muitos testes anteriores, nasceu Red Historia, um projeto que surgiu como meio de divulgação onde se encontram as notícias mais importantes da arqueologia, história e humanidades, bem como artigos de interesse, curiosidades e muito mais. Em suma, um ponto de encontro para todos onde possam compartilhar informações e continuar aprendendo.


Vídeo: Thomas Hobbes e a Inglaterra do século XVII


Comentários:

  1. Ojo

    Na minha opinião, isso é óbvio. Encontrei a resposta para sua pergunta no google.com

  2. Kamarre

    Sim, bem, você! Pare!

  3. Calhoun

    A idéia fiel

  4. Ferghuss

    Eu confirmo. Tudo acima disse a verdade. Podemos nos comunicar sobre este tema. Aqui ou em PM.

  5. Zacharias

    Eu acho que você não está certo. Estou garantido.



Escreve uma mensagem