Eles encontram o San José Galeão na costa de Cartagena (Colômbia)

Eles encontram o San José Galeão na costa de Cartagena (Colômbia)


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Em 27 de novembro, o sonar do navio da Marinha Malpelo detectou o que os especialistas em arqueologia subaquática chamam de anomalia. Essa alteração no fundo do mar do Caribe, em uma área nunca antes explorada, acabou por ser o galeão San José, navio do Estado espanhol afundado por tiros de canhão pelo almirante britânico Charles Wagner em 1708.

“Não tivemos dúvidas quando vimos os canhões de bronze com entalhes de golfinhos”, disse o pesquisador Ernesto Montenegro, diretor do Instituto Colombiano de Antropologia e História encarregado da expedição (ICANH)
Na sexta-feira, 4 de dezembro, foi anunciada no Twitter a descoberta de um dos locais mais importantes da História da Arqueologia e em menos de 24 horas foi feito um pronunciamento público na cidade de Cartagena.

O Presidente Juan Manuel Santos, juntamente com os Ministros da Cultura, Defesa e Negócios Estrangeiros, ficou muito satisfeito com a constatação: «A informação é uma questão do Estado, portanto está sob reserva de lei, o que está em jogo obriga-nos a mantenha grande parte da investigação em segredo. '

A operação, desenvolvida pelo ICANH e a Marinha em conjunto com um grupo de cientistas nacionais e internacionais, revelou mais de 100 objetos apenas na superfície. Entre as imagens capturadas, vasos e potes de cerâmica e vidro, um punho de espada e mesas foram observados que confirmam que o galeão repousa sobre um de seus lados.. O local onde foram encontrados os restos do barco e a quantidade de material encontrado não foi confirmado.

A aprovação do A Lei de Proteção ao Patrimônio Submerso de 2013 permitiu ao Governo de Santos formar uma aliança público-privada que segundo a chefe da Cultura, Mariana Garcés, tem permitido ter os recursos necessários para a primeira fase exploratória e para os que ainda estão por vir.

A partir de agora, começa uma fase de estudo de solo e aprofundamento para dar continuidade aos trabalhos e desenvolver pesquisas científicas. O presidente Santos afirmou que o achado é patrimônio de todos os colombianos e afirmou que será construído um museu em Cartagena para permitir que o patrimônio permaneça na cidade.

Possíveis reivindicações.

A Lei de 2013 foi repetidamente citada por evitar qualquer tipo de reclamação devido à possibilidade de a Espanha solicitar parte do tesouro. O Governo colombiano também não fez menção no contencioso de que desde os anos oitenta persegue o galeão ou a empresa líder, a American Sea Search, que desde 1982 afirmava ter localizado os restos mortais, o que o Governo colombiano negou, e desde então tem processos perdidos em diferentes organizações até que em 2011 a Suprema Corte dos Estados Unidos concordou com o Estado colombiano.

Outras questões ainda estão pendentes, como o fato de a Lei de 2013 permitir a comercialização de parte do conteúdo apurado a título de pagamento às empresas ou pessoas físicas que participaram da investigação, desde que não ultrapasse 50% do material encontrado.

Os governos da Espanha e da Colômbia concordaram na segunda-feira em resolver a situação do galeão San José por via diplomática. Os responsáveis ​​pela cultura na Espanha e na Colômbia exploraram algumas possibilidades, mas finalmente deixaram a resolução do conflito nas mãos de representantes das Relações Exteriores. Ambos os países afirmam ter direitos sobre o naufrágio.

O Governo da Espanha lançou uma ofensiva diplomática e política em torno da descoberta do galeão. O ministro da Cultura, Íñigo Méndez de Vigo, afirmou que a Espanha tem direitos sobre o San José. Tanto na Colômbia quanto na Espanha, o debate está começando a assumir tons de controvérsia política com nuances nacionalistas. A imprensa local colombiana já fala em uma "batalha judicial" entre os dois países.


Vídeo: INSTALAÇÃO E ATIVAÇÃO CYPECAD v2017 BRASIL