Imagens de satélite confirmam a destruição do templo de Baal em Palmyra

Imagens de satélite confirmam a destruição do templo de Baal em Palmyra



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O Estado Islâmico já havia confirmado a destruição do templo de Baal em Palmyra, divulgando imagens da destruição do lugar milenar, uma das joias da cidade síria de Palmira, declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. O Instituto das Nações Unidas para Treinamento e Pesquisa demonstrou a explosão do templo por meio de imagens de satélite.

O Instituto expôs duas fotografias, uma de 16 de junho e outra de 27 de agosto. Na primeira imagem, tirada em 16 de junho, é possível ver o templo de Baal, aparentemente intacto. O segundo, em 27 de agosto, três dias após o Estado Islâmico divulgar as imagens do prédio destruído, mostra que o local onde o templo esteve por dois mil anos foi substituído por um imenso sumidouro, embora o anfiteatro ainda esteja em pé.

Análises da ONU sugerem que as colunas ao redor do templo parecem ser menos afetadas.


Vídeo: Suposto vídeo do EI mostra destruição de estátuas e múmias de Palmira