Antigo navio permanece descoberto na província chinesa de Xi'an

Antigo navio permanece descoberto na província chinesa de Xi'an


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Nada como espiar o mundo digital e descobrir que a arqueologia e a história estão a caminho, sem poder parar, mas nos trazendo notícias diferentes que, embora cheguem aos poucos em muitos casos, nunca deixam de nos surpreender e nos fornecer um grande volume de informações sobre diferentes culturas, povos, eventos, personagens, etc.

Uma das novidades mais recentes do setor nos leva à China, onde um grupo de arqueólogos descobriu os restos de um antigo navio naufragado no que antes era o rio Weihe, atualmente localizado nos subúrbios de Xi'an, capital da província de Shaanxi, a noroeste do gigante asiático.

Naufrágios sempre conseguiu chamar a atenção de todos, não só da comunidade internacional de arqueólogos e historiadores, mas também de um grande número de pessoas que se dedicam a estudar este assunto e com as quais também podemos aprender muito sobre como era antes o local onde o navio naufragou, sabendo mais sobre o habitantes da região, como era a vida e também os motivos do naufrágio, entre outros.

Para evitar que o naufrágio seja alterado pelo mau tempo, arqueólogos cobriram os restos com uma lona. Com a queda das temperaturas, pode-se iniciar a limpeza dos restos, embora se tenha afirmado que ainda é cedo para se revelar muitos dados.

O que se sabe é que a estrutura do navio não foi completamente removida de seu leito, portanto os testes de carbono-14 não podem ser realizados, os quais revelaria quase 99% de eficácia quando este navio foi construído, o que também pode revelar muitas informações, mas por enquanto é preciso ter paciência e esperar que o trabalho arqueológico siga seu curso e o navio possa ser devidamente limpo para um melhor estudo.

Uma das características mais singulares desta notícia é que os investigadores enfrentam um problema com esta descoberta visto que estes restos foram descobertos em dois locais diferentes, pelo que é necessário continuar a investigar para saber se são duas naves diferentes ou se É o mesmo que foi dividido em duas partes.

Todos nós que gostamos de arqueologia e este tipo de notícias sobre naufrágios, só podemos esperar e ver como a notícia chega até nós desta latitude para saber mais sobre este misterioso navio encontrado em Xi’an.

Depois de estudar História na Universidade e depois de muitos testes anteriores, nasceu Red Historia, um projeto que surgiu como meio de divulgação onde você pode encontrar as notícias mais importantes da arqueologia, história e humanidades, bem como artigos de interesse, curiosidades e muito mais. Em suma, um ponto de encontro para todos onde possam compartilhar informações e continuar aprendendo.


Vídeo: Autoridades descartam coronavírus em tripulação de navio no Porto de Santos